Reencarnação

O espírito e a reencarnação

mulher grávida

Morel Felipe Wilkon

Ouça este artigo na voz do autor

O espírito tem nova chance de progresso a cada reencarnação. Você nasceu para progredir, para ser melhor do que jamais foi. Essa é a ordem natural das coisas. Uma gota do oceano faz parte do oceano, tem as suas qualidades. Do mesmo modo, você faz parte de Deus, tem as qualidades de Deus.

Tudo pode dar certo!

Quando o espírito se liga com a matéria, quando acontece a união celular, o espírito refaz todas as fases evolutivas pelas quais passou desde que ingressou no reino animal. A história da espécie é repetida, passando do estágio protozoário para o metazoário, da ameba ao helminto, do helminto ao peixe, do peixe ao anfíbio, do anfíbio ao antropoide  e deste ao homem. Cada segundo do desenvolvimento do embrião equivale a milhões de anos de evolução.

embrião humano
A reencarnação é uma nova chance…

Quando a criança nasce, depois de haver recapitulado toda a sua evolução animal, tem ainda alguns meses em que repassa a sua evolução pré-hominídea. Antes de se tornar bípede e deixar de engatinhar.

A reencarnação só se completa aos sete anos de idade, após ser revivida toda a escala evolutiva. A partir daí o espírito começa a se preparar para a nova oportunidade de aprendizado que tem à sua frente. A criança com esta idade volta a sentir os impulsos que a fizeram falhar no seu passado milenar. Revive, aos poucos, suas falhas de caráter e suas fraquezas morais.

As dificuldades que a existência lhe apresenta são as dificuldades que ela precisa para vencer a si mesma. Não se dá uma prova de cálculo integral a uma criança que está aprendendo geografia. Não se dá uma prova de inglês a uma criança que estuda ciências. O espírito reencarnante se depara com as provas de que necessita para vencer suas próprias dificuldades e passar de nível, subir um degrau, elevar-se um pouco mais.

Ninguém nasce condenado à maldade, à preguiça, ao vício. Trazemos as nossas qualidades e as nossas fraquezas conosco. São a nossa bagagem. São o resultado de tudo o que fizemos até hoje, em milênios de evolução da consciência.

Mas é a partir desta fase da vida, ainda na infância, que temos oportunidade de acrescentar conhecimentos e experiências à nossa bagagem milenar. Desde cedo podemos desenvolver os nossos valores mais caros ou podemos recair nos hábitos degradantes.

A tendência é o progresso. Porque tudo no universo é harmonia, e o progresso é Lei.

Se no período de ligação do espírito com a matéria acontece essa recapitulação da evolução animal, em que milhões de anos se repetem em segundos, também há uma recapitulação no desencarne. Todos os acontecimentos da existência atual aparecem em segundos ao desencarnante em retrospectiva.

Se analisarmos as parábolas e profecias de Jesus veremos que há o sentido imediato e o sentido abrangente, a longo prazo. As mesmas lições têm aplicação direta para o momento em que ocorreram, como guardam lições de eternidade, válidas para todos os tempos. Tudo o que vivemos é a representação de algo maior. Repetimos a evolução animal, refazemos a evolução pré-hominídea, nos tornamos humanos e nos deparamos com a consciência pronta para assimilar novas lições. Então podemos reviver erros de existências passadas ou podemos avançar.

Muitas vezes repetimos os mesmos erros, sempre. Reencarnação após reencarnação, falhamos nas mesmas provas, com os mesmos espíritos, mais ou menos na mesma idade. Depende exclusivamente de nós a Vontade para superarmos os obstáculos e progredirmos. Compete unicamente a nós vencermos a nós mesmos, sermos mais fortes, mais úteis, mais construtivos, mais compreensivos e dispostos a aprender.

O espírito regride?

O espírito não regride. Se não avançamos, apenas repetimos numa encarnação a soma de todas as nossas reencarnações anteriores. Se avançarmos tudo o que é possível, começamos desde os sete anos, quando se completa a reencarnação, na chamada idade da razão, e seguimos em linha reta até o término desta passagem pela matéria, de onde sairemos renovados e felizes. Se nos atrasamos e postergamos nossas reformas necessárias, devemos saber que sempre é tempo. Não é porque não avançamos até agora que devemos desistir ou desanimar. Não. Ainda dá tempo de fazer muita coisa. 

