Comportamento, Mídia e sociedade

A falta de instrução e o Espiritismo

Criança pobre na escola

O Espiritismo nos diz que fomos creados simples e ignorantes. A crônica falta de instrução no Brasil tem mantido muitos na ignorância.

A História é contada pelos vencedores. A Guerra do Paraguai foi uma união covarde entre Brasil, Argentina e Uruguai contra o Paraguai. Mas nos ensinam que se uniram para derrubar um ditador, Solano Lopez. As Cruzadas foram movidas por interesses escusos, mas nos ensinam que foram defender os lugares santos onde Jesus havia vivido. As pirâmides do Egito foram erguidas por milhões de escravos das mais diversas nacionalidades, mas nos ensinam que foi construída pelos faraós.

Sempre houve grupos dominantes a nos submeter e controlar. As classes dominantes no Brasil não têm interesse em que a população se instrua, pois na ignorância o povo é mais dócil. Um povo educado e culto não aceitaria fazer parte do jogo de faz-de-conta do poder.

Funkeiro burro
Povo inculto é povo dócil

É muito mais fácil para alguns grandes empresários, para os políticos e para os mandatários da grande mídia e das finanças manter o povo na ignorância, no primarismo intelectual, emocional, moral, espiritual. É muito mais cômodo lidar com um povo funkeiro, semi-analfabeto, amante de novela, futebol e Big Brother do que com um povo culto, letrado, pensante, espiritualizado. Eles decidem o que nós podemos e o que nós não podemos fazer. E a grande maioria aceita.

Muitos cientistas de renome dedicaram suas vidas a estudar os fenômenos ligados à reencarnação, à comunicação entre encarnados e desencarnados, à paranormalidade e seus múltiplos enfoques. Aksákow, Bozzano, Crookes, Richet, Flammarion, Lombroso, Ian Stevenson e outros demonstraram peremptoriamente  que os fatos espíritas são reais. Não vê quem não quer ver. Crenças são respeitáveis, preguiça não. Os que negam não se deram ao trabalho de estudar.

Acontece que do mesmo modo que os encarnados detentores do poder não querem que o povo se instrua e progrida, assim também os líderes desencarnados que cultivam a revolta e o ódio não querem que a Humanidade se ilumine, que perceba sua verdadeira natureza, que se dê conta da sua condição de creação divina.

Existem grandes organizações trevosas compostas de espíritos que há séculos se rebelam contra as Leis de Deus. Toda a perdição que vigora entre os encarnados foi cuidadosamente planejada por elas. Tudo o que nos mantém agarrados aos sentidos físicos, aos prazeres materiais, aos gozos puramente terrenos, tem sua origem e seu planejamento meticulosamente orquestrado por espíritos infelizes e revoltados.

Nossos costumes ridículos de consumismo, de viver para comer e beber, de nos deslumbrarmos por moda e aparência, de fazer do sexo um produto vulgar, de idolatrar pseudocelebridades burras e sem graça, tudo isso é planejado no plano astral. Seu interesse é nos manter tapados, ignorantes, materialistas, indiferentes, descrentes.

Eles vivem de nossas energias. As vibrações geradas pelos pensamentos e sentimentos dos encarnados em geral criam uma massa psíquica que os alimenta. Eles guiam e exploram a população encarnada como quem guia e explora um rebanho bovino. Muito pasto e depois o abate.

Felizmente não são todos que se deixam dominar. Felizmente os que resistem ao pasto que nos oferecem têm uma força que os outros não têm. A força do Bem. Bem e Mal são modos de ver a harmonia e a desarmonia. O Universo é harmonia, tudo no Universo se encaixa e funciona perfeitamente. Cinco minutos de Astronomia demonstram isso, essa ordem perfeita e imutável que alguns preguiçosos dizem ser obra do acaso.

