Artigos mais lidos, Comportamento, Sonhos e Projeção astral

O que são os sonhos para o Espiritismo?

sonho-espirita

Você sabe o que são os sonhos? Você já percebeu que nós passamos aproximadamente um terço de nossas vidas dormindo? É um assunto que merece nossa atenção. O Espiritismo se refere aos sonhos na questão 401 do Livro dos Espíritos. Lá é dito que “o espírito jamais fica inativo. Durante o sono, os liames que o unem ao corpo se afrouxam e o corpo não necessita do espírito. Então ele percorre o espaço e entra em relação mais direta com os outros espíritos.

Essa pergunta citada se refere ao período de sono como um todo, não ao sonho propriamente dito. O fato é que morremos todas as noites. Ao adormecer, seu corpo recupera as energias liberando o espírito do cuidado direto com o corpo. Assim, você, espírito imortal, fica parcialmente liberto durante as horas que duram o seu descanso físico.

O que são os sonhos?
O que são os sonhos?

O que você faz durante esse tempo? Você já se deu conta de que passa mais ou menos um terço da sua vida dormindo? É possível desenvolver atividade útil durante o período de sono. Assim como há pessoas pouco ativas ou muito ativas, também há pessoas que têm ação real durante o sono e outras que não têm. É possível participar de cursos e estudos; é possível orientar outros espíritos, desencarnados ou encarnados como você; é possível auxiliar espíritos necessitados através de doação de energias.

Mas para isso é preciso um adiantamento moral que muitos de nós não temos. Ou algum conhecimento do assunto e muita vontade. Com vontade quase tudo é possível. Mas é preciso reconhecer que a maioria, ao se projetar do corpo físico durante o sono, vai em busca daquilo que mais ocupa o seu pensamento. Vingança, desforra, competição e, principalmente, prazer. Prazer da comida, do álcool, das drogas, do jogo, do sexo. Muito sexo.

A sociedade atual vive um fenômeno inédito. A banalização e popularização do sexo. Quem leu Machado de Assis sabe que no final do século XIX os homens ficavam enlouquecidos quando viam os ombros e os tornozelos das mulheres. Eram as partes do corpo que apareciam. Nos anos sessenta, com a popularização da minissaia, era uma grande inovação nos costumes a mulher andar com os joelhos à mostra. E a visão dos joelhos bastava para excitar os homens. Hoje homens e mulheres têm acesso à pornografia a qualquer instante, de todas as formas imagináveis. Mesmo quem não procura pornografia se depara com ela na internet.

E são justamente esses desejos, que ocupam o pensamento durante o dia, que atraem o espírito encarnado quando se projeta pelo sono. Algumas pessoas não chegam a ter atividade. Quem observa o corpo astral projetado dessas pessoas nota que elas ficam próximas à cama, sentadas, com o olhar apático. Ou são invadidas por imagens aleatórias originadas de sua própria mente ou das mentes de outros espíritos.

Mas muitos têm grande atividade, e a prova disso são as lembranças fortes a que chamamos de sonhos. Os sonhos podem ser coerentes, como uma história que não conseguimos entender direito. Mas também podem ser pedaços esparsos de acontecimentos, retalhos de uma história sem nenhum nexo. É preciso levar em conta que nosso corpo físico não participa do sonho. Como o cérebro físico poderia reter uma lembrança perfeita de algo que ele não viveu? As poucas lembranças ou imagens que nos ficam são o que o cérebro consegue reter quando há o reacoplamento dos corpos astral e físico.

É possível ficar consciente durante o sono. Posso garantir que é uma experiência extraordinária. A projeciologia, criada pelo Waldo Vieira, antigo parceiro de Chico Xavier que se afastou do espiritismo, trata exatamente disso: A capacidade que todos nós temos de realizar projeções conscientes. Um costume que tenho é anotar todos os meus sonhos e projeções. Tenho sempre à mão um caderno específico pra esse fim. Ajuda no despertar da consciência fora do corpo.

