Colaboradores

O dom de falar em línguas estranhas numa visão espírita

pentecostes

ARTIGO DE AUTORIA DE RODRIGO PNT

Eu falo em línguas estranhas como um bom evangélico pentecostal, prova incontestável do batismo no Espírito Santo. Mas e aí, falamos línguas porque queremos? Inventamos as línguas que falamos? Fingimos, como alguns pretendem? Ou somos endemoniados como algumas seitas cristãs nos acusam? Nada disso. O apóstolo Paulo disse em 1 Coríntios 14: 22, que as línguas estranhas constituem um sinal. Ora, que sinal é esse? Sinal da mediunidade. Sim, da espiritualidade em nosso meio.

Quando comecei estudar O Livro dos Médiuns fiquei surpreso em ver que os dons do Espírito Santo estavam todos explicados ali à luz da razão, não havia nenhuma fórmula mágica, nenhum milagre, como pretendem os teólogos pentecostais, porém, nada mais são do que dons mediúnicos. E era assim que a Igreja primitiva os considerava, tanto que vemos Paulo dando regulamentos e ensinando como se dava o desenvolvimento de tais dons. O dom de línguas tão verificado no meio pentecostal nada mais é do que um desses dons mediúnicos.

Esse dom é conhecido no espiritismo como psicofonia.
Esse dom é conhecido no espiritismo como psicofonia.

O que ocorre quando entramos em transe na oração, seja na igreja, no monte ou em casa, é o contato do nosso corpo espiritual, o perispírito, com a realidade espiritual. Isso sempre ocorre pela presença de um amigo, um espírito que vem nos visitar quando estamos orando. Geralmente esses amigos são grandes magnetizadores e nos magnetizam possibilitando entrarmos em transe e termos contato com a realidade espiritual, por isso sentimos uma grande quentura na cabeça ou nas mãos ou em alguma outra parte do nosso corpo físico. Os irmãos que ignoram esse mecanismo o atribuem à presença do Espírito Santo de Deus, o que de certa forma não deixa de ser, pois o espírito que está ali nos magnetizando e possibilitando o transe também é um ser criado por Deus e propenso ao bem.

Quando isso ocorre nós ficamos em um estado semissonambúlico, ou seja, o nosso espírito é que ora daí pra frente, tanto que Paulo disse que o que fala em línguas não fala aos homens e sim a Deus, porque em espírito fala mistérios – 1 Coríntios 14: 2 – ora o que fala aí não é mais o corpo físico, mas sim o espírito da pessoa, o qual é eterno e já passou por muitas vidas através da reencarnação, certamente já viveu em diversas nações aprendendo diversas línguas e na hora desse transe semissonambúlico relembra momentaneamente essas línguas e fala, embora não sabendo como, pois o seu cérebro não consegue processar as lembranças da mente do espírito, já que o mesmo não vivenciou tais experiências.

Por isso não conseguimos controlar nossa fala e balbuciamos palavras desconhecidas para nós, mas totalmente conhecidas para os espíritos que nos acompanham desde longo tempo. Muitas vezes essas línguas são uma mensagem recebida em nosso perispírito e transmitida através de um idioma antigo, que nós já falamos, para a nosso corpo físico, e aí a espiritualidade ali presente naquela hora magnetiza outro mensageiro para transmitir aquele recado na língua compreensível das pessoas que estão ali, no nosso caso o português, e este fala claramente traduzindo a mensagem, se bem que ele mesmo não entende como é que está traduzindo, porque é um espírito que fala através dele e ele não consegue controlar sua boca até que traduza toda a mensagem. Esse é o dom de interpretação de línguas que está relatado em 1 Coríntios 14:27 e 12: 10, que há necessidade de haver quem interprete as línguas. Esse é o que tem o dom mediúnico de interpretação das línguas, esse dom é conhecido no espiritismo como psicofonia.

É muito prazeroso falar em línguas e todo crente adora e faz de tudo para receber esse dom, porém é desastroso para o prosseguimento de um culto sério e comprometido com a moralidade e reforma íntima dos crentes, pois certos ministérios evangélicos perderam-se nesses sinais e já não há uma preleção sadia visando a transformação moral do indivíduo, mas sim um oba-oba mistificado com pulos, gritos e danças esquisitas que assustam as pessoas mais racionais e inteligentes afastando-as do nosso meio.

É preciso calar tais ministros que abusam da mediunidade mistificando tudo, assim como a mediunidade de cura e outros dons que a espiritualidade  nos concede para a prática do bem ao próximo. É por isso que resolvo por às claras e à luz da razão através da Terceira Revelação, o Espiritismo, tudo o que esses pseudopastores e líderes estão fazendo dentro de suas igrejas, desmistificando assim os dons mediúnicos usados e abusados por eles de tal forma que comercializam as almas do incultos e prendem os incautos em suas redes de mentira, prometendo-lhes um céu que nem eles mesmos possuem. São nuvens sem água arrastadas pelo vento para onde esse as quer levar, são prisioneiros de espíritos maus e falsos sábios que os usam em sua mediunidade somente para o engano.