O Universo é harmonia. Quem age de acordo com as Leis de Deus age em harmonia com o Universo. Age em sintonia com o todo. E percebe que o Mal, a desarmonia, a revolta, é apenas um detalhe minúsculo e passageiro. O infinito e o eterno é o Bem, é harmonia.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

35 Comentários

  1. Olá Morel, tudo bem? O que você acha do estilo de vida de Butão, próximo à Índia… Você acredita que eles sejam um povo mais evoluído?

  2. Gabriel, não o citei como grande cientista, mas de cientista de renome, que foi e que é. Analisar o legado de Lombroso para a incipiente criminologia com os olhos de hoje pode carecer de contextualização histórica. Até Lombroso o que havia de mais próximo da criminologia era a teologia e as superstições. Ele inseriu, por influência positivista, que imperava na Europa, a cientificidade na área. O mesmo se aplica a Allan Kardec. Allan Kardec foi um homem, como eu e você. Um homem que viveu no século XIX, em meio à cultura, aos conhecimentos e preconceitos da época. Daqui a 150, se alguém, analisar as conversas deste site, vai achar, provavelmente, temas ultrapassados e abordagens equivocadas. Só alguém que acredite na infalibilidade humana ou que sinta necessidade de mestres ou gurus pode querer de Allan Kardec uma perfeição que estamos muito distantes de alcançar. Quanto à “doutrina de verdade”, a verdade, em nosso estágio evolutivo, é relativa.

  3. No texto você citou o Lombroso como grande cientista. Lembrei-me do quão nocivo foi o lombrosianismo como pseudociência justificadora da superioridade de classes e de raças durante o século XIX e aí me lembrei também do texto de Kardec “Perfectibilidade da Raça Negra”. Toda vez que tento abordar esse assunto entre outros espíritas sou cerceado imediatamente. Há um tabu sobre o tema e sobre esses escritos do codificador. Evasivas como “o texto é mal interpretado” sinceramente me deixam muito triste, já que o espiritismo deveria ser uma doutrina de verdade, e não há verdade sem autocrítica. Gostaria que de saber sua opinião sobre este texto de Allan Kardec.

  4. Concordo com você em partes. Gosto muito de novelas, nem por isso sou ignorante e analfabeta. Eu aprendi bastante vendo “essas coisas”. Felipe, você é um cara muito inteligente e é talvez por essa razão que não ache graça em nada (do povão, rs)! De qualquer forma admito que você tem toda a razão. Mas… quem consegue ser certinho o tempo todo? Talvez se você fosse carioca entenderia o porquê de gostarmos de Funk…

  5. Obrigado, Ana Paula. Acasos não existem, não. Espero que possamos aprender juntos por muito tempo.

  6. Conheci o site por acaso, se existir o acaso, e estou há horas lendo vários artigos de muita sabedoria. Me vejo como trabalhadora da última hora, li o artigo e tenho a mesma opinião que a sua. Sou trabalhadora em um centro cujo mentor é Ramatis, tive muitas afinidades por ser um grupo Universalista, sou participante de um grupo que usa o magnetismo para a cura, e estou presenciando e vivenciando situações de grande edificação. Acredito que quanto mais instruirmos, compartilharmos nossos conhecimentos, iremos espalhar a semente do amor incondicional. Amor e Caridade. Abraços fraternos.

  7. Bruno, não sei como é essa visão ampla, mas tenho observado muito mais males do que bens causados pelo interesse por futebol e novela. Também gosto desse “esporte importantíssimo”. Mas ele é alienante e gerador de violência. Novelas boas existem, ou existiram, não há dúvida. Mas a esmagadora maioria é alimentadora e propagadora de maus sentimentos, más condutas e péssimos exemplos. De qualquer modo, esse é o meu posicionamento, você tem o seu e ele merece o meu respeito. Obrigado pelo comentário.

  8. Só não concordei quando você citou o futebol e a novela, o futebol é um esporte importantíssimo onde leva crescimento para aqueles que gostam do esporte, a descontração saudável para quem tem equilíbrio. Já a novela lógico que até eu muitas vezes assisti umas que não vale a pena, mas temos que ter uma visão ampla de tudo isso e que tem boas novelas assim como as que retratam o espiritismo.