Baseado nos fenômenos do sonho, você começa a notar as incoerências de seus sonhos, começa a perceber sua irrealidade. Com o tempo, você se torna mais crítico no dia-a-dia e presta maior atenção ao ambiente, às pessoas, aos objetos, aos cenários. É bom perguntar a si mesmo várias vezes ao dia se você está sonhando ou está acordado. Este hábito será transportado aos sonhos, e quando você reconhecer que uma imagem ou situação é absurda demais para ser verdade, você percebe, dentro do sonho, que está sonhando. Esse é o início do despertar da consciência fora do corpo.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

262 Comentários

  1. Olá bom dia , essa noite eu tive um sonho que eu conversava com três de mim e uma delas me dizia que ironia agente ta aqui conversando com você e acordei e ainda era três e pouca da manha e depois não consegui dormi você pode me explicar o pq?obrigada

  2. Tenho 19 anos e me ligo muito nessa coisa de espiritualidade, mas não exerço uma religião, pois me considero atéia. O fato é que costumo sonhar com pessoas que não conheço o tempo inteiro. Na maioria das verdades são homens da minha idade e que parecem me conhecer. Porém só 1 deles eu parecia realmente ter um envolvimento romântico. Tinha cavalos pra todo lado, uma floresta, nós estávamos em uma festa e queríamos ficar juntos mas ninguém dava espaço. O mesmo com os outros, parecia que eu conhecia aquelas pessoas, só não sei de onde.
    Emfim.. gostaria de ajuda; seria um caso de realizar uma regressão? Obrigada!

  3. oi,tive um sonho que eu estava em uma casa grande nunca a vi, tinha quartos de crianças quadros na parede, parecia que eu sabia que estava sonhando, começei a olhar os quadros na parede para ver se eu reconhecia alguem para que quando eu acordasse, mas as fotos ficaram nubladas n enxerguei, entrei nos quartos para olhar e as luzes se escureciam, comecei a caminhar rápido e começei a gritar do nada mãe!!!!mãeeeee!!!! varias vezes, minha mae é falecida, quando olhei ao longe avistei ela e meu avõ que também é falecido estava sentado ao lado dela e ela de pé, vi tambem um garoto com uma bola de futebol, comei a correr em direção a ela em um corredor comprido da casa, mas quando derrepente me deparei com uma luz gigandesca e me puxou , eu estava tão conciente do que estava acontecendo que tive uma sensação de morte senti meu corpo sendo puxado e caindo voltando….quando aos poucos acordei. Eu me lembrei de tudo isso e resolvi postar aqui pra saber o que aconteceu

  4. os meus sonhos, são sempre muito negativos, tristesas , angustias, saudades de alguem que partiu, acima de tudo o meu sonho quase diario, com a minha mãe falecida á mais de 10 anos, sonhos sem nexo, mas que me deixam quando acordo com um cansaço enorme, sonho muito com a casa dela, coisas passadas lá dentro mas continuam sem nexo, em muitos sonhos choro muito, aí sim o cansaço é enorme como se tivesse transportado pesos, decifrar os sonhos, não sei se alguma vez o possa ser feito na realidade

  5. Olá Morel,

    Quando criança e até a pouco tempo, sempre tive muitos pesadelos e alguns bem assustadores, com o tempo me acostumei com eles e foram diminuindo. Mas uma vez tive um sonho que me deixou muito impressionada. Sonhei com meu pai já falecido, no sonho ele estava todo vestido de branco que chegava a brilhar mas em um lugar escuro com montanhas e havia outras pessoas também vestidas de branco, todos pareciam calmos e serenos. Foi como se meu pai tivesse me levado lá para conhecer o lugar. Depois de um tempo ele me disse sem dizer uma palavra que estava bem e me fez uma revelação. Disse que eu ia ter uma filha e ainda disse o nome dela, lembro que era um nome que nunca pensei em colocar na minha filha se um dia tivesse uma. Disse para eu não esquecer o que ele havia dito. Foi tudo muito claro o jeito que ele disse mas depois que acordei, me esforcei mas não lembrava mais o nome então acabei deixando p lá, apesar de ficar impressionada achei que só era a minha imaginação, mas fiquei muito feliz em saber que ele “estava bem”. Não falei pra ninguém sobre o sonho. Entretanto estou namorando um cara que tem uma filha que mora com ele e me fez lembrar do nome do sonho. É o mesmo, Júlia. Demorei um tempo para me dar conta disso, mas agora a minha pergunta é. Será que meu pai realmente se comunicou comigo de onde quer que ele esteja e revelou o meu futuro?