Rodrigo PNT é presbítero evangélico e admirador e estudioso da Doutrina Espírita.  

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

65 Comentários

  1. Achei bem esclarecedor o artigo, uma vez que, sempre duvidei da atribuição que se dá à anjos ou ao espírito santo. É bem razoável se tratar de animismo, ou seja, uma manifestação do espírito da própria pessoa, já que um anjo não traria uma mensagem ininteligível, sendo assim o fenômeno é uma prova ao ser que passa por ele, da existência do espirito e da vida após a morte. Deixo claro aqui que a visão da Doutrina Espirita (espiritismo nunca foi nem será religião, nem condenará outras, pois considera outras escolas) a visão de anjos e do espirito santo, espirito de verdade é bem abrangente. Além de que ressalto aos que comentaram serem de algumas religiões, que não se melindrem em conhecerem outras formas de pensar e não tenham medo da “ira” de Deus, pois Deus não é humano para ter ira contra quem se permite visitar outras escolas espirituais ou tem egoísmo como os humanos para achar que conhecer outras crenças o esta infligindo. A Doutrina acredita em pessoas melhores independente de credos e a união e respeito em esses humanos de bem.

  2. Bom dia.Achei interessante este artigo.Sou portadora de aneurismas cerebrais os quais minha tiveram Origem identificada.um foi embolizado e os demais em tratamento.Nao Sei ao certo a correlação disso com o fato de eu falar fluentemente 14 idiomas(escrita,pronuncia,leitura e audição).Aprendi muitos muitos facilmente e certifiquei-me internacionalmente em alguns.Sou professora de idiomas para brasileiros e estrangeiros.Embora minha formação academica seja Música ( Piano e Cravo), os idiomas foram um verdadeiro presente para mim concedido pelo Altissimo,Jesus,Maria e José.

  3. Olá Wilkon, achei muito interessante sua pesquisa ela ajudou-me esclarecer minha dúvida. Sou espírita a 15 anos, já tive comunicações e linguas estranhas,e, atravéz de minha intuição pensei, como você afirma nos verssículo mensionado. Às vezes até entre os espíritas contestam esta afirmação. Acho muito louvável a troca de informações entre as religiões. Devemos deixar o radicalísmo de lado e buscar uma verdade que nos liberta do hegoísmo, do orgulho, vaidade e qualquer outro sentimento que corroi nossa alma. O evangélio de Jesus a “Bíblia” estão as mensagens do Cristo. Nada mais belo e fraterno do que nós, como irmãos nos ajudarmos, uns aos outros no entendimento dos verssículo deixado por ELE. Obrigado por ser um protestante e estar com os sentimentos aberto para discutirmos o evangélio de Jesus…

  4. Muito abrigada pela matéria, me esclareceu muito. Não entendia por que tinha vontade de falar coisas que nunca ouvi, nem sossegava até começar a falar ou até cantar como se estivesse mesmo em grupo e feliz por estar saudando e cantando aquilo…

  5. Afonso, no versículo imediatamente anterior, 1 Cor 12:10, diz que o espírito dá o dom de discernir os espíritos. Ora, se é para discernir espíritos, já não cabe a ideia de que é um único espírito, mas que um mesmo espírito pode conceder esses diferentes dons a alguém.

  6. Em 1Co 12:11 diz: Entrtanto o mesmo e unico Espírito realiza todas estas açoes, e Ele as distribui individualmente, a cada pessoa, conforme deseja.

  7. Concordo com o seu ponto de vista também. Sou católico carismático e já vinha questionando e presenciando estas similaridades carismáticas em centros espíritas só que de uma maneira controlada, equilibrada, de autodomínio. Inclusive visitei um centro espírita a pedido de uma colega minha e achei maravilhoso. O Evangelho no dia era sobre vida após a morte, eu senti a presença de vários espíritos desencarnados, recebi passe, bebi água fluidificada e foi uma sensação ótima. Contudo não sinto ainda esta necessidade de ser adepto ao Espiritismo; sinto o desejo de continuar onde estou, porém com uma visão mais aberta e com sabedoria partilhando do conhecimento na minha comunidade.

  8. Ju, este artigo a que você se refere foi escrito pelo Rodrigo Pnt, conforme está exposto acima e abaixo do próprio artigo. O Rodrigo é leitor do site e colaborou com alguns artigos.

