Comportamento, Reencarnação

Os seus planos devem ser postos em prática

mulher na neve

Morel Felipe Wilkon

Artigo publicado originalmente em 29/08/2012

Ouça este artigo na voz do autor

Se você espera ter condições ideais para fazer alguma coisa importante, esqueça. Esqueça as condições que você esperava, mas não esqueça os seus planos. Os seus planos devem ser postos em prática.

Você pretende fazer algo importante no futuro? Está só esperando ter as condições ideais para colocar em prática seus projetos? Ótimo! Você sabe que provavelmente nunca terá as tão esperadas condições ideais?

Os seus planos devem ser postos em prática

Esse não é um mundo de condições ideais. Não sou daqueles que se referem à Terra como um “Vale de lágrimas”, pelo contrário. Acho que podemos ser felizes aqui. Mas de uma felicidade relativa, pois estamos longe de alcançarmos condições ideais para qualquer coisa que não seja o aprendizado. Só para aprender é que a Terra é ideal. Para aprendermos o que precisamos aprender em nosso atual estágio evolutivo.

Portanto, se você espera ter condições ideais para fazer alguma coisa importante, esqueça. Esqueça as condições que você esperava, mas não esqueça os seus planos. Os seus planos devem ser postos em prática. Você realmente quer fazer alguma coisa além do que já vem fazendo? Pois então faça! Não espere; só o que vai acontecer se você esperar mais, é que o tempo vai passando, passando…

Uma das coisas mais deprimentes que observo desde criança é quando as pessoas se arrependem de coisas que não fizeram. Profissões que não seguiram por falta de coragem; formação que não obtiveram por preguiça de estudar; casamento que não realizaram por falta de confiança em si mesmas e nos outros; filhos que não tiveram para não atrapalhar a carreira. Muito mais: o livro que não foi escrito por falta de tempo e organização; a viagem que foi trocada por um banheiro novo; o trabalho voluntário que não se realizou por falta de saúde e disposição suficientes; a mediunidade que não se desenvolveu por não encontrar “o lugar ideal”.

Quase sempre essas coisas não encontram condições ideais. Nem de tempo, nem de dinheiro, nem de saúde ou disposição ou conhecimento, ou seja lá o que for. Ou se faz as coisas ou não se faz. Observe as pessoas que você conhece que vivem adiando suas realizações mais importantes. Você já percebeu que a vida delas vai passando e nada delas colocarem em prática seus planos?

E você? Quando vai começar a fazer o que sabe que deve ser feito? Quando vai realizar aquele seu projeto acalentado há tanto tempo? Por favor, não cometa o erro de esperar que tudo esteja perfeito para então dar vida à sua ideia. O único fator realmente imprescindível é a vontade.

Isso se aplica a todas as áreas de sua vida. Não espere ser “bom” para fazer bondade. Não espere ter sentimentos puros e nobres para desenvolver sua espiritualidade. Não espere acumular leitura e conhecimento para participar de um grupo espírita. Não espere se aposentar para escrever um livro. Não espere uma iluminação súbita para então começar sua reforma íntima.

Você não tem as condições ideais? Mas você tem as condições de que precisa: Vontade e capacidade de superação. O resto vem naturalmente. Os problemas vão sendo resolvidos à medida que surgem. Sempre existirão problemas. Não tente eliminá-los; aprenda a resolvê-los.

Precisamos aprender a dar o máximo de nós com o que temos à disposição, sem esperar e esperar. Uma reencarnação é pouco para fazer tudo o que gostaríamos. Mas se tivermos coragem e boa vontade, dá pra fazer alguma coisa…

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

14 Comentários

  1. Mônica, perfeito, só Deus. Nós somos perfectíveis, vamos permanentemente em busca da perfeição, num eterno vir-a-ser. Jamais seremos perfeitos, mas sempre nos encaminharemos em direção da perfeição. Saímos de Deus, como creação sua, e vamos em direção a Deus através do nosso autoaperfeiçoamento.

  2. Olá Morel! Mais uma vez agradeço ao seus artigos que nos fazem refletir tanto! Abençoado seja você por compartilhar tudo isso conosco. Refletindo sobre concretizar meus planos, acabei pensando na palavra “perfectível” que você utiliza tanto nos seus artigos. Somos mesmo perfectíveis? Pergunto isso pois sempre vejo que Deus é perfeito e imagino que por mais evoluído que sejamos, não seremos como ele. Nem Jesus era tão perfeito quanto Deus, era? Fiquei realmente confusa sobre isso. Grande abraço, Mônica.

  3. Marcus, essa descoberta é individual, ninguém poderá fazer isso por você, e os caminhos que alguém lhe indicar neste sentido são os caminhos válidos para este alguém, não para você. Não sei a sua idade, mas é comum que na juventude não se saiba qual a sua “vocação”, às vezes por gostar de muitas coisas ao mesmo tempo. Mesmo esse período de incerteza é útil para consolidar uma base para as realizações futuras. Essa incerteza só é prejudicial se perdurar demais. Na dúvida, temos que investir em algo que gostamos e que seja útil ao próximo.

  4. Oi Morel!
    Meu amigo, que texto inspirador… Peço sua autorização para utilizá-lo em uma palestra no Centro espírita em que trabalho.
    Quantas pessoas próximas mesmo, eu vi aniquilar os próprios sonhos porque não tinham as “condições ideais” de execução. Mas já há algum tempo a doutrina espírita e a vida têm me ensinado exatamente o que o seu texto diz: Não existe momento ideal, simplesmente porque o mundo não é “ideal”. Nem tudo é como a gente espera que seja. E isso é muito bom. Pois se tudo nos fosse entregue de bandeja, continuaríamos preguiçosos e estagnados espiritualmente.
    Penso que temos que aprender é saber fazer uma bela limonada com os limões que encontramos… rsrsrsrsr. Eu estou tentando… rrsrs.
    Muita paz para você e todos os visitantes deste site iluminado!

  5. Muito bom…
    Momento oportuno este vídeo…
    Me parece que você faz este trabalho de graça…
    Parabéns…
    Você realmente ajuda as pessoas com isso.

  6. Vou encaminhar esse texto aos meus amigos!

    “Uma reencarnação é pouco para fazer tudo o que gostaríamos. Mas se tivermos coragem e boa vontade, dá pra fazer alguma coisa…”

  7. Morel, obrigado pelo seu texto. É incrível. Mais incrível ainda é que nos últimos dias só tenho lido a respeito deste assunto. Dar o primeiro passo, se superar etc.
    Gosto bastante de ler (não somente os livros espíritas) e ultimamente venho me deparando com frases nesse sentido. Por exemplo, semana passada estava lendo “Memória de Minhas Putas Tristes”, de Gabriel Garcia Marquez, que conta a história de um senhor que só aos noventa anos descobriu o sentindo da vida. Após terminá-lo, comecei a leitura de “O Alquimista”, que também fala sobre o autoconhecimento e ir em busca das coisas nas quais acreditamos. Chamado no livro de “Lenda Pessoal”, entender a “Alma do Mundo” e acreditar no nosso coração. Mas o problema é que hoje eu não sei o que fazer. Não estou me encontrando sobre o que eu quero, e das coisas pelas quais tenho vontade de fazer não me dão aquela vontade enorme para que eu tenha certeza se é esse o caminho que quero seguir. O que fazer em algo assim? Como eu posso me descobrir e traçar o meu destino com a certeza do que eu quero para mim, independente das dores futuras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.