  6. olá bom dia!
    lendo os comentários acima fiquei muito estasiada e ainda mais curiosa, quero saber mais sobre mediunidade.

  7. Olá Morel,
    Tive um sonho onde eu estava em uma casa branca, e eu conseguia ver um espírito(homem) que tentava me dizer algo, mas quando ele tentava me dizer um outro espírito (mulher) não deixava, ela me empurrava e tentava me enforcar. Eu apenas conseguia ver o vulto dela e sentir a presença. Eu tentava falar com ela, pedindo calma pois eu queria ouvir o que ele queria me dizer, mas ela não deixava. O que pode ser esse sonho?

  8. Ola morel felipe .tive um sonho que marcou a minha memoria e fico pensando porque sera que sonhei com tudo isso ? Tentei procurar respostas e nada quem sabi voce possa me ajudar ..sonhei que eu estava no umbral havia casas bem pobres todas sujas muito lixos e a cidade o chao era toda de lama muito barro e havia sempre um grupo de pessoas mas eram assasinos ,ladroes enfim ate que cheguei num beco e havia uma casa bem suja cheia de lama e um senhor do meu lado disse ta vendo aquela.casa era minha morei ali e esta vendo aquela mulher ela me matou e matou a minha filha tambem ela esta pertubada e minha filha esta la com ela tambem e esta com a cabeça cheia de bichos ..nisso acordei porque fiquei apavorada .. Espero recebe uma dica sua ..grata ..

  9. Boa noite Morel. Há 18 anos tive um relacionamento com um rapaz que gostei muito. Brigávamos, voltávamos e era aquela coisa turbulenta. Até que um dia ele me traiu e o relacionameto acabou. Tentamos voltar várias vezes mas minha familia nao aceitou, fui viver minha vida… Estou casada há 10 anos, amo muito meu marido mas sonho todas as noites com esse ex namorado. Me incomoda muito, pois nos sonhos parece estarmos conversando nitidamente, será que ele também sonha isso? Tenho vontade de pergunta-lo so pra por um fim a esses sonhos diarios. O que pode ser? Grata!!!

  10. Oi, Morel!
    Por duas vezes nos últimos três anos, tive sonhos envolvendo gravidez. Ainda que não soubesse que as duas teriam a intenção, ambas foram anunciadas poucos dias após os sonhos, vindo de pessoas especificamente próximas. Na terceira vez, tive o sonho próximo ao período do inicio da gravidez e novamente dois dias anteriores do anúncio aos familiares, após dois meses.
    Como foi a terceira vez, fiquei curiosa se poderia estar relacionado à alguma ligaçao espiritual, ou podem ser apenas coincidencias… Talvez sua sabedoria possa auxiliar-me a buscar um maior esclarecimento sobre o assunto…
    Desde já agradeço! Um abraço!

  11. Andreia, sim; provavelmente é isso. Mas essas obsessões acontecem dessa maneira justamente quando temos a chance de rearmonizar o que desarmonizamos no passado. Para isso servem os tratamentos de desobsessão no centro espírita. Mas é bom lembrar, sempre, que, para que haja a cura verdadeira é necessário que nós mudemos aquelas características nossas que provocaram esse desentendimento no passado. O caminho é a evangelização com Jesus.

  12. Olá, gostaria de lhe pedir ajuda, acredito muito em Espiritismo, e hoje um amigo de minha mãe veio desesperado pedir ajuda a ela, ele se encontra abatido, sofrendo, quando o pai dele era vivo, há cinco anos atrás, via um homem, tanto em sonho como acordado, que não conhecia, que o importunava e tornava sua vida horrível, depois que seu pai morreu, o espírito começou a aparecer para o filho, e ele não consegue se livrar dele de maneira alguma, gostaria de poder entender se pode ser um espírito de uma vida passada, que não o perdoou por algo do passado, ou algo assim.