  9. Oi Felipe. Gostei do seu artigo, principalmente por você se dizer evangélico e também espírita. Durante muito tempo fui uma entusiasta do espiritismo, tudo na teoria, mas recentemente comecei a frequentar uma igreja neopetencostal, onde comecei a sentir a espiritualidade, a falar em línguas. É como se pudesse desenvolver este lado mais espiritualizado em um ambiente seguro, confesso que sempre tive medo da mediunidade. Estou me sentindo um pouco maluca, não entendo o que falo, mas o fenômeno acontece. Fui num centro espírita, mas o preconceito contra os evangélicos existe tanto quanto os evangélicos em relação aos espíritas. Conciliar estas duas pontes para mim parece o certo, são estudos complementares, e vendo que você faz o mesmo, puxa, que bacana! Adorei seu post.

  10. Georgiana, não conheço tal documentário e meu tempo não permite conhecê-lo. Mas são opiniões pessoais. O nome de Chico Xavier é utilizado por muitas pessoas para dar credibilidade às suas ideias pessoais. Algumas previsões de Chico Xavier a respeito do Brasil já se cumpriram. Isto de data limite se baseia em declarações feitas por Geraldo Lemos, que era próximo do Chico, que afirma que Chico Xavier teria revelado determinadas coisas a ele.
    Particularmente, não dou atenção a essas informações ou especulações. Preciso cuidar do que está ao meu alcance, preciso fazer o que deve ser feito. Não duvido de nada disso, mas não faço disso objeto de minhas preocupações. Acredito que temos que nos melhorarmos constantemente, independente de quaisquer novas situações que se apresentem.
    Fique com Deus.

  11. Olá Morel, boa tarde!
    Mesmo realizada e fascinada pelo caminho da doutrina espírita. Ainda que haja muito a percorrer, uma vez que luto dia a dia pela minha evolução, não posso deixar de expressar minhas dúvidas com relação a determinados assuntos, que talvez se eu me dedicasse a mais estudos, pudesse abrir mais a mente e consequentemente ampliar meus conhecimentos.
    No entanto, quando se discute com alguém com tamanha bagagem de conhecimentos como você, fica mais fácil até a compreensão, mesmo que possa haver pontos de vista diferentes em um mesmo assunto. Em especial me refiro a um documentário chamado DATA LIMITE.
    O que é isso? Crer na espiritualidade, em espíritos é uma coisa, mas crer em UFOS, seres com formas, estruturas e inteligências diferentes???
    E por que o documentário chama-se DATA LIMITE SEGUNDO CHICO XAVIER? Não sabia que o nosso amado Chico relatava assuntos dessa natureza.
    Sou ciente sim de espíritos em mundos inferiores e superiores, tudo depende do grau evolutivo. Mas crer em espaçonaves sobrevoando a terra, abduzindo pessoas… não consigo. Até que ponto a espiritualidade dá veracidade a essas relevâncias que parecem com filmes de ficção científica??
    Obrigada desde já!

  12. Fico extremamente feliz ao ver que outros irmãos, cristãos como nós espíritas, começam a despertar a consciência e abrir a mente para a terceira revelação.
    É preciso ter muita coragem para se render ao poder da razão sem, contudo, deixar de ser o que se é ou professar uma fé alheia.
    Espiritismo é antes de tudo uma ciência, ou como disse nosso querido confrade Clóvis Nunes: “uma doutrina filosófica com fundamentos científicos e consequências religiosas”.
    O mesmo vale para os espíritas ortodoxos acostumados a inverter os valores iluminados da doutrina espírita e restringir o seu acesso aos “escolhidos” do consolador prometido, esquecendo que o espiritismo é uma luz para o mundo e não só para os 3,8% dos brasileiros que se declararam espíritas segundo o censo 2012 do IBGE.
    Antes de sermos espíritas, católicos ou evangélicos, somos todos CRISTÃOS, ou pelo menos deveríamos ser vistos como seguidores do Cristo.
    O espiritismo não é a religião do futuro, mas o futuro das religiões, sendo necessário para isso “Unir sem fundir e distinguir sem separar” conforme nos disse o espírito João de Aruanda, pelas mãos do médium Robson Pinheiro.
    Felicito o amigo Rodrigo pelo corajoso artigo desejando muita paz.

  13. Tem coisas estranhas que acontecem comigo também, eu falo em línguas estranhas, principalmente quando estou com problemas, invoco a Deus e após muita busca por consolo eu começo falando em línguas que nem eu sei como acontece, só sei que me dá muita paz e me dá força, me renova e me enche de esperanças, principalmente quando sinto que está tudo perdido. Também às vezes me vejo cantando uma música em uma língua que não conheço e que me dá muita saudade, de algo que não sei o que é, não sei se é de alguém, de algum lugar, ou se é de um grande amor que não é deste mundo, ou que eu já tive. Às vezes tenho impressão que já vivi em outros tempos, às vezes até os acontecimentos se fundem fazendo parecer que eu já passei por aquele momento em outras ocasiões. Por isso acredito que devemos respeitar a fé dos outros. Quando criança tinha premonições, sentia que algo ia acontecer e acontecia, previa coisas que me faziam sofrer muito, até a morte de minha irmã eu sabia que estava perto e sabia a forma exata que meu pai iria morrer. Não sei explicar como isso acontecia, mas sofria muito com isso. Só Deus sabe que não estou mentindo. Tenham uma boa tarde.

