Comportamento

O Espírito Imortal

O Espírito Imortal

Ouça este artigo na voz do autor

O espírito imortal olha pra frente, não se prende a preconceitos e picuinhas retrógradas. Você já se deu conta de que somos imortais, de que não teremos fim? Sim, você é reencarnacionista, mas já parou para analisar as consequências disso? Nos prendemos a tantas ilusões terrenas que perderão todo o sentido quando cruzarmos a ponte!

Do lado de lá não deve ter a mínima importância o time de futebol, o partido político, o Estado em que nascemos, a classe social a que pertencemos, a religião que professamos, esse amontoado de agremiações e agrupamentos aos quais damos tanto valor em nosso dia-a-dia. Conheço pessoas que vivem em função de futebol. É só um exemplo, poderia ser política, religião, qualquer coisa. Mas o futebol é mais comum, tem mais adeptos. Pois conheço gente que tem como atividade, anseio, projeto, razão de vida mais importante o futebol. Não são um ou dois. Nada contra o futebol, pelo contrário. Mas o que isso acrescenta ao espírito? O que se aprende, o que se conquista para si mesmo?

Você imagina a chegada de uma pessoa assim do lado de lá? Sua adaptação a um plano tão diferente, tão real, onde é tão difícil de se esconder de si mesmo? Porque a maioria dessas pessoas fanatizadas por grupos esconde-se de si mesma, não tem coragem de encarar a si, de viver uma vida plena, com tudo o que ela oferece e exige em troca. Preferem iludir-se, brincarem de viver. O preço pode ser alto…

Você sente essa necessidade de pertencimento a um grupo, a uma classe, a um conjunto de pessoas representativas de uma ideia? Há muitas pessoas que só acham graça na vida se puderem associar a imagem que fazem de si mesmas ao grupo, sentem-se fortes, mais completas, mais preenchidas em seus anseios mal explorados. Dessa forma sentem-se vencedoras quando seu time ganha o campeonato ou quando seu partido ganha a eleição.

Você sabe que é imortal, então precisa assumir-se como espírito imortal que é, aceitando que as conquistas podem ser coletivas, mas as vitórias são pessoais, vence-se a si mesmo em primeiro lugar. A maior vitória que você pode e deve conquistar é sobre você mesmo. Vença suas próprias fraquezas, lembre-se todos os dias, todos os dias da sua vida desse objetivo, vencer a você mesmo. Eduque-se, liberte-se. Não há mal em pertencer a um grupo. Na verdade, há muitas vantagens. Você pode trabalhar em prol do seu grupo, se for por uma questão de ideais. Mas não pode se esquecer de que a sua trajetória é a sua trajetória, não do grupo nem de ninguém. Como você só há você. E é só você que pode cumprir com o seu papel.

Não se prenda a preconceitos e picuinhas inúteis que há muito pregam como se fossem verdades, como se tivessem algum valor ou importância. Bairrismo, partidarismo, elitismo, sectarismo, fanatismos de toda espécie prosperam na boca de quem deles vive. Sempre há alguém lucrando com o fanatismo alheio. Não deixe que façam de você massa de manobra, não deixe que te tratem como gado dócil engordando na invernada. Você vive aqui e agora, mas não esqueça nem um só dia que você é espírito imortal, que sua vida não terá fim, apenas trocas de lado. Tudo o que você pensa ou faz, ou deixa que façam com você, terá consequências mais tarde.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

2 Comentários

  1. Obrigado, Regiane. Fico muito contente por você estar gostando e divulgando. Um abraço em você também.

  2. Nossa, desde quando passei a conhecer esse site… todos os dias eu leio… os assuntos do dia… e to aprendendo muito… medito bastante cada tema que leio…tá me ajudando muito ler os assuntos postos a cada dia… abraços! Passo esse site pra todas as pessoas amigas…. e muitos que já acessaram gostaram muito..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.