Colaboradores

Espiritismo e a Caridade

Várias formas de praticar a caridade
Há várias formas de caridade…

ARTIGO DE AUTORIA DE ANA BLUME

O Espiritismo nos mostra que a caridade toma diversas formas. Não apenas aquela da ajuda material em relação aos que possuem pouco, muito menos do que nós, sob a forma de moedas, roupas, alimento. A caridade também pode ser exercida entre pessoas de iguais condições materiais, através da indulgência, do apoio moral, da ajuda espiritual.

Os atos mais simples do dia-a-dia, como escutar, sem julgamentos e sem tentar impôr nosso ponto de vista a alguém que precisa desabafar sobre seus problemas, ou fazer o máximo para compreender alguém que segue um estilo de vida diferente do nosso, podem ser grandes atos de caridade.

Somos caridosos quando perdoamos os deslizes alheios. Somos caridosos quando, com humildade, admitimos nós mesmos os nossos deslizes, e trabalhamos para não repeti-los. Somos caridosos quando, guiados pelos bons espíritos, nos sentimos inspirados a fazer algo de bom a alguém, sem esperar retorno ou reconhecimento, sabendo que a recompensa é o próprio ato caridoso em si. Somos caridosos quando reconhecemos a humanidade de todos, quando nos propomos a tratar com gentileza e simpatia até mesmo aqueles que a sociedade exclui ou incrimina. Somos caridosos quando nos abstemos de julgar.

Não somos capazes, enquanto encarnados, de compreender todas as razões pelas quais alguém age de certa maneira, já que não podemos penetrar em seu íntimo. Somos caridosos, como nos lembra Caritas, quando amigavelmente introduzimos aqueles que não pensam como nós à doutrina espírita — não para “convertê-los” ou para mostrar superioridade, mas para que eles, como nós, possam encontrar apoio, consolo e conhecimento nos ensinamentos dos bons espíritos.

Como se vê, a caridade é tão flexível, tão adaptável, que podemos encaixá-la em praticamente qualquer situação do nosso cotidiano, sabendo que seu uso só poderá trazer benefícios — às pessoas com quem convivemos e a nós mesmos. Sejamos, então, de todas as formas possíveis, caridosos.

Ana Blume é estudante de Sociologia e espírita desde os 7 anos – Idealizadora do blog “O Evangelho Segundo o Espiritismo Simplificado”

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

6 Comentários

  1. A Caridade e os pensamentos.
    A Caridade é o Amor em movimento, é a mais sublime Virtude que o Espirito humano pode adquirir em sua jornada evolutiva, podemos dizer que a Caridade é a soma de todas as Virtudes humanas.
    Exemplos.
    Ser honesto e correto é sentir e praticar a Caridade
    Ser cordial e educado é sentir e praticar a Caridade
    Ser solidário e ajudar os fracos e doentes é sentir e praticar a Caridade.
    Combater os maus pensamentos e os maus hábitos é sentir e praticar a Caridade
    Combater os Vícios é sentir e praticar a Caridade
    Respeitar e amar os Animais é sentir e praticar a Caridade.
    Cultivar palavras limpas e positivas é sentir e praticar a Caridade.
    Ter atitudes elevadas e retas no Bem é sentir e praticar a Caridade.
    Ser simples e humilde é sentir e praticar a Caridade
    Condenar a corrupção política é sentir e praticar a Caridade
    Condenar a imoralidade, os vícios, os crimes e os maus hábitos é sentir e praticar a Caridade
    Tudo aquilo que promove o Bem, a Justiça e o avanço Moral na sociedade é sentir e praticar a Caridade
    Para praticar a Caridade temos que primeiro sentir para depois agir, cultivando pensamentos nobres e positivos e sentimentos altruístas. Dessa forma vamos conseguir exercer esse sentimento divino em nossos Espiritos.

    Pela Caridade mental e moral vamos afastar os maus espíritos e atrair a assistência luminosa dos bons Espiritos, a caridade mental consiste em irradiar pensamentos puros, positivos, alegres e nobres e a caridade moral consiste em ter atitudes corretas e retas no Bem. Dessa forma a pessoa vai elevar seu Padrão Vibratório repelindo as vibrações pesadas e negativas dos espíritos perturbadores e obsessores.
    A Caridade mental e moral é a melhor Defesa psíquica contra os maus espíritos, a escuridão não suporta a Luz e nós somos filhos da Grande Luz, para atrair a Luz basta praticar a Caridade em pensamentos, sentimentos e atitudes.
    A Caridade é uma Couraça de aço que repele as vibrações negativas dos espíritos perturbadores e obsessores, a Caridade é uma Espada de Luz que corta a energia dos trabalhos de magia e bruxaria.
    Onde estiver a Caridade pura e autentica o mal fica de joelhos e vai se lamentar e lamber o chão.
    Onde estiver a Caridade pura e autentica os Espiritos de luz estarão presentes e a escuridão vai ficar ausente.
    Onde estiver a Caridade pura e autentica as Virtudes vão cantar louvores para Deus o Grande Foco de Luz.
    Onde estiver a Caridade pura e autentica, Jesus estará batendo em sua porta e a porta estará aberta.
    Onde estiver a Caridade pura e autentica os Animais serão respeitados e não haverá mais sacrifícios ( o verdadeiro sacrifício consiste em anular os maus pensamentos, os vícios, os maus desejos e os maus hábitos) .
    O Espirito se reencarna no mundo terra ou plano material é para Evoluir e praticar o Bem e a caridade, para ele poder se libertar das suas faltas e erros de reencarnações passadas, portanto, a Caridade é a Virtude Mãe da elevação Moral e Espiritual do ser, com a Caridade vamos nos depurando das nossas imperfeições morais e se elevando para planos superiores em Evolução.
    O Espirito humano está no plano terreno é para VENCER e não ser um vencido e com a Caridade mental e moral vamos Vencer as nossas imperfeições morais e evoluir para o Cristo.
    O nosso Dever principal é COMBATER as nossas imperfeições morais e principalmente viver, sentir e praticar a santa caridade, Mãe sagrada de todas as Virtudes, estrada de Luz que eleva e leva o Espirito humano até seu Criador, o começo, o meio e o fim.

  2. Oi, Morel (: Não sei se você recebeu meu e-mail, então resolvi passar por aqui. Muito obrigada pelo espaço!

    Rodrigo, sem problemas, pode postar o artigo no seu blog sim. Fique à vontade.

    E muito obrigada, Silvia. (:

    Abraço!

  3. Toda boa intenção é expressão da mais pura caridade, que teu esforço cheio de boas intenções traga até a nós luz e direcionamento. Parabéns, Ana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.