  13. Morel,
    Sonhei com uma pessoa que já vi bastante longe… Mas o sonho era totalmente real. Como se eu pudesse mudar alguma coisa. Parece um filme, mas ao acordar lembro pouco,quanto mas tempo passa vou esquecendo, da noite pelo dia. Será que meu cérebro está trabalhando mais de 10%… Mas acredito no Espiritismo.
    Obrigado.

  14. Bom dia Amigo,

    Há cerca de 6 anos atrás, sonhava todos os dias com um rapaz de pele bem branca, cabelos negros e olhos verdes, mas os olhos deste rapaz pareciam olhos de mosca, vários quadradinhos, mas o rosto era meio embaçado eu simplesmente me apaixonei por esse rapaz, chegava a chorar, agora, a 3 meses conheci um rapaz exatamente como nos meus sonhos, EXATAMENTE igual, e estou muito apaixonada por ele. Será que tive uma visão? OBS: minha mãe tem pressentimentos de desastres e sempre acerta, minha avó conversa com os espíritos.

  15. Oi Morel,

    Estou buscando entendimento e frequentando as palestras no centro espírita aqui em minha cidade, mas estou iniciando, fazendo curso de introdução e algumas dúvidas me atormentam. Por exemplo, essa dos sonhos. Eu namorei quase seis anos e terminei esse namoro há mais de 5 anos, hoje tenho uma relação estável com outra pessoa. Meu ex-namorado se envolveu com drogas e teve problemas psicológicos, eu tenho um carinho muito grande pela família e tentei ajudar algumas vezes, mas sem ter o que fazer acabei me afastando. Às vezes tenho sonhos com ele, uns bons, outros agoniantes e fico com mal estar… soube por um membro da família, que ele chama muito por mim em alguns momentos, será por isso esses sonhos? pode ter relação? eu devo agir de alguma forma?

  16. Fla, o primeiro sintoma da mediunidade é justamente uma maior sensibilidade. Você é o que se pode chamar de sensitiva, não quer dizer que seja, necessariamente, médium. Ele veio até você apenas para tranquilizá-la, para que você perceba que ele está bem e deixe que ele siga o seu caminho. Pense nele com carinho, mas não o busque com o seu pensamento. Vocês têm caminhos diferentes, agora. Siga a sua vida, grata a Deus por tê-lo conhecido, mas não o prenda.

  17. Olá Morel,

    Há mais ou menos uns 5 anos atrás perdi meu ex-namorado, foi assassinado (arma de fogo).
    Eu estava na faculdade, me senti mal, aperto no coração, uma sensação horrível, só que não sabia que era com ele, só sabia que alguma coisa ruim estava prestes a acontecer!!! Fiquei 3 meses mal… chorava todos os dias, ao deitar orava pra ele encontrar a luz e pela família… e como todos os dias eu chorava até pegar no sono, depois de 3 meses eu acordei com ele passando a mão em minha cabeça, estava sorrindo e vi uma luz branca indo junto a ele… Foi muito real, desse dia meu coração se acalmou… mas de uns dois meses, ele vem em meu pensamento, ando chorando muito!!!
    Será que isso é mediunidade, não senti somente com ele, com outras pessoas e até mesmo senti comigo quando fui perseguida por uma pessoa má, que ia fazer algo ruim, mas no fundo escutei uma voz, e graças a Deus nada aconteceu… Será isso um dom divino, a possibilidade dele ter vindo se despedir de mim?
    Será que ele quer tentar se comunicar, falar alguma coisa?
    Também ando sentindo que devo me aproximar da família dele, principalmente do irmão, a família não aceita até hoje, e algo me toca para me aproximar…

    Se puder ajudar agradeço!!