  9. Silvia, as crianças são espíritos tão ou mais velhos e experientes que nós. Têm as mesmas tendências inatas. Cabe a nós cortar, desde cedo, as más tendências, acompanhando suas atividades e influências. A melhor instrução é o amor, sempre. E as mães e pais devem saber que ninguém é obrigado a seguir modas e fazer parte do que a mídia oferece como se fosse cultura. Crianças tem que ser crianças, com ensinos e influências de acordo com suas idades. A maior responsabilidade é dos pais. Não adianta culpar a época ou a sociedade.

  10. Parabéns, Felipe, pela maravilhosa abordagem. Tenho uma dúvida em relação às crianças; esses espíritos manipuladores também exercem domínio? Pois tenho visto muitas crianças com práticas inadequadas à idade, e como instruí-las? Obrigada e Fique com Deus.

  11. Certa vez Jesus disse: Não vem o reino de Deus com visível aparência, o reino de Deus está dentro de vocês. É aí que Deus fica, não lá no céu sentado em um trono com seu ar de não me toque que vocês são impuros, mais aí bem dentro do seu coração. Falo coração como sentimento, fé, bondade e boa vontade. O amor que ainda está tão distante mas que tenhamos a compreensão já é muito bom. Deus está em nós, o menor gesto de solidariedade ou de compreensão já se faz um pedacinho dele que está em nós todos temos os germes da divindade plantado em nós, sois deuses foi o que nosso Mestre falou. Os filhos de Zebedeu queriam orar para que descesse fogo sobre uma cidade que não quiz ouvir o evangelho. Jesus retrucou: vós não sabeis de que espírito sois. Muitos pretendem fazer o mesmo hoje lançando o seu fogo de juízo sobre outros e não copreendem que somos de outro Espírito. Sim, pertencemos a Deus, que pos a eternidade no coração do homem pra ver se este, tateando, quem sabe pudesse encontrá la. Muita paz do Cristo.

  12. Onde fica Deus? Deus não fica, Deus É. Deus nos deu o livre-arbítrio, o poder de escolha, a possibilidade de obtermos o mérito por nossas vitórias e conquistas íntimas. Se somos bons, é porque escolhemos ser, Deus não nos fez bons ou maus compulsoriamente.
    Se olharmos o mundo e a vida sem levarmos em conta a reencarnação, tudo parece injusto. Não começamos hoje, iniciamos nossa trajetória há milênios, somos espíritos imortais. O que passamos hoje é uma fração de segundo frente à eternidade.
    Quando falo em povo inculto me refiro principalmente às questões morais. Isso independe de situação social ou econômica. Você responde a sua pergunta inicial ao afirmar que nós mesmos somos os responsáveis por tudo. Sim, somos nós os responsáveis. Quando escolhemos nossos caminhos, não consultamos Deus.
    Mas o futuro não é negro, não. O futuro é o que fizermos dele.

  13. Morel, fica uma pergunta… onde entra Deus nisso tudo? Por que temos sempre de ter essa eterna luta e na maioria das vezes ela é inglória? Não creio ser só o povo “inculto” o grande movimentador dessas promiscuidades, óbvio que “inculto” não quer dizer no meu entendimento sem instrução, muitos bacharéis são o lado podre do mundo. Acredito ainda que somos os grandes responsáveis por tudo que vem acontecendo, quando deixamos de lado nossa família, quando infelizmente as mulheres tem de sair de casa para junto com o companheiro trabalhar para manter a casa deixando os filhos ao encargo de empregados e creches. Hoje não se vive, apenas existimos e existimos para valorizar o “ter” cada dia mais, nossos filhos em sua grande maioria não são por nós criados, não temos tempo e deixamos sua guarda para qualquer outro enquanto estamos ocupados ganhando dinheiro ou mesmo tomando conta dos filhos alheios como é o caso das babás/domésticas. E para culminar pais permitem que os filhos quase bebês gravem vídeos dançando funk, posto isto o futuro se apresenta negro.