  14. Letícia, o Rodrigo é leitor do site e colaborou com alguns artigos que achei interessantes e publiquei. Eu não interpreto sonhos; sinto muito.

  15. Olá, aguardo resposta sobre o sonho que tive.
    Obs.: Essa noite sonhei que passei por um memorial da virgem Maria e nesse momento, falei em línguas de novo.

  16. Eloisa, é muito comum termos ligações anteriores com as pessoas com quem nos relacionamos. Reencarnamos próximo de espíritos com quem temos reajustes a fazer. A família é o laboratório espiritual, é no lar que encontramos os nossos maiores desafios. Temos que ter em mente que Deus, em sua infinita sabedoria, nos coloca no lugar mais certo, no tempo certo, juntos às pessoas certas para o nosso aprendizado e desenvolvimento moral. Por maior que seja a dificuldade, saiba que o seu papel é importante e que as lições que você tirar desta experiência farão parte de você para sempre.
    Quanto ao álcool, leia o seguinte artigo: http://www.espiritoimortal.com.br/espiritismo-alcool-e-drogas/

  17. Sou evangélica há muitos anos e encontrei na doutrina espírita respostas para minhas dúvidas que a igreja não explicava. Acredito na vida após a morte, sei que há ligação entre espíritos encarnados e desencarnados, busco explicação para minha vida, estou no terceiro casamento e meu atual marido é alcoólatra, quando bebe é como se espíritos se apossassem dele. Eu queria entender se foi meu livre arbítrio que me levou a me envolver com ele ou se Deus nos aproximou para que eu possa ajudá-lo a se libertar. Ele tem conhecimento do evangelho e também crê no espiritismo, mas não tem força pra resistir às tentações dos vícios, sabe que é induzido por espíritos inferiores. Não sei como lidar com a situação, quando ele bebe fico nervosa e acabamos brigando, mas não quero desistir dele, sei que Deus tem plano de salvação.

  18. Olá, Rodrigo, tudo certo?

    Então, costumo ter sonhos e muitas das vezes, sei que não são apenas sonhos, mas projeções. Esses dias, dormindo, fui a uma casa (antiga, se não me engano) e “expulsei” espíritos negativos que lá permaneciam. Em um momento, também, uma mulher (acho que estava encarnada) desceu uma escadinha em frente à porta da casa e comecei a falar em línguas com ela, tinha uma energia muito grande em mim. Ela era meio ruim, não sei, já que a mensagem que passei era algo sobre mudança/reforma intima e pelo o que sabia sobre ela. Ainda nessa casa, orei de olhos fechados, senti que todos espíritos tinham ido, menos o de uma mulher, que me ironizou, dizendo iria sair e não saiu. Às vezes ficava invisível, às vezes parecia, mas sempre sabia que ela estava ali.
    Em alguns momentos nessa casa, uma avó e uma tia minha apareceram. As duas me passavam algo ruim. Lembro era como se minha avó fizesse simpatia pra algo ruim acontecer, mas ela é kardecista e não acho que faria esse tipo de coisa. Já minha tia, não lembro o que fez.
    Depois, mudou o local. Fui parar na casa da minha avó e estava deitada, num quartinho que tem lá. Olhei para os meus pés e vi um monte se inseto pequeno, todos sugando meu sangue. Fiquei arrancando-os. Horrível.
    Poderia me ajudar a interpretar/saber o que esse “sonho” quis me mostrar, se é aquilo mesmo ou tem algo mais profundo do que imagino?
    Desde já, grata!!!
    😀

  19. Morel Sou Uma Criança De 10 Anos Ontem De Noite Eu Estava Dormindo E Ai Eu Comesei A Falar Uma Lingua Estranha Apesar De Eu Falar Outros Idiomas Mas E Minha Mãe E Minha Vó Ouviram Eu Falar Parecia Que Eu Estava Falando Com Outra Pessoa Minha Mãe Tentou Me Acorda Mais Eu Não Tinha Reação Continuava A Falar Hoje De Manhã Que Eu Fui Saber Por Que Eu Não Sabia Que Eu Tinha Feito Isso ! Quando Eu Fui A Igreja Evangelica A 3 Ou 4 Vez Eu Acabei Escultando Uma Mulher Falar Com Outra Mulher Em Uma Lingua Estranha Perguntei O Que Era Ai Ela Me Disse Que Era Um Dom Que Ela Recebel De DEUS e Era A Lingua Dos ANJOS Ai Depois Disso Sempre Quiz Falar Ai Ela Me Encinou Algumas Palavras.
    Eu Adorei O Senhor Ter Me Ajudado Com A Reposta Obrigado .