  18. Olá Morel.
    Perguntei anteriormente sobre experiência real durante o sono e relatei meu sonho com mensagem de celular. Aproveito a oportunidade para agradecer sua resposta.
    Agora estou aqui para relatar o que aconteceu alguns dias depois. A pessoa que me mandou a mensagem no sonho, veio pessoalmente conversar comigo (nesse plano) e me falou a mesma coisa que estava na mensagem do sonho. Achei isso bem interessante…
    Mais uma vez agradeço sua resposta à minha pergunta. Foi esclarecedora.
    Abraços

  19. Sou católica, minha religião diz que não devo acreditar nessas coisas, mas já tive muitos sonhos estranhos, sonho direto com pessoas falecidas. Já teve uma vez que sonhei com minha avó se levantando de um túmulo, na época fiquei com o sonho na cabeça e depois recebi uma ligação do meu pai me dizendo que fazia 17 dia que minha avó havia falecido e eu não sabia, já acordei com um vulto de um homem deitado do meu lado, todo mundo disse que eu estava sonhando, tinha pavor de morar nessa casa, sempre via vultos, às vezes a porta se abria lentamente como se alguém fosse entrar, depois não aparecia ninguém, às vezes tenho pressentimentos, arrepios estranhos.

  20. Alexandra, tudo o que tem aqui tem no astral, então isso pode acontecer, sim. Mas não há como eu lhe dizer se isso foi uma experiência real no astral ou não. Pode ser uma forte impressão do seu subconsciente que veio à tona. Só aprendemos a distinguir isso se adquirirmos o hábito de anotar e analisar todas as nossas experiências oníricas.

  21. Boa tarde Morel.
    Estava lendo os comentários e vi que você explicou sobre o que é uma experiência real durante o sono.
    Essa noite tive um sonho que parecia estar acontecendo, mas não sei se tem como se encaixar no caso. Sonhei que recebia uma mensagem no celular, cheguei a sentir o celular nas minhas mãos, a ler a mensagem recebida nitidamente, até com os emoticons.
    Gostaria de saber se nessas experiências reais durante o sono tem como usarmos um aparelho – no caso o celular – e se a mensagem que li no celular pode ser um aviso ou não.
    Desde já agradeço a atenção e o parabenizo pelo site, com artigos bastante esclarecedores.
    Um abraço.

  22. Gabriela, sinto muito, mas não li seu comentário. Recebo centenas de preguntas, no site, no Facebook e por e-mail todos os dias. Meu tempo não permite ler textos tão longos. Continua a sua busca; estude, informe-se, você vai conseguir entender o que procura.

  23. Sr Morel boa noite !
    Espero que responda meu comentário e se assim fizer ficarei muito agradecida.

    Bom a uns anos atrás tudo que sonhava acontecia… Os sonhos mais marcantes e que me impressionaram mais eu guardei certa vez sonhei que via o mundo pegando fogo, uma semana depois a escola em que estudava pegou fogo… Outra vez sonhei que estava caminhando com um rapaz de maos dadas por um lugar muito bonito, nessa caminhada eu via 3 caminhos diferentes e nós dois tinhamos que resolver qual seguir no final do sonho eu segui por um caminho sozinha e o rapaz havia sumido… não consegui ver seu rosto só suas pernas… 3 anos depois caminhando com meu ex namorado me dei conta de que era ele com quem eu tinha sonhado, as pernas que vi no sonho eram as deles, os caminhos são os mesmo que tem aqui na praça na frente da minha casa. Enfim tive muuitos sonhos que se “realizaram”. Hoje tenho 18 anos os sonhos nao se realizam mais, só que acontece uma coisa muuito estranha, eu consigo controlalos ,nos meus sonhos eu sei q estou sonhando, e posso controlar o que faço e falo… Em pesadelos, sonhos que eu os considero bons enfim todo tipo de sonho. Muitas vezes sonho que um homem tentaa me matar eu consigo voar para fugir dele, e quando ele me alcança eu sei q ele vai me matar mais que e tudo um sonho e quando ele finalmente me mata eu acordo… Sonho muito com pessoas e lugares desconhecidos, lugares muito bonitos, pessoas boas que me fazem bem, e no sonho eu sei que e um sonho e que quando acordar tudo aquilo vai acabar e começo a chorar desesperada, e por fim acabo acordando chorando tbm… Mais apesar dos sonhos bons tem os sonhos ruins e um em especial me marcou muito, eu nao lembro o que fiz anteriormente mais lembro de que fiz alguma coisa e que precisava acordar, deitei em um banco sozinha em um lugar branco e quando fechei os olhos eu nao sei explicar o que aconteceu com a minha cabeça acho q ela, nao sei explicar, um barulho muito forte começou a soar na minha cabeça e aquilo me deixou muito ajitada, quanto mais ajitada eu estava mais ajitada minha cabeça ficava por eu nao consegui acordar, lembro que no sonho fiquei com medo de nao conseguir nunca mais acordar, lembrei da minha familia, nao queria deixalos e então com mais calma me deitei de novo e então consegui, depois disso fiquei assustada e pra dormir é um pouco difícil. Será que pode me eexplicar por que isso acontece, por que os sonhos que eu sonhei se realizaram ? E porque sera que nos meus sonhos eu sei q estou sonhando e posso controlalos? O mais recente sonho que me MARCOU BASTANTE > naa minha vida atual eu estou passando por uma fase amorosa muito complicada de verdade eu nao posso estar com uma pessoa e acho q isso esta interferindo no meu sistema psicológico, enfim no meu sonho eu conseguia estar com a pessoa que não posso tê-la, depois de um determinado tempo juntos aparecia a pessoa que nos separou na vida real, no meu sonho eu olhava pra ele e falava, vai com ela, isso e só um sonho e começava a chorar, nao lembro de ter visto ele ir embora, só sei que acordei chorando… Porque isso aconteçe ? E pq eu nao consigo entender ?!