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

26 Comentários

  1. 142. Que dizeis dessa outra teoria segundo a qual a alma, numa criança, se vai completando a cada período da vida?
    .
    “O Espírito é uno e está completo na criança, como no adulto. Os órgãos, ou instrumentos das manifestações da alma, é que se desenvolvem e completam. Ainda aí tomam o efeito pela causa.”(OLE)

  2. Não é incômodo, Josiane. É uma honra falar com você.
    Eu tenho cinco filhos (três biológicos) e estive pouco mais de um ano bastante indeciso sobre ter ou não mais um filho. Pelos compromisso que assumi, que exigem tempo e dedicação, optei por não ter mais filhos. Pedi aos espíritos amigos que me orientassem, e os sinais que recebi foram inequívocos. Mas, se eu recebesse os sinais que você está recebendo, optaria por ter mais filhos. Os sinais são muito claros.
    No livro Missionários da Luz, de André Luiz, http://www.espiritoimortal.com.br/espirito_imortal/missonarios-da-luz.pdf há o caso de um espírito reencarnante, Segismundo, em que há avisos semelhantes em sonho – se não me engano, capítulos 12 e 13. Claro que no livro a situação é bem diferente da sua, pois tudo indica que o espírito que deve reencarnar por seu intermédio é seu amigo e deve lhe trazer muitas alegrias.
    Sei que é uma decisão séria. Mas sei, também, que, ao final desta existência, passados os problemas que nos afligem hoje, tudo vai parecer que era mais fácil (como, no fundo, é), e poderemos nos arrepender de não termos sido mais corajosos e ousados. Sem falar que um espírito amigo acrescenta muito em nossas vidas. Meus filhos são quase adultos, mas tenho a Sofia, de 5 anos. É, antes de tudo, uma amiga querida, um motivo de alegria, consolo nos momentos difíceis. Sua vinda ocasionou profundas mudanças em mim. Não só em mim, mas em outras pessoas que convivem com ela. É um privilégio exercer o papel de seu pai. Os contratempos ocasionados pela sua vinda são todos pequenos comparados com os pontos positivos.
    Se você optar por ser mãe novamente, precisa se desvincular deste receio que se formou. Mas isso você consegue.
    Que Deus ilumine você e os seus, hoje e sempre!

  3. Olá Morel, sei que não “voltou” oficialmente, mas ficaria grata se me ajudasse… Há algum tempo sonhei que estava em uma outra vida, com outra aparência, outra família, outra casa e nesse sonho assumi um compromisso em que receberia um denominado espírito como minha filha em uma próxima reencarnação, por se tratar de um sonho não dei muita importância, porém depois de um tempo um médium do Centro espírita onde meu pai frequenta falou para ele que eu teria uma menina, que estaria a caminho…, também não levei muito a sério. Morel, me assustei mesmo quando uma amiga pessoal, que possui muita mediunidade falou a mesma coisa, olhou para mim e disse: “Você terá uma filha, ela esta a caminho, não se preocupe, será um espírito de luz, dê um nome bem forte a ela, será linda, fiquei apavorada pois tenho apenas um filho de 12 anos e como passei por muitos problemas para criar este filho, fiquei traumatizada, prometi para mim mesma que não teria mais filhos, sei que é uma atitude egoísta, mais acabo me preocupando com a parte prática da vida. O que você acha disso? Estou meio perdida, será que eu tenho que parar com meus métodos contraceptivos para esperar esse espírito? Porque de tantos “avisos”? Desculpe te incomodar, mas estes assuntos não podem ser falados com qualquer pessoa! Obrigada.

  4. Somente através da lei da reencarnação é que busquei uma explicação lógica, racional e de bom senso para a evolução gradativa do ser espiritual, não teríamos tempo suficiente numa vida só para evoluirmos intelectualmente e moralmente até nós tornarmos espíritos puros ou anjos. Deus na sua infinita bondade, justiça e misericórdia nos dá sempre uma possibilidade de recomeçar para nos renovarmos e assim chegarmos à perfeição um dia, esse é o objetivo do espírito. O que me deixa mais feliz é saber que esse assunto apesar de ser muito estudado e citado nas religiões, doutrinas ou movimentos está sendo cada vez mais estudado, pesquisado pela própria ciência que tem evidenciado achados muito interessantes a respeito dessa lei sublime. Abraços.