  20. Yvo, isso pode ser algum personagem que seu espírito animou em outra vida, talvez um caso de sonambulismo, precisa estudar para que você possa compreender melhor. Eu não tenho muito a dizer, talvez o Morel possa te aconselhar melhor, fique na paz.

  21. Não é a primeira vez que ocorre comigo o que vou descrever:

    Tem vezes que sonho que estou numa casa abandonada, local escuro, sempre sinto uma presença maligna nesse local, algo muito forte e sempre entro em contato e atrito com esse algo maligno.

    Nesse momento minha esposa diz que começo a falar em outra língua (ela não sabe identificar), outro detalhe é que não parece ser eu, minha voz muda, a primeira vez ela pensou ter alguém no quarto, é uma voz completamente diferente da minha. Ela diz que parece ser uma reza, algo sofrido.

    Ela sempre me acorda e lembro perfeitamente dos acontecimentos no sonho.

  22. Obrigada pela resposta, Morel. Vou começar a estudar mais o espiritismo, para poder ser mais útil no desígnio que Deus me deu. Você me ajudou muito com a sua resposta, pois já vinha pensando parecido.

  23. Patricia, respeito os evangélicos e admiro muitos aspectos da sua crença e da sua postura. Mas sustentar que a Bíblia condena o contato com os espíritos é desconhecimento da própria Bíblia. Se o contato com os espíritos fosse proibido por Deus o próprio Jesus deveria ser condenado, pois “contatou” com o espíritos de Moisés e Elias.
    A proibição de Moisés se referia a um determinado contexto que não pode ser aplicado como norma geral. Quando Moisés proibiu o povo de invocar os espíritos o povo vinha de séculos de deturpação moral e de uma mistura de crenças que precisava ser abolida para que o ensino de Moisés se estabelecesse. As pessoas consultavam os espíritos familiares, ainda muito materializados, para qualquer coisa corriqueira, para banalidades do dia-a-dia. Isso é francamente rejeitado pelo Espiritismo. Há na Doutrina Espírita insistentes recomendações para que não se pretenda fazer da comunicação com os espíritos um balcão de negócios ou transformá-los em oráculos ou informantes.
    Imagino a delicadeza da sua situação, mas acima de tudo estão os valores nos quais acreditamos.
    Que Deus nos ilumine sempre.

  24. Olá, boa noite.
    Lia livros espíritas, quando mais jovem, mas sentia um vazio, e após um certo problema em família, me converti evangélica. Gosto dos cultos, da pregação e de ler a bíblia sagrada. Sou batizada nas águas e no Espírito Santo, mas desde criança, sonho com espíritos, faço viagens astrais, me comunico com espíritos. Tentei seguir o caminho evangélico, mas sinto que o Espiritismo está me chamando para algo muito maior. Tinha medo de estar fazendo algo errado ou que eu desagradasse a Deus. Pois a bíblia condena contato com espíritos. Agora, peço a Deus que me oriente pois vou deixar fluir a minha espiritualidade se assim Deus permitir e começarei a estudar o Espiritismo. Infelizmente, os evangélicos falarão que eu estou endemoniada, por isso não falo sobre esse assunto aos crentes, apenas com os espíritas que me compreendem e não me condenam. Obrigada, Patricia.

  25. “Tudo que verdadeiramente existe são somente DEUS e o que vem de DEUS; Sendo DEUS a PERFEIÇÃO, tudo que DEUS CRIOU é PERFEIÇÃO também.” Aqui está a VERDADE MÁXIMA de que todos nós somos Filhos de DEUS, portanto, somos Deusinhos. Em Gênesis cap.1 está muito claro isso; Deus criou o reino mineral, vegetal e animal em toda sua perfeição e prosseguiu sua obra dizendo: “Façamos o homem à Nossa Imagem, segundo a Nossa Semelhança e tenham eles em sujeição por herança, tudo que foi criado por Mim por toda a terra; e DEUS passou a criar o homem à Sua Imagem, à Imagem de DEUS o criou; macho e fêmea os criou; Depois, DEUS viu tudo o que tinha feito, e eis que era muito bom.” Apesar de estarmos sob o jugo da carne podemos discernir que sendo pais, nós sempre almejamos o aprimoramento dos nossos filhos para que sejam vitoriosos e um dia alcancem a excelência, nos enchendo de contentamento, alegria e sentimento de dever cumprido; Se somos assim é devido à nossa Origem que é DEUS, e Êle, sendo o PAI onisciente, onipotente e onipresente se Alegra quando sua obra suprema desperta para esta VERDADE: HOMEM FILHO DE DEUS e passa a manifestar sempre e onde quer que esteja, os atributos D’ÊLE: A SABEDORIA infinita de DEUS, o AMOR infinito de DEUS, a Vida infinita de DEUS, a PROVISÃO infinita de DEUS, a ALEGRIA infinita de DEUS e a HARMONIA infinita de DEUS, por isso Jesus Cristo nos disse que poderíamos fazer as suas obras ou maiores que as que Ele fêz. Muitos despertaram para esta VERDADE e projetam aqui no planeta terra o MUNDO MARAVILHOSO CRIADO POR DEUS, vivendo aqui e agora o PARAÍSO, mas muitos ainda se arrastam nesse momento pelos purgatórios e infernos terrestres pois não despertaram para esta VERDADE recebida por inspiração em línguas e profetizações DE QUE O PARAÍSO É AQUI E AGORA E NÃO ALHURES. Muito Obrigado.

