Mentalismo

Chega de se fazer de coitado!

coitadinho

Morel Felipe Wilkon

Ouça este artigo na voz do autor

Artigo publicado originalmente em 12/07/2012

Chega de ter pena de si mesmo, chega de se fazer de coitado, chega de enganar a si próprio! Você quer o melhor. Você merece o melhor.

Você gosta do sucesso? Você aprecia a riqueza? Claro que sim, né? Mas responda pra você mesmo: Você acha que sucesso e riqueza são coisas boas? Se você ficou em dúvida, deve rever seus conceitos…

A cultura cristã deturpada pode fazer pensar que o sucesso está vinculado a orgulho, prepotência, pecado. A riqueza, também: ganância, materialismo, pecado. Desde quando aproveitar o que Deus nos oferece é pecado? O sucesso, em qualquer área, profissional, artística, esportiva, social, é sempre bom. O sucesso é o normal da Vida. Se você segue o curso normal da Vida, que é a Vontade de Deus, você tem sucesso. Você sabe o que é a Vontade de Deus. É pensar só o bem; é falar só o bem; é fazer só o bem. Simples, né?

Então por que achamos que há algo de errado em desejar sucesso e riqueza? Por causa de nossa incompetência. Não aprendemos a usar o poder da mente, não aprendemos a direcionar nosso pensamento criador para as coisas certas. Então é mais fácil botar defeito no sucesso e na riqueza dos outros.

Chega de coitadismo!

Vivemos mergulhados na cultura do coitadismo. Parece que ser pobre é virtude, ser doente é uma benção, ser burro e incompetente é sinal de humildade! Humildade não tem nada a ver com condição financeira ou escolaridade. Humildade é permanecer no seu devido lugar, nem acima, nem abaixo. Humildade é conseguir ver as coisas sem fantasias, é estar focado na própria consciência.

Esta certamente não é a primeira reencarnação em que ouvimos isso: Nós somos o que pensamos. Esse segredo, que de secreto não tem nada, nos foi dito há quase dois milênios. Sabemos que é verdade. Eu sei, você sabe. Você é uma usina de energia! E o seu pensamento é a formatação dessa energia. Você nunca parou pra pensar sobre “o que” é o pensamento? Pensamento é energia. Energia é matéria. Matéria são coisas. Então, os pensamentos são coisas. O que você faz com essas coisas que se chamam pensamentos?

O pensamento é criador, acredite. Ou melhor, não acredite. Experimente. Mude seu padrão de pensamentos. Substitua a postura de vítima por uma postura de vitória e alegria. Chega de render culto às desgraças! A vida não é o monte de desgraças que a televisão empurra pra cima de você. Não se importe com as crenças dos outros. Respeite-as, só isso. Você não tem nada a ver com elas.

Você acha que reencarnamos uma vez atrás da outra só pra pagar por erros do passado, expiar, sofrer, resgatar? Ou você entendeu errado ou lhe ensinaram errado. Ou as duas coisas. Tudo o que plantamos temos que colher. O hoje é o resultado do ontem. Mas o que você faz do hoje é você quem escolhe. A maneira como você colhe hoje o que você plantou ontem é você quem decide. Não é pra “pagar pecados” que reencarnamos. Uma das coisas que temos que aprimorar a cada reencarnação é exatamente o domínio da mente. E o domínio da mente se dá pelo controle dos pensamentos.

Chega de ter pena de si mesmo, chega de se entupir de desculpas esfarrapadas, chega de enganar a si próprio! Você quer o melhor. Você merece o melhor. Concorda? Claro que sim, você é filho de Deus! Você é imagem e semelhança do Criador, portanto, perfectível. Queira sempre o melhor para si e para os outros. Purifique seus pensamentos, em relação a si e em relação aos outros. Cuidado com o que você fala, a palavra tem poder realizador. E faça. Realize. Ponha em prática o que você sabe que precisa fazer. Está bem?

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

12 Comentários

  1. Obrigada, Morel, pelo chamamento!!
    Tenho 44 e me reconheci como uma criança birrenta, que a qualquer não do outro ficava transtornada.
    Tive um relacionamento recentemente que a princípio me fez sofrer porque idealizei um homem diferente da realidade e aí veio a frustração. Insisti tanto que ele me bloqueou em todas as redes sociais.
    Me senti vítima, mas agradeço porque consegui me enxergar.
    Agora me sinto culpada por tanta confusão que me coloquei.
    Respeitar a vontade do outro e não sentir rejeição está sendo para mim um lição mais trabalhosa.
    Eu acredito que vou conseguir ser melhor!!
    Muita paz!

  2. Existe mesmo essa coisa de se sentir coitadinho, eu mesma já me senti assim (não foi para chamar atenção), era mesmo um auto-projeção para baixo tão forte que eu cheguei a achar que estava paralítica, fiquei uns dias só sendo ajudada para me locomover, me recusava a ver e sentir que eu NÃO estava ficando paralítica, até que minha mãe me puxou pela mão e me fez andar um tanto, e eu sorrindo feliz que estava curada da quase paralisia das pernas. Só quando li um livro sobre o poder da nossa mente é que entendi que não houve nenhuma cura, simplesmente porque não havia tido paralisia, mas uma mentalização que me projetava para baixo, ou seja, o magnífico poder da mente humana, imagine esse poder usado de forma positiva!

