Colaboradores

Não colocar a candeia debaixo do alqueire

candeia sob o alqueire
Devemos compartilhar a luz…

ARTIGO DE AUTORIA DE ANA BLUME

O ingressar no estudo do Espiritismo é, por si, uma missão. Imbuídos de centenas das respostas às perguntas que assolam a alma da humanidade há séculos, temos o dever de “não colocar a candeia debaixo do alqueire” e partilhar, o quanto for possível, de tais conhecimentos.

O espírito Erasmo, em breves mas preciosas linhas do Evangelho segundo o Espiritismo, nos convida à pregação dos princípios divinos, com amável atenção ao conhecimento da reencarnação, conceito fundamental da Doutrina Espírita.

Tal pregação, porém, não será necessariamente o falar às grandes multidões. Para tal trabalho, não será nem mesmo necessário ter as qualidades do bom orador ou os méritos adquiridos nos cursos de expositor. Pregaremos aos nossos conhecidos, a nossos parentes e amigos, através da conversação gentil, respeitando sempre o livre-arbítrio alheio.

Em nosso tempo de mídias sociais, em que a comunicação atinge patamares outrora desconhecidos, a difusão do conhecimento que adquirimos através do estudo do Espiritismo torna-se ainda mais simples.

Diremos talvez palavras que se perderão na recusa e no desinteresse, mas não devemos deixar que o desânimo nos atinja: haverá sempre alguém para escutá-las, encontrando nelas o tão esperado consolo.

As palavras, porém, não são a única forma: nossas ações falam sempre muito mais alto. De nada adiantarão as pregações vazias, exigindo do outro a resignação e a humildade, quando nós mesmos não agimos de acordo.

A mensagem que proferimos deverá também ser ouvida e seguida por nós mesmos. Desta forma, ao ver-nos resignados diante do sofrimento, cheios de fé e alegria pela tão rara chance do aprendizado através da reencarnação, aqueles que nos rodeiam terão diante de si a prova viva da veracidade das ideias e princípios pregados.

Falemos, sempre com a esperança de que nossas palavras não serão perdidas, mas, acima de tudo, façamos de nossas vidas a própria pregação.

Ana Blume é estudante de Sociologia e espírita desde os 7 anos – Idealizadora do blog “O Evangelho Segundo o Espiritismo Simplificado”

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

3 Comentários

  1. Ana,
    Quando eu “crescer” quero escrever como você. Parabéns pela simplicidade e clareza com que você escreve sobre essa doutrina maravilhosa. Vou usar trechos em estudo na Casa Espírita sem deixar de mencionar a autoria, é claro. Muita paz!

  2. Olá Ana,
    Gostei muito da sua interpretação sobre “Não colocar a candeia debaixo do alqueire”. Muitas vezes lemos várias vezes o mesmo texto e não absorvemos o que está explícito, talvez por achar que as coisas são complicadas e difíceis, ou por não querermos ver o compromisso que abraçamos quando nos comprometemos com algo. Que você esteja sempre receptiva aos Bons ensinamentos. Que Jesus te abençoe.
    Abraços fraternos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.