  14. Olá Morel, você estava inspirado mesmo quando escreveu esse texto.
    Como sempre contribuindo com a verdadeira evangelização.
    Eu li isso e acho que vem de encontro com o que temos visto por aí. Abraços.

    A ciência infatigável procura, agora, a matéria-padrão, a força-origem, simplificadora, da qual crê emanarem todos os compostos, e é nesse estudo proveitoso que ela própria, afirmando-se atéia, descrente, caminha para o conhecimento de Deus.

    – (Emmanuel) [55 – página 72]

  15. Patricia, essas informações estão esparsas em muitas obras. Sei que o Robson Pinheiro vem retratando isso com mais profundidade, mas como não li sua obra não posso indicá-lo.
    André Luiz é sempre muito esclarecedor, e em todos os seus livros ele aborda a influência que o astral inferior tem sobre os encarnados. Um boa dica é o livro “Libertação” de André Luiz. Tem em PDF na internet.

  16. Oi Morel, gostaria de saber mais sobre o assunto, às vezes tenho a sensação de que só existe mal à minha volta (de forma genérica) e tenho certeza que estou equivocada, porém me sinto meio perdida ao meio de tudo isso que você tão bem descreveu acima. Poderia me indicar uma leitura que elucidasse minha mente em relação a isso?
    Obrigada! E muita Luz pra você.

  17. Simplesmente G-E-N-I-A-L o seu texto, Morel. Adorei…!!! “Não vê quem não quer ver. Crenças são respeitáveis, preguiça não. Os que negam não se deram ao trabalho de estudar.” Exatamente… Parabéns!!! Abraços

  18. Obrigado pela contribuição, Rodrigo. Muita paz pra nós todos e boas inspirações pra você.

  19. Belo texto, Morel. As massas realmente são manobradas por uma organização trevosa de espíritos que não querem perder os seus veículos de carne, por isso manipulam os meios como a mídia e o governo. O apóstolo Paulo já dizia que a nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os principados e potestades das regiões celestiais. Vou escrever sobre isso. O que é chamado satanás no meio evangélico nada mais é do que esses espíritos que são malignos e não querem concerto, no momento eles dominam tudo e, pasme, até mesmo algumas religiões, muitos pregadores de renome e operadores de sinais como curas e prosperidade material são dominados por essas hostes que pretendem prender os encarnados a formas sistemáticas de doutrinas e teologias para que esses infelizes não consigam enxergar a “nossa verdade”. Quando os discípulos em número de setenta receberam de Jesus a missão para ir às cidades circunvizinhas, eles voltaram admirados por os espíritos maus se submeterm a eles e Jesus falou que via satanás caindo do céu como relâmpago, era porque essas organizações espirituais do mal estavam sendo vencidas pelas boas novas, eram reinos das trevas que estavam sobrepostos a essas cidades não deixando seus moradores evoluir, dominando, e hoje não é muito diferente, por isso a importância de uma igreja verdadeiramente firmada na verdade espírita, o que é coisa que ainda não existe, porém há necessidade de que se junte os dois segmentos e isso é profético, o líder relioso que compreender isso vai estar dando um grande salto para a libertação das massas e avanço espiritual e moral. Nunca leste no apocalipse sobre os castos seguidores do Cordeiro que tinham um novo cântico em seus lábios? São esses que trazem a lei e o testemunho. Ainda Isaías fala deles que se não falassem segundo a lei e o testemunho jamais veriam a alva. Aquilo que pretendo escrever culmina nisso, é um pequeno esboço de tudo o que venho recebendo da espiritualidade. Muita paz a você e seus leitores.

  20. Muito bem, Morel. O que vemos é uma massa de alienados assistindo os desmandos de alguns governantes.
    Peço autorização para publicar o link em minha rede social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.