  26. Alguém já participou de uma reunião mediúnica? Eu já, e por diversas vezes; nessas reuniões, já ouvi médiuns (cidadãos em transe) falando em línguas ininteligíveis tambem em inglês, francês, espanhol, árabe e muitas outras. Esses médiuns estavam sempre sendo monitorados pelo presidente da reunião mediúnica que não entrava em transe, estando sempre pronto para dar, se necessário, suporte espiritual aos médiuns durante e após as manifestações. Quando estudei a passagem da Bíblia que está em ATOS cap.2 v. 1 a 21; pude perceber imediatamente que se tratava de uma explanação de uma reunião mediúnica dos apóstolos de Cristo há 2000 anos atrás. Fiquei em êxtase e me perguntando por que é tão difícil o consenso entre as pessoas por tão grande VERDADE. Muito Obrigado.

  27. JESUS NUNCA FALOU EM RELIGIÃO, SOMENTE DEIXOU DOIS MANDAMENTOS DE SUMA IMPORTÂNCIA PARA NÓS: AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AO PRÓXIMO COMO A NÓS MESMOS…

  28. Também não quero discutir com pessoas que pretendem comprovar a sua opinião a todo custo, pois já vi que muitas pessoas de mente aberta compreendem bem essas verdades. Para mim é o que basta, vou continuar escrevendo para aqueles que querem ouvir. Paz a todos.

  29. Querido Flávio, evito discussões, pois quando discutimos queremos apenas provar que estamos certos. Você não quer acreditar no que eu acredito; eu não quero acreditar no que você acredita. Nos respeitamos e estamos bem assim. Poderia responder uma a uma das suas alegações com argumentos tirados da própria bíblia, já que é nela que você se baseia. Não vou fazer isso. Noto apenas um insensatez nas suas próprias colocações: Se em Deuteronômio Deus proíbe a consulta aos espíritos dos mortos, por que você afirma que nenhum médium recebe espíritos, mas demônios? Se Deus proibiu, em algum momento, a consulta aos mortos, é porque é possível consultá-los; ou será que Ele faria proibições para coisas impossíveis? Você conhece a origem da palavra demônio? Origina-se de daimon, do grego, que quer dizer… espírito.
    Fique com Deus.

  30. Eu sei que vão dizer que demônios, segundo o espiritismo, são espíritos atrasados. Na verdade são anjos que caíram juntamente com Satanás formando seu exército. A bíblia de capa a capa não tem nenhum ensinamento que argumente a doutrina espírita que nada mais é a opinião de um homem (Kardec). A Bíblia é a própria palavra de Deus escrita sim por homens mas inspirada por Deus (II Timóteo 3:16), perfeita, não precisa de acréscimo, emenda nenhuma. O Espírito Santo que é também Deus capacita, auxilia no entendimento daqueles que buscam conhecer sua palavra. É uma questão de fé, é preciso crer em Jesus Cristo como único e suficiente salvador, confiar plenamente nas Escrituras Sagradas, no poder transformador do Evangelho e vivenciar o agir sobrenatural de Deus dia após dia. Infelizmente mesmo no meio evangélico está cada vez sendo menos ensinada a palavra de Deus pura e simples.

