Tag Archives: como saber se eu vou para o céu ou o inferno

Se você desencarnasse hoje…

 

caixão no velório

E se você desencarnasse hoje?

Se você desencarnasse hoje, você estaria bem consigo mesmo?

Que nota você daria para o ano que está chegando ao fim? Foi um bom ano pra você? Eu espero que sim. Temos mais alguns dias até 2013, e dias importantes. É época de compras, de festas, de agitação e calor, muito calor.

Este ano, além do natal e ano-novo, há o tão esperado dia 21 de dezembro. Há muita expectativa sobre esta data. Muitas pessoas aguardam algo de extraordinário, uma catástrofe apocalíptica. Mas muitos esperam por uma mudança positiva, um divisor de águas na vida espiritual da Terra. Vamos aguardar…

Mas a pergunta lá de cima está valendo. É muito importante terminar o ano com saldo positivo, acrescentando conquistas em nosso passeio pela Terra. Essas conquistas podem ser materiais, intelectuais, culturais, familiares, amorosas, morais…

Mas acho que o importante mesmo são as conquistas morais. Todo o resto também é importante. Vivemos num mundo material, então precisamos viver de acordo com a materialidade e as coisas boas que ela oferece: conforto, beleza, prazer. Aprender também é muito útil, muito louvável. Mas o que realmente nos importa são os valores morais. Até porque eles nos acompanham sempre, muito além desta reencarnação.

O melhor modo de você analisar o seu saldo moral é se perguntando que nota você se daria se desencarnasse hoje. Se você partisse hoje, você se sentiria bem consigo mesmo? Acharia que sua vida foi bem proveitosa? Teria muitos arrependimentos?

Imagine seus entes queridos organizando o seu funeral, lamentando o seu desenlace. Você realmente faria falta? Teria coragem de se encontrar frente a frente com aqueles que partiram antes de você? É claro que nunca dá tempo de fazer tudo o que gostaríamos, mesmo que todos fôssemos longevos como o Oscar Niemeyer.  Mas deu tempo de você fazer alguma coisa, pelo menos? Você conseguiu pôr em prática uma ou duas coisas que havia planejado?

E tem aquelas coisas que vamos deixando pra amanhã, pra outro dia, pra quando tivermos tempo: se você desencarnasse agora, muitas dessas coisas ficariam pendentes? Você deixou de pedir desculpas pra alguém? Você desfez aquele mal-entendido, que tantos aborrecimentos causou? Você deixou claro, bem claro, para as pessoas que você ama, que você as ama muito, muito mesmo? Que apesar das pequenas contrariedades do dia-a-dia você as respeita, e admira, e que gostaria de viver ao seu lado novamente, em outra oportunidade?

Se você estivesse partindo agora, teria aproveitado suficientemente as pequenas coisas amoráveis e valorosas que a matéria oferece? Lembre-se que você não sabe exatamente como é o lugar para onde você está indo, agora que desencarnou. Você deu o devido valor à beleza do Sol, e das flores coloridas e perfumadas, do cheiro do jasmim e da flor de laranjeira? Você deu o devido valor ao canto dos pássaros, ao cheiro de terra molhada quando chove numa tarde de verão como a tarde de hoje, ao cheiro da grama recém cortada, à brisa fresca na sombra mansa debaixo de uma ramada?

Se você desencarnasse agora, talvez lamentasse não ter tomado o seu último banho de chuva, não ter andado de bicicleta, não ter brincado o suficiente com seu filho. Há uma infinidade de coisas maravilhosas neste planeta maravilhoso! Mas o que mais pesaria, acredite, seria a sua consciência. Assim que você se desse conta de que desencarnou, você lamentaria o mal que praticou e o bem que você deixou de fazer.

Você também fez coisas boas, é verdade. Espero que as coisas boas que você fez prevaleçam, que seu saldo seja positivo. E, já que a sua hora não chegou ainda, dá tempo de você fazer algumas dessas coisas que você lamentaria não ter feito. E você pode fazer muito mais. Você pode fazer a diferença. Você é capaz de muito, muito mais do que já fez. Se você desencarnasse hoje e olhasse rapidamente para trás, você teria certeza disso. Você daria tudo pra ter uma nova chance, daria tudo pra começar de novo. Então comece! Quer uma data? Quer um evento marcante na sua vida, para um recomeço?  Aproveite esse dia 21, tão esperado, e faça o seu divisor de águas, faça deste dia o marco entre o antes e o depois na sua vida. 

Voltando à pergunta lá de cima: Você já sabe que nota dar ao ano que se aproxima do fim?

P. s. Escrevi este artigo no dia 27 /11, o Oscar Niemeyer desencarnou no dia 05/12…