Comportamento, Leis cósmicas, Mentalismo

Você pode harmonizar e pacificar as pessoas

mulher na praia

Morel Felipe Wilkon

Artigo publicado originalmente em 20/08/2012

Ouça este artigo na voz do autor

Você tem a capacidade e a responsabilidade de harmonizar e pacificar as pessoas que compõe seu grupo de convívio.

Você está satisfeito com a sua contribuição ao mundo? Você acha que a sua parte já está de bom tamanho? Seria um erro pensar que somos pequenos para contribuir com o mundo. Você é espírito imortal, não é? Jesus Cristo, Ghandi, eu, você, o presidente dos Estados Unidos, todos somos espíritos imortais. Todos nós temos a mesma natureza de filhos de Deus, feitos à sua imagem e semelhança. Portanto, somos perfectíveis. Podemos contribuir. Se consultarmos a consciência, não só podemos, como devemos contribuir.

Talvez você já esteja se esforçando bastante, talvez suas responsabilidades já estejam exigindo muito de você. Há situações que realmente nos consomem bastante energia. Só não devemos esquecer que a energia é potencialmente infinita.

Você pode harmonizar e pacificar as pessoas

Existem pequenas coisas que podemos fazer em nosso pequeno mundo sem precisar de condições especiais. Uma dessas coisas é a harmonização dos ambientes em que permanecemos a maior parte do tempo. Nossa casa, nosso local de trabalho ou estudo.

Você contribui com o seu pequeno mundo à medida que faz algo em benefício das pessoas à sua volta, das pessoas que convivem com você no cotidiano. E isso só depende de você!

Nós somos protagonistas desse momento histórico! Por que “nós”? Por que nós despertamos para a realidade da reencarnação, que demonstra os resultados da Lei de causa e efeito. Colhemos o que plantamos. Estamos imbuídos da necessidade de realizar nossa reforma íntima. Se você não tivesse o menor interesse em ajudar o próximo, se você só se preocupasse consigo mesmo, não estaria perdendo o seu tempo lendo um assunto como esse; não gastaria cinco minutos do seu precioso tempo visitando este site.

Você tem a capacidade e a responsabilidade de harmonizar e pacificar as pessoas que compõe seu grupo de convívio. Como você faz isso?

Com o exemplo: Supere a si mesmo, nem que seja um mínimo de cada vez. A capacidade é um estado de espírito como qualquer outro. Acredite em sua capacidade e dê bons exemplos de conduta. Faça o que sabe que deve ser feito. Não tenha vergonha de ser bom. Não se preocupe se você parecer sem graça no começo. Poucas pessoas estão acostumadas com a ética e as atitudes corretas.

Com atitude positiva: Você pode, em pouco tempo, se tornar conhecido por sua atitude positiva diante da vida. Enaltecendo as qualidades do próximo ao invés dos defeitos; evitando falar mal dos outros; vendo o lado positivo das pessoas e das situações; valorizando a saúde e não a doença; elogiando em vez de criticar.

Com amor: Você conhece a diferença entre amar e gostar? Amar é desejar todo o bem possível, e isso você pode fazer. Deseje só coisas boas para todos os que o cercam, independente de gostar deles ou não.

O amor move o mundo, pois o amor é ação. Gosto muito do pensamento oriental, de suas filosofias e meditações. É realmente fascinante. Mas nossa realidade é extremamente dinâmica. Precisamos resolver as coisas através da ação. E amar é agir. Desejar o bem firmemente para os que convivem conosco, mesmo (e principalmente) para os mais difíceis, é um poderoso antídoto contra o desânimo e a falta de energia.

Já disse há pouco que a energia é potencialmente infinita. Ela está em toda parte. Nós temos a capacidade de absorvê-la pelo poder da vontade. Experimente! Imagine seu corpo absorvendo energia do Cosmos, do mar, das estrelas, do Sol. Sinta-se como um grande e potente ímã, atraindo irresistivelmente a energia esparsa no universo. Do mesmo modo, você é capaz de exteriorizar energia para o ambiente e para as pessoas que o cercam.

Talvez você já faça a sua parte, quem sabe até esteja sobrecarregado. Mas nenhuma dessas atitudes citadas dependem de condições especiais. Dependem da sua vontade. Se você parar para pensar, poderá se surpreender com quantas coisas dependem exclusivamente da sua vontade.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

9 Comentários

  1. Leticia, a palavra resgate nos dá a ideia de dívida. Quando pagamos um empréstimo ou quando quitamos uma hipoteca num banco estamos resgatando esse empréstimo ou hipoteca. Assim, quando dizemos que temos um resgate com uma pessoa, quer dizer que numa existência anterior contraímos uma dívida para com ela. Fizemos algo que a prejudicou ou deixamos de fazer algo que a beneficiaria muito e que estava plenamente ao nosso alcance fazer. Assim como hoje praticamos erros e acertos com as pessoas que nos cercam, no passado, em outras existências, também praticamos erros e acertos, conquistamoss afetos e desafetos. Temos que considerar que a nossa existência atual é o nosso melhor, é o máximo que já fomos capazes de alcançar. Então, se hoje ainda somos muito imperfeitos, obviamente no passado fomos ainda mais imperfeitos. Conforme vamos nos conscientizando das nossas imperfeições e da nossa necessidade de nos melhorarmos, vamos recebendo oportunidades de reajuste com os espíritos que prejudicamos em outras existências. O Universo é harmonia. A harmonia deve reinar sempre. O que desarmonizamos um dia, mais cedo ou mais tarde teremos que rearmonizar. Um abraço.