  31. Amados do Senhor, como cristão que crê na palavra de Deus, a doutrina espírita é totalmente contrária ao mandamento do Senhor, pois Ele nunca autorizou a consulta a mortos (Deuteronômio 18:10-12), não há reencarnação e sim ressurreição (I Coríntios 15), pois Jesus é o próprio Deus que veio a este mundo para morrer pelos nossos pecados salvando-nos da morte e fazendo-se o único caminho que leva a Deus. E não há outra doutrina além da palavra de Deus, mesmo porque vocês que já conhecem a palavra já devem saber disso. Toda a pessoa é salva e aceita por Deus por meio da fé em Cristo (Efésios 2.8) e isso implica em obediência aos ensinamentos da bíblia. Quem é evangélico sabe que nenhuma alma fica vagando por aí (isso é doutrina ou pensamento que um homem inventou), quando morremos o corpo retorna a terra e o espírito volta p/Deus que o deu (Eclesiastes 12:7). Nenhum médium recebe espírito de pessoa alguma a não ser de demônios que tem poder p/enganar, imitar vozes, caligrafia, etc(I Timóteo 4.1 e Colossenses 2:8-15). Respeito a opinião de cada um, apenas desejo registrar a minha pois “certamente a palavra da cruz é loucura p/os que se perdem, mas para nós q somos salvos, poder de Deus (I Coríntios 1:18) e também de acordo c/ II Timóteo 4 1:5 ” Na presença de Deus e de Cristo Jesus, que julgará todos os seres humanos, tanto os que estiverem vivos como os que estiverem mortos, eu ordeno a você, com toda a firmeza, o seguinte: por causa da vinda de Cristo e do seu Reino,
    pregue a mensagem e insista em anunciá-la, seja no tempo certo ou não. Procure convencer, repreenda, anime e ensine com toda a paciência.
    Pois vai chegar o tempo em que as pessoas não vão dar atenção ao verdadeiro ensinamento, mas seguirão os seus próprios desejos. E arranjarão para si mesmas uma porção de mestres, que vão dizer a elas o que elas querem ouvir.Essas pessoas deixarão de ouvir a verdade para dar atenção às lendas. Mas você, seja moderado em todas as situações. Suporte o sofrimento, faça o trabalho de um pregador do evangelho e cumpra bem o seu dever de servo de Deus.” Que o Senhor Deus abençoe a todos.

  32. Há evangélicos que buscam a fé raciocinada propagada pelo espiritismo e há espíritas que precisam da pregação e da energia da igreja evangélica. A junção dessas duas características fará bem a milhões de pessoas.

  33. Realmente você acha que existe essa possibilidade, Morel? Acha que existem muitas pessoas com esse ideal?

  34. Achei que só eu havia procurado essa tal igreja evangélica-espírita, talvez futuramente possamos começar isso, né.

  35. Que a paz do Senhor esteja com todos vocês!
    Adorei o artigo. Gosto dos cultos evangélicos, da fé positiva e não conformista e, também, conheço o kardecismo.
    Para mim o kardecismo explica, entre outras coisas, a parte prática dos fenômenos e permite compreender certas situações que não são explicadas em pormenores pela Bíblia.
    Na minha cabeça e coração não há contradição entre uma coisa e outra. Pena que muitos religiosos sejam tão preconceituosos e desinformados, colocando medo nas pessoas que não têm sequer coragem de conhecer a doutrina espírita. Durante muito anos conheci e estudei muitas vertentes religiosas, e no final, me defino como uma “evangélica-espírita”.
    Já até procurei alguma “Igreja” que conjugasse os dois pensamentos, mas não encontrei nenhuma… rsrsrsrs.
    Fiquem com Deus!

  36. Mais outra evangélica-espírita. Bonito ver este movimento de convergência religiosa contra o verdadeiro pecado que é a separatividade. Eu não vejo contradição alguma entre a Bíblia e a doutrina espírita. Todos os fenômenos psíquicos descritos na Bíblia podem ser compreendidos de forma mais “prática” através do estudo de outras filosofias e religiões, entre elas o Kardecismo. Tudo é um grande holograma e cada pecinha encaixa perfeitamente. Na igreja evangélica, descobri como se pode ser mais afirmativo na fé. Acho isto importante e Jesus tem me mostrado isto dia após dia. Meu sonho seria uma Igreja Evangélica Espírita… rsrsrsrs onde as pessoas soubessem realmente do que estão falando sem preconceitos religiosos. Quem sabe um dia, né?
    Fico feliz por ter encontrado vocês! A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos vocês!

  37. Católico, espírita, “pentecostal” seguem as mesmas doutrinas, não vejo outra explicação senão cegueira espiritual, só Deus pra ter misericórdia e abrir os olhos dessas pessoas, ainda usam a bíblia pra tentar apoiar crenças populares com versículos isolados, leia a carta de Paulo aos coríntios a partir do cap. 12 que onde começa o assunto sobre dons espirituais, e vai ver que o dom de língua não tem nada a ver com o que pregam por aí, atos 2 deixa claro o assunto, que as línguas ali foram idiomas. Respeito todas as crenças, só fico triste de usarem a palavra de Deus pra promover algo que ela não ensina.

  38. Boa noite! Maravilhoso ver o pensamento espírita se propagando em todos os meios religiosos, filosóficos e científicos.
    Como os Benfeitores mesmo dizem: Não há paredes ou biombos no outro lado da Vida.
    Em todas as moradas e pousadas de Deus há lugar para suas leis.
    Votos de muita paz!

  39. Obrigado Marilda pela crítica. Que a espiritualidade maior venha te iluminar a fim de compreender melhor as verdades espirituais, assim como nesse meio és compreendida. A paz de Jesus.