  3. Desde que comecei a compreender o Espiritismo que entendi que estamos no mundo para darmos sequencia ao processo de aprendizagem espiritual, o que diz respeito a crescer espiritualmente; então, quando questionado, abreviando, eu sempre disse: Estamos no mundo para crescermos espiritualmente, o que a meu ver: nisso está tudo (nos tornarmos nobres na verdadeira concepção da palavra). Entendo que humildade é nobreza, no que está incluído a pureza, o que dá direito ao reino dos céus (ingresso nos mundo celestes, digamos assim).

  4. Obrigado Morel. Deus te guiou pra escrever esse texto pra mim. Somos filhos de Deus perfeitos e merecemos ser felizes. Sem medo. Tudo dará certo. Sempre ocorrerá o que for melhor pra nós, mas a escolha é nossa.

  5. É mais fácil ter essa postura de coitadinho, é mais fácil convencer a nós e aos outros, chega uma hora que não dá, você precisa avançar, progredir espiritualmente, todo ser mais cedo ou mais tarde é chamado a caminhar, se libertar das amarras, sentimos essa necessidade de continuar, uma energia que nos puxa para frente, não ficar estacionado, a vida continua…

  6. Suas observações são fora de série, tenho pessoas dentro da minha família que pensam assim. Também convivo com pessoas que seguem essa linha “coitadidismo”, adorei.
    Um feliz 2013 com a proteção divina.
    Jalbas De Mesquita Prado.

  7. Muito importante suas observações, Márcia. Também conheço pessoas assim; aliás, isso é bem comum. Apenas não devemos julgar. Essas pessoas não se dão conta de sua postura. Perderam o controle da mente, vivem o umbral terreno. É egoísmo, sim, mas devemos lembrar que todos somos egoístas, em maior ou menor grau. O que nos diferencia dos “coitadinhos” é que percebemos nossos erros e fraquezas, e nos esforçamos por superá-los. Obrigado, Márcia; parabéns.

  8. É uma verdade que muitas pessoas aderem à síndrome do coitadismo, se realizam em se sentirem dignas da piedade alheia, parece até uma anomalia. É dificil entender o prazer que certas pessoas têm sendo alvo da piedade alheia. Conheço e até convivo com pessoas assim, não conseguem caminhar sem se sentirem alvejadas pela compaixão alheia. Realmente é difícil entender atitudes assim, mas enfim, haverão de entender que fomos criados para sermos vencedores e não é por sofrer uma situação difícil que somos os mais sofridos, o que tem o maior problema, aquele, cujo azar simplesmente fez morada em sua vida. Na verdade, acredito que seja egoísmo puro, pensar apenas em si próprio, jamais olhar para baixo, jamais enxergar o sofrimento das outras pessoas, pois,somente são capazer de visualizar o seu. Ninguém é coitado, não é mesmo? Temos a profissão que escolhemos, e se não foi nesse tempo de agora, foi ontem, outrora, antes mesmo de retornarmos a esse palco de aprendizado. E não existe essa de se sentir menos pela profissão simples que ocupa, ou por ter amargado decepções, nesse ou naquele aspecto. Somos todos vencedores, feitos pra sermos capazes de ganharmos a nossa sobrevivência, capazes de sermos felizes mesmo que ocupemos uma condição social que nos priva de algumas mordomias. Avancemos nessa caminhada voltados para a realização pessoal, entendendo que somos vencedores, pois, somos amparados e guiados pelo mestre Jesus. Pensemos bem nisso amigos. Muita paz amigo Felipe e tudo de bom a você.

  9. Boa tarde..Felipe, concordo mesmo… com isso. Se realmente acreditássemos verdadeiramente que nossa filiação é divina.. que somos filhos de Deus..Criador.. que sendo filho herdamos do Pai . Nossa herança como filhos de Deus seria uma herança de verdadeiro sucesso…pois sendo Ele nosso Pai e tendo Ele todas as qualidades imagináveis para nós, seríamos os seres mais felizes que alguém poderia imaginar…temos o DNA de DEUS… e isso já é algo sensacional… Infelizmente fomos criados numa cultura e religião, isto é, uma espiritualidade completamente deformada pela própria mente humana, e daí deu o que deu… os coitadismos…Preferimos arrumar nossas desculpas.. acomodar nossa situação.. e deixamos que nosso espírito se encha e transborde com uma VERDADE E VONTADE de SER ou AGIR como VERDADEIROS HERDEIROS DAS PROMESSAS DE DEUS…isto é, deixamos de nos apropriarmos de nossa mais SENSACIONAL HERANÇA… SE DEUS É POR NÓS QUEM SERÁ CONTRA NÓS.!!!!! Grande abraço, meu amigo e SUCESSO, pois és um amado FILHO DE DEUS !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.