  2. Olá Morel! Excelente texto. Sempre que leio seus artigos em busca de respostas para atitudes de determinadas pessoas, ou situações acaba que eu fico pensando mais em meus próprios defeitos. Puxa, como eu erro, e são coisas estúpidas! Sou tão imperfeita, a tanto pra mudar… bom, estou no caminho. Tenho uma pergunta a lhe fazer: o que significa ter um resgate espiritual com uma pessoa? Obrigada! Que deus te ilumine sempre! Um abraço.

  3. Adorei o texto. É a primeira vez que vejo esse site e vou estar sempre vendo, sou espírita e gosto de estar lendo e estudando assuntos como os aqui abordados, um abraço.

  4. Ricardo, poder, você pode. Mas em sua consciência ficará gravado que você mentiu e foi desleal. Quando mentimos ou fazemos algo escondido estamos fazendo isso, em primeiro lugar, para nós mesmos. Nossos pensamentos, palavras e ações ficam arquivados em nosso subconsciente. O subconsciente não raciocina, não analisa, não se questiona. Quem faz isso é a mente consciente. Quando mentimos, então, o subconsciente aceita essa informação como normal, aceita a mentira como algo válido, e, com o tempo, deixamos de acreditar em nós mesmos. Não nos levamos mais a sério, mesmo que não percebamos isso. É o caso de pessoas que prometem fazer regime, ou parar de fumar, ou voltar a estudar, e que nunca tomam uma atitude. Seu subconsciente acostumou-se com a mentira e não leva a sério as determinações do consciente.
    Além disso, o sentimento de culpa provocado pela traição é porta de entrada para espíritos obsessores. Assim como sempre há pessoas (espíritos encarnados) dispostos a nos prejudicar, se permitirmos, também há espíritos desencarnados dispostos a nos prejudicar. Mas os espíritos só têm acesso a nós quando nós permitimos a sua influência entrando em sintonia com eles, pensando e sentindo como eles.
    Pelo que entendi, esse passado dela a que você se refere foi antes de você conhecê-la. Se você acha que ela é experiente demais, deveria procurar alguém que não tenha experiências. Você não tem absolutamente nada a ver com as experiências passadas dela. Todos nós já tivemos inúmeras reencarnações, e nem fazemos ideia do que já vivemos. Que importa o que ela fez antes de você surgir na vida dela? O que ela tem para lhe oferecer hoje não é bom? Você diz que a amou e respeitou. Isso também é passado. E no presente, você a ama e respeita?

  5. Morel, tenho namorada há 10 anos, mas me sinto muito atraído por uma pessoa e sei que sou correspondido, minha namorada já viveu muita coisa sem mim, sofri muito mas sempre a amei… bebia, saía sozinha e até foi morar para o exterior, então me pergunto… por que não posso viver algo meu? Uma história, mesmo que por diversão… sempre fiz minha parte com ela, respeitei e amei profundamente…

  6. Obrigada, obrigada… me ajudou muito ler essa mensagem hoje. Desejo todo bem possível a você, colaboradores do site e aos visitantes que, como eu, têm aprendido tantas coisas aqui.
    Muita luz!

  7. Muito bom texto, às vezes perdemos oportunidades valiosas e outras, quando conseguimos enxergar a tempo, uma palavra amiga, um pedido de desculpa, é gratificante sentir esse bem-estar.

  8. Oi Morel mais uma vez aqui estou a pensar nas suas palavras. E aliás quando você diz que não precisa de condições especiais para agir em conformidade com o bem, concordo plenamente. Sabe tenho aprendido com experiência de vida que os bons exemplos falam direto ao coração. O mundo tem se perdido em palavras, e quase sempre as mesmas são apenas adornos, que logo perde o valor ante os exemplos no mínimo contraditórios. É mesmo verdade que podemos fazer algo no meio em que fomos chamados a estagiar, gentilezas, um obrigado, um instante de atenção, mesmo que as obrigações nos consumam o tempo e as energias. Tenho aprendido a falar de Jesus com atitudes, ainda que pequenas. Na verdade certas atitudes causam espanto e incompreensão, pois fogem às regras banalizadas atualmente, seja ante a família, seja diante da natureza necessitada de cuidados especiais, ou no trabalho, onde passamos a maior parte do tempo na companhia de pessoas diferentes, com pensamentos divergentes dos nossos muitas vezes, enfim, em uma sociedade onde o pensar no próximo soa estranho. Outro dia assisti estarrecida uma cidadã assalariada (uma diarista) dispensar uma contribuição do governo por entender que há pessoas mais necessitadas do que ela. Justíssima atitude, não é? Para nós sim, sabemos que a consciência é nossa bússola e portanto essa atitude é puramente cristã. Mas quem não conhece as máximas do Cristo fica perdido, pois o que impera é a lei da vantagem em tudo, uns sobre os outros sem a menor preocupação com o próximo. Podemos e devemos dar o melhor de nós, em nosso favor e em favor dos que caminham conosco nessa jornada abençoada. Belo texto companheiro. Abraços…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.