  5. Fabiana, até os sete anos o espírito reencarnante ainda tem um contato mais direto com o plano astral. Crianças veem e ouvem coisas que não vemos e não ouvimos, como os “amigos imaginários”. Até os sete anos ele ainda está sob forte influência da sua reencarnação anterior, e só passa a viver sob a influência plena do meio atual a partir desta idade. Isso tem a ver, também, com o desenvolvimento do cérebro.
    No caso de quem desencarna assim tão cedo, deve continuar com a aparência de criança, no astral, à espera de nova oportunidade. Uma passagem curta pela matéria pode servir para expurgar impurezas que de outra forma levaria muito tempo. É um preparo para uma experiência maior e mais profunda. Há um exemplo disso no livro Entre a Terra e o Céu, de André Luiz: http://www.espiritoimortal.com.br/espirito_imortal/entre-a-terra-e-o-ceu.pdf

  6. Morel, li e gostei muito de sua explanação sobre este tema, e aproveitando para agradecer suas explicações, têm muito me ajudado. Hoje me deparei com uma pergunta, gostaria de entender melhor sobre a questão do espírito estar pronto com 7 anos para nova vida. Eu tive um irmão que veio a falecer, ele não tinha chegado nem aos 2 anos de idade, ele faleceu por um problema de coração que para época do seu nascimento não tinha cura, então neste caso o que aconteceu com seu espírito, ele pode ter rejeitado a própria vida sem ainda estar pronto para começar aos 7 anos? Me ajuda a entender melhor… desde de já agradeço sua atenção! Fique com Deus!

  7. Renan, somos todos aprendizes tentando superar o homem velho. Paciência é a menor das Virtudes. É o mínimo que devemos desenvolver. Às vezes falhamos, mas não devemos desanimar por isso. De jeito nenhum! Durante milênios não percebíamos os nossos erros; agora que os percebemos, precisamos e persistência para transformá-los. Compreenda que os que agridem são ainda menos esclarecidos…
    Todos precisamos de força e fé. Isso deve ser praticado todos os dias.
    Um abraço.

  8. Meu irmão Morel, você só pode ser um Ministro de alguma colônia espiritual que retornou à Terra para
    ajudar outros encarnados a progredirem,
    hehehe.

    Sinto que ainda não abandonei o homem velho totalmente. Ainda percebo vícios, paixões, vaidades e arrependimentos.

    Não consigo lidar direito contra irmãos que me agridem verbalmente ou que fazem isso com amigos meus. Paciência? Ainda preciso de mais uma dose disso!

    Felizmente, tenho recebido uma grande leva de conhecimentos espírita-cristãos. Isso tem me ajudado enormemente. Ainda preciso fazer muitas coisas nesta existência…eu…preciso de força e fé.

    abraços

  9. É fácil descobrir muitas pessoas que não queriam voltar. São as revoltadas, as deprimidas, as mau-humoradas. A reencarnação, para os espíritos teimosos, pode ser compulsória.

  10. Ótimo artigo. Às vezes sinto que já reencarnei tantas vezes pra reparar o mesmo erro que me sinto na obrigação de repará-lo nesta vida, pois já estou cansada de tanto voltar. O que acontece quando não reparamos o nosso erro e não queremos mais voltar?

  11. Obrigada por me responder, Morel! Entendi melhor agora.. É que não tinha muito conhecimento sobre isso, e escuto muita gente falar que todos nós temos uma missão a cumprir aqui na Terra, e quando a mesma é realizada, chega nossa hora de partir!! rs.. Por isso lhe perguntei!! E sobre ajudar… sempre ajudei e sofri muito com maus tratos animais, mexe muito comigo isso… sou uma defensora deles… e muitos se espantam quando falo que tenho mais pena de um animal do que de uma pessoa às vezes. Se vejo uma cena triste com um animal logo cedo ao caminho do trabalho, até choro e isso acaba com meu dia, eu queria fazer mais, ajudar mais. Porém não posso fazer muito, e sofro com isso. Cheguei a pensar que se existir missão, a minha seria fazer algo em prol doa animais, espero um dia ter condições para poder fazer muito por eles, se Deus me permitir. Sempre que posso ajudo instituições carentes, hospitais, e lar de idosos com doações também. Gosto de ajudar, me faz bem, mas me sinto mais atraída pela causa animal, não entendo o porquê disso, acho que nunca irei entender… rs.. Mas vou vivendo dessa maneira, sinto que é correto. Muito obrigada mais uma vez! Um grande abraço.

  12. Ótima lição para nossa reflexão. Gostei muito do seu comentário na resposta à pergunta da Renata, gosto de ver os comentários das pessoas e as perguntas que fazem, é o melhor meio das pessoas aprenderem, principalmente quando se trata da reencarnação, este assunto é muito complexo, há muito o que aprender. Gostei bastante do texto, parabéns, Morel.

