Pensamento e disciplina

Para que se preocupar com o dia de amanhã?

homem preocupado

Morel Felipe Wilkon

Ouça este artigo na voz do autor

Cada dia é, potencialmente, uma vida que começa. Amanhã será um novo hoje. Por que se preocupar com o dia de amanhã?

Minha filha Sofia tem quatro anos, e alguma pressa em fazer cinco. É muito inteligente e entende tudo o que se explica pra ela. Não entendeu uma coisa ainda. O tempo.

Às vezes me pergunta: – Quando é amanhã? – Tento explicar que amanhã é o dia depois de hoje, mas aí ela não entende o que é hoje. Pois todos os dias são hoje…

No livro Cem anos de solidão, de Gabriel García Márquez, há uma personagem, José Arcádio Segundo, que fica num quarto onde sempre é segunda-feira. Todos os dias ele confere, pra ver se houve alguma mudança, e percebe que “ainda é segunda-feira”.

O amanhã não existe

cem anos de solidão
Não adianta se preocupar…

Eles estão certos, a Sofia e o José Arcádio Segundo. A verdade é que o tempo, como nós o concebemos, não existe. Contamos os dias e as noites de acordo com as voltas que a Terra faz em torno do Sol, mas tudo é uma continuidade eterna. Eterna. Não teremos fim.

Você consegue imaginar como seria se não houvesse os dias e as noites? O tempo continuaria o mesmo? Imagine uma continuidade permanente, sem delimitações, sem pausas naturais. Como seria possível um novo começo?

A utilidade prática, para nós, dos dias e das noites é essa. A possibilidade de um novo começo. Cada dia é uma nova oportunidade. A cada dia nascemos de novo, podemos começar de novo, podemos mudar significativamente nossas vidas. O mesmo acontece com a reencarnação. O espírito é sempre o mesmo. Nossa vida é uma só. Dentro dessa vida temos muitas existências, delimitadas dentro de cada reencarnação e nos intervalos entre uma reencarnação e outra. Quando reencarnamos, perdemos temporariamente a memória relacionada à personagem que animamos na existência anterior. E, graças a isso, podemos recomeçar sem estarmos presos a situações e seres com que tivemos problemas, às vezes, angustiantes. Então esquecemos. E começamos de novo. Carregando, dentro de nós, todas as nossas tendências, nossas características positivas e negativas, muitos dos nossos gostos e preconceitos. Trazendo, em nossa consciência, nosso “saldo” com o Universo. Quase todos nós chegamos aqui devedores, dispostos a diminuir nosso saldo devedor, cheios de planos e sonhos.

Reencarnar – Opinião espírita

Depois nos atrapalhamos, nos distraímos com as facilidades e futilidades da vida material, e teimamos em não perceber que a Vida nos chama para algo maior, mais importante do que experimentar emoções e sensações, mais elevado que acumular riquezas.

Mas aqui ainda temos chances, muitas chances. Cada dia é uma nova chance. Cada dia é, potencialmente, uma vida que começa. A cada dia que se inicia você pode mudar a sua vida, Você pode adotar novos rumos, você pode tomar decisões importantes e definitivas, você pode romper algemas que lhe prendem ao erro. Tudo isso deve ser feito um dia. E esse dia pode ser hoje. Amanhã será um novo hoje, por isso não há porque se preocupar com amanhã. O amanhã terá a sua própria ocupação.

Olhai os lírios do campo

Todas as grandes mudanças de vida começam num dia como qualquer outro. É a ação que faz o dia ser diferente. É através da ação que um dia se torna diferente do outro. Por maior que seja a mudança pretendida, ela deve ser começada num dia qualquer. Sem se preocupar com o amanhã. 

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

4 Comentários

  1. Dentro de tudo isso é que a Divindade enxerga nossos potenciais. Não que Ele precise de situações para nos sondar as intenções, porém penso eu que é nessa roda de reencarnações que fica patente aos olhos da espiritualidade nossos progressos e onde estão nossas falhas. Aos pouco nós, espíritos, não precisamos mais de aguém para nos analisar, porque nós mesmos já conseguimos nos analisar e saber qual situação cooperará melhor para o nosso reencarne. Tudo coopera em nossa evolução. Antes eu pensava que estava sendo boicotado em minha evolução por algum ser ou alguma situação, mas hoje entendo que pelo contrário, tudo está cooperando para o meu progresso. Muito legal.

  2. Josiane, é verdade que o tempo age sobre nós. Mas também é verdade que nós agimos sobre o tempo. É o que nos diferencia das outras creaturas de Deus; o livre-arbítrio. Um fruta depende das condições de sol, chuva e calor para amadurecer, está sujeita ao tempo, não tem escolha. Nós, pelo uso do nosso livre-arbítrio, podemos agir hoje, agora, sem esperar pelo amadurecimento natural do tempo. Dependemos do tempo para consolidar conhecimentos e experiências. Mas está em nossas mãos fazermos hoje o que teremos que fazer, obrigatoriamente, algum dia. Essa é a utilidade prática dos dias e das noites para nós. Proporcionar a impressão de recomeço, porque, na verdade, o tempo é uma coisa só, sem intervalos, sem amanhã.
    Se magoei alguém, posso esperar que o tempo faça a sua parte, diluindo, no decorrer dos anos e dos séculos, a mágoa que causei, até que, pela evolução natural das coisas e pelo acúmulo dos acontecimentos na vida de quem foi magoado por mim, essa mágoa não signifique mais nada. Mas também posso, pelo uso do meu livre-arbítrio, antecipar a ação do tempo e pedir perdão a essa pessoa a quem magoei, consertando ou compensando o dano causado.
    Se quero desenvolver determinada aptidão ou característica pessoal, posso esperar que o tempo faça a sua parte naturalmente, angariando experiências, aprendendo com erros e acertos de ações indiretas que aos poucos vão atingindo as áreas que eu quero desenvolver. Mas também posso antecipar a ação do tempo, me esforçando de todas as maneiras ao meu alcance, com o uso da Vontade, com o pensamento focado e com o uso maximizado do intelecto, para desenvolver essa aptidão ou característica pessoal mais rapidamente, menos propenso a erros, por concentrar a atenção e o esforço nesta tarefa.

  3. Olá Morel, compreendi suas palavras que por sinal, são lindas, mas concordo com a Poliana, é bom saber que existe um amanhã para os dias difíceis, para lapidarmos a nossa paciência e esperar que o tempo faça o seu trabalho. Sabemos que existem muitas injustiças, injúrias, prejulgamentos, entre outras mazelas que somente o tempo equilibra. Obrigada pelas palavras.

  4. LINDAS PALAVRAS. MAS É BOM SABER QUE TEM UM AMANHÃ, JÁ QUE O HOJE ESTÁ TÃO DIFÍCIL. Mas está claro que as dificuldades só vão mudar se eu fizer algo a respeito, mas o tempo ajuda a entender certas coisas e acalma o coração, cicatriza as feridas. Que o amanhã chegue logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.