  24. Mari, o mais provável é que ele permaneça com os hábitos de quando estava encarnado. É comum que o espírito não se dê canta de que desencarnou ou que simplesmente ache melhor ficar perto da família ou de quem o acolha. De qualquer forma, isso não é bom. Não há nada a ser temido, mas cada um deve viver de acordo com o seu plano. Procure atendimento num centro espírita e exponha a situação. O ideal é que a sua mãe também frequente o centro espírita, assista às palestras, tome passes e procure manter bons pensamentos. Isso irá ajudar no esclarecimento dela própria e do seu pai, para que ele siga o seu rumo e ela retome a sua vida.

  25. Muito interessante seu texto. Muito explicativo. Meu pai faleceu em Outubro/2015. Desde então minha mãe sonha com ele todos os dias. Geralmente ele está vivo nos sonhos dela, fazendo coisas do dia-a-dia. O que são esses sonhos? Encontros do espírito de meu pai com minha mãe, ou apenas a necessidade dela de estar perto dele? Fico preocupada sem saber se dou incentivo aos sonhos, ou começo a não falar mais sobre o assunto pra que assim ela não tente sonhar com ele.

  26. Thais, talvez a sua abordagem não esteja sendo a mais adequada. Acredito que, mesmo sem querer, você tenha passado a ela uma conotação de mistério, de morte, de ocultismo – e o Espiritismo não é nada disso. Mediunidade é uma faculdade natural, é como se tivéssemos um sentido a mais – só isso.

    Sugiro que apresente a ela uma abordagem mais natural: os vídeos do Wagner Borges e do Saulo Calderon, por exemplo. Não são espíritas, nem são religiosos. Mas são pessoas que lidam com tranquilidade com esses aspectos espirituais.

  27. Gostei muito do texto, muito bem explicado, parabéns.

    Gostaria de um auxílio. Tenho uma filha de 16 anos e tudo indica tem a mediunidade aflorada, ela tem sonhos que se repetem, sonha com pessoas e lugares que nunca esteve e diz que as pessoas do sonho querem lhe dizer algo, mas pessoas que nunca viu, e lugares que nunca foi, mas sabe onde fica.
    Tem o sono perturbado, fala à noite, anda, senta no chão, e tem me preocupado bastante.
    Logo após o desencarne do meu pai, dois meses depois sonhou com ele, e ela me disse que no sonho ele veio se despedir de nós, quando criança tinha uma amiga invisível e disse que a amiga até se despediu dela.
    E agora começou a ver vultos e está bastante assustada, e não sei o que fazer, já que ela não aceita o espiritismo, nem vai comigo ao centro espírita.
    Tem alguma oração que ela possa fazer antes de ddormir? Ou algo que possa fazer para ajudá-la?

  28. Li, no livro Nos Domínios da Mediunidade, de André Luiz, há um capítulo chamado “mediunidade no leito de morte”, que narra, mais ou menos, o que ocorre nesses momentos. Aproveite e leia todo o livro.