  13. Renata, seria muita pretensão de nossa parte acharmos que temos “missões a cumprir”. Seres tão imperfeitos como nós somos, ainda, o que temos que fazer é nos melhorarmos intimamente, nos esclarecermos sobre as verdades espirituais e vivermos em harmonia com os nossos próximos. Quase todos nós temos, perto de nós, geralmente na família, antigos desafetos a quem prejudicamos ou por quem fomos prejudicados. Temos que nos rearmonizar com eles para podermos evoluir com segurança. Os espírtos um pouquinho mais adiantados conseguem fazer o bem ao próximo, praticam a caridade sempre que podem. Missão, mesmo, raros espíritos têm.
    Muitos de nós reencarnamos com tarefas a cumprir, tarefas que nos comprometemos a realizar como maneira de “positivar o nosso saldo”. Isso nós sentimos em nosso íntimo, como uma coisa que sabemos que devemos fazer sem sabermos o porquê. Quem leva uma vida digna e tem o propósito sincero de ajudar o próximo e ser útil, acaba percebendo qual a sua tarefa. É possível que isso seja revelado num centro espírita, mas não é a regra. O que mais se nota, nos centros espíritas, são os casos de pessoas que têm tarefa mediúnica a cumprir, pois os sintomas são tão evidentes que não deixam margem a dúvidas.

  14. Olá, Morel… Adorei a postagem de hoje, como sempre!! 🙂 Eu tenho uma dúvida, não sei se você poderia tirá-la… por acaso temos como saber qual é a nossa missão aqui na Terra?? Muitos falam que temos uma missão, se a mesma existe realmente… temos como saber indo até um centro espírita, por exemplo? Ou não tem como saber isso?? Muito obrigada desde já!! Um grande abraço!! Fique com Deus!!

  15. Fazia tempo que não despertava pela manhã como despertei hoje, até falei de manhã para minha esposa que eu estava sentindo o equilíbrio do universo. Ela não entendeu nada, mas realmente de manhã acordei ouvindo o sabiá cantar e os pardais acompanhando como um grande coral, parece que até podia ouvir o som do universo inteiro. Nunca me senti assim, eu acho que estou me abrindo mais para Deus, oro muito para que eu possa receber boas energias da espiritualidade. Até agora estava muito atarefado no meu trabalho e só agora pude ler o texto e compartilhar essas novidades que ocorreram comigo e certamente essas palavras foram muito boas para mim. Obrigado, Morel. Paz e graça a todos.

  16. Bom dia Meu Prezado Morel, como é maravilhoso ao levantar, após as preces matinais, abrir o seu blog e fazer a leitura do dia, parabéns pelo belo artigo: O espírito e a reencarnação! Devemos sempre fazer uma reflexão de nossos atos, ter a responsabilidade de reconhecer nossos erros e com humildade buscar a reparação, praticando primeiramente a caridade com você mesmo e depois com o próximo. Caminharmos sem culpas, degrau por degrau rumo à perfeição.

    Amigo, obrigado pelo belo artigo, vai me ajudar muito na minha palestra desse domingo, sobre relevante tema.

    Abraços Fraternos,

    Hector Rocha

  17. Josiane, sei que na prática isso nem sempre é tão simples – por causa da nossa imperfeição -, mas é bom termos em mente que pessoas como ela são as mais necessitadas de ajuda e compreensão. Todos estamos espiritualmente doentes. Mas quem busca o esclarecimento, como nós, já está a caminho da cura. Os que se revoltam ainda têm um caminho longo a percorrer. E se considerarmos, como você bem lembrou, que provavelmente temos nossas responsabilidades em relação a essas pessoas, temos que aproveitar a oportunidade de estarmos reunidos com esses possíveis desafetos do passado para nos rearmonizarmos.
    Fique com Deus.

  18. Olá Morel, eu tenho medo de não evoluir nessa reencarnação, de não conseguir superar minhas falhas. Tenho uma única irmã mais nova, desde pequena, sinto que ela parece diferente do grupo (mãe e pai), parece fria, distante, carrega muitas mágoas e é uma pessoa “seca”, dificilmente demonstra sentimentos. Ela sempre tenta me boicotar, parece que tem algo contra mim, mesmo sem eu nunca ter feito nada para prejudicá-la. Às vezes eu me sinto muito triste com isso, penso que talvez eu tenha praticado algum mal para ela em outra vida e acabo aceitando tudo que ela me faz calada, para que possamos nos harmonizar, mas confesso que é muito difícil! Obrigada.

  19. Às vezes temos essa impressão, Ari. Mas é só olhar pro lado que vemos situações mais complicadas…
    Força e paz, Ari.

  20. Bom dia a todos.
    Nossa Morel, mesmo com tanta informação e tantos belos textos parece, ainda, que a provação pela qual passo é maior que a de todo mundo. Sei que estou errado, porque estou vendo um espaço curto de tempo, mas Deus está me iluminando, e usando várias ferramentas, para que “um dia” eu possa enxergar de forma diferente e amolecer um pouco mais meu coração.
    Paz a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.