  40. Muita luz a todos! Parabéns ao Rodrigo pela coragem de manifestar sua opinião sobre os conceitos da Doutrina Espírita, pesquisou a fundo e pelo conhecimento elevado das virtudes do alto, pode transmitir a nós espiritas um conteúdo tão rico que a maioria de nós considerados espíritas talvez ainda não somos possuidores. Sou filho de Mãe adorável Evangélica e Pai Espírita, sendo a esposa católica. Vivemos em harmonia, pois respeitamos o ideal religioso uns dos outros. Quando achamos que somos únicos possuidores da verdade e desrespeitamos os demais irmãos de Fé, aí é que estamos mais distantes dela!! Estamos próximos do tempo em que o Amor irá suplantar todas as barreiras e conflitos íntimos da religiosidade e logo teremos uma única religião se podemos assim denominar.
    Muita Paz!!

  41. Quanta besteira, quanta enganação, a única coisa que tenho a dizer. Meu Deus e Meu Pai tenha misericórdia dessas pessoas.

  42. Gostei de ver que os irmãos evangélicos, católicos e espíritas podem, sim, compartilhar de seus conhecimentos e ações. Afinal, acima de tudo, somos todos ALUNOS DE JESUS. Abraços

  43. O mérito do texo é do Rodrigo, seu autor. E sou eu quem deve agradecer pela sua atenção. Obrigado, Dayse.

  44. Saudações Morel,

    Ótimo texto, explicativo e crítico.
    Quando eu tinha uns 15 anos, em uma oração comecei a rezar em línguas, mas eu estava “consciente” tanto que aquilo me assustou e parei de orar. Nunca frequentei nenhuma igreja, religião ou doutrina, na época não sabia o que era. Foi uma experiência interessante que nunca mais tive.

    Obrigada pelo texto e atenção,
    beijos

  45. Bom dia Morel, parabéns pela abertura do seu espaço para outras fontes e parabéns Rodrigo pelo texto. Nossa, gostei muito, eu que também sou evangélica-espírita rsrs, ficava muito curiosa para saber como se dava o processo do falar em línguas já que também falo e o seu texto me trouxe a “revelação”. Ainda não li o Livro dos Médiuns mas vou ler o mais breve possível. A paz do Cristo para todos.

  46. Bem, sabemos que conhece-se a árvore pelos seus frutos. Parabéns Rodrigo, pois pela qualidade de seu fruto, tenho certeza que alimentarás muitas vidas. E parabéns Felipe, por repartir esse espaço tão nobre, enriquecendo-o ainda mais. Muitas luz para vocês.

  47. Rodrigo, muito bonita a sua história, eu não tenho mediunidade ostensiva, minha passagem para o espiritismo se deu pela internet, pesquisando não lembro o quê, fui parar em um site onde um apologista espírita explicava todos os argumentos contrários ao espiritismo usado pelos católicos e evangélicos, fui lendo argumento por argumento sendo derrubado pela lógica e pelo bom senso e fiquei pasmo como eles eram frágeis, depois visando tirar a prova dos 09 parti para uma tarefa: ler os livros de kardec a saber afinal o que era o espiritismo na fonte, li um livro por mês e em poucos meses estava plenamente “convertido” (se posso usar essa expressão). O mais curioso aconteceu depois: O site onde eu tive meu primeiro contato com o espiritismo desapareceu misteriosamente, se chamava “espiritismo é cristão”, mas não me lembro em que servidor estava, mas não o encontrei mais… parece que ele ficou o tempo necessário para que eu conhecesse…

  48. Já comigo, Jorge, se deu assim. Um dia descobri o Livro dos Médiuns, por onde comecei a estudar o espiritismo e fiquei atônito como ali explicava racionalmente as mediunidades que se manifestavam em mim, as quais eu pensava que eram dons, pois assim havia aprendido, a psicofonia que relatei acima, a segunda visão e outras que manifestava na igreja como dom do Espírito Santo. Mas quando li sobre a psicografia me deu uma vontade irresistível de escrever e me pus a escrever como Kardec falava, foi uma mensagem muito bonita e caridosa, pena que eu não tenha mais e no final deixou um nome, sim, um nome que eu não conhecia. GABRIEL DELANNE, quando escrevi com um “N” logo me falou ao ouvido não é com um “n” e sim com dois “ENES”, depois passou algum tempo. eu estava na biblioteca pública aqui de Curitiba na sessão espírita e uma voz me falou: olhe ali aquele livro, quando me aproximei da prateleira pude contemplar uma obra científica de Gabriel Delanne, o mesmo nome com dois enes, então tive certeza que tudo aquilo era real, foi assim. Muita paz a todos.

  49. Eu era evangélico mas acho que a maioria (senão todos) fazem isso escondidos de seus líderes… na verdade comigo é assim: aceito 100% a filosofia espírita, mas me sinto bem em cultos evangélicos quando vou… até assisto a alguns programas na TV, mesmo discordando da doutrina aprecio as mensagens bíblicas e aproveito o que vejo que é bom… só não concordo quando eles passam para o sectarismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.