  29. Gilcemere, Não é imaginação e nem o seu filho é uma criança especial. Ele é médium, tem a capacidade de ver espíritos desencarnados, só isso. Não há o que temer. Isso pode ficar apenas durante a infância ou pode acompanhá-lo ao longo da vida. Neste caso, provavelmente ele tem uma tarefa a cumprir, fazendo o bem ao próximo através da mediunidade. Sugiro que procure um centro espírita kardecista e comece a frequentar e estudar.

  30. Olá, um amigo de infância muito querido faleceu há alguns dias, e aproximadamente por uns três ou quatro dias antes disso, eu estava tendo pesadelos muito perturbadores com coisas aleatórias que não me recordo com clareza mas não dormia direito, e antes de dormir tinha muitos pensamentos negativos e medo, não era de nada específico, apenas apenas um sentimento ruim e aflição, fechava os olhos e via imagens perturbadoras de feridas e coisas que me afligiam, disse por várias vezes pra minha mãe que precisava me benzer, no dia em que meu amigo faleceu, eu fui dormir cedo como de costume e novamente tive aqueles sentimentos, acordei e decidi tomar um dramin pra ajudar pra ajudar a dormir (pela 1a vez em tempos) , quando me deitei novamente o sentimento foi pior e me pus a rezar com muita intensidade, apertava minhas mãos com força e rezava, tempo depois eu ainda não havia dormido, e aí recebemos a ligação com o aviso. Provavelmente o horário da minha oração coincidiu com o da morte. Minha mãe disse que foi um pressentimento, mas em nenhum momento mesmo após receber a notícia passou pela minha cabeça que poderia ser um pressentimento de que algo ruim aconteceria. Achei que estava ficando com síndrome do pânico ou algo assim. Foi uma morte completamente inesperada. Na noite do velório sonhei que era a guardiã do velório, não sei se isso quer dizer alguma coisa. Esta noite sonhei com ele e me transmitiu muita paz. Gostaria de entender essas coisas.

  31. Boa tarde.
    Tenho um filho de 8 anos ( João Pedro )
    Quase todas as noites tem perdido o sono e fica acordado até o amanhecer.
    Hoje aconteceu o mesmo e ele acordou já era mais de meio dia.
    Conversando com ele me disse que tem visto há algum tempo sombras.
    Disse que já viu pessoas e agora vê somente criança.
    Que vai para o lado do banheiro e aí some.
    Estou ficando preocupada.
    Será só imaginação ou realmente ele é uma criança especial.
    Há vários dias tenho sentido arrepios.
    João Pedro é a criança bastante emotiva e chora quando vê pessoas pobres e diz que queria poder ajudar.

  32. Oi, eu sonho quase todas as noites, já sonhei com a minha morte onde via meu corpo caído no chão e ia para uma espécie de outro plano, já sonhei que estava em uma espécie de labirinto onde se abriam muitos caminhos mas não conseguia sair de lá, tinha algumas crianças, pedi para uma me mostrar o caminho e ela disse que não poderia ir comigo, depois uma porta de abriu e vi a minha bisavó que não me disse nada mas me mostrou o caminho onde continha umas escadas para baixo que quando desci, acordei com o despertador, isso acontece direto, direto me envolvo com o que parece ser o outro lado.

  33. No meu sonho, eu estava no meu quarto e sentava na cama, quando olhei pra perto da porta, vi uma criança toda de branco, mas não conseguia ver o rosto dela, de repente eu acordei e me virei de lado, logo depois senti ela me abraçando e me arrepiei todinha.

  34. Ângela, recomendo sempre, em primeiro lugar, as obras de Allan Kardec. Depois, numa segunda etapa, a série Avida no mundo espiritual, de André Luiz, composta de 13 livros. É a base mais segura e a melhor formação espiritual disponível.

  35. Felipe, estou encantada com tanto conhecimento. Gostaria de uma referência para aprofundar os estudos no Espiritismo. Minha atividade de sonho é muito nítida e consigo lembrar normalmente de “quase tudo” e essa temática me instiga. Felicitações por esse trabalho!

  36. Boa tarde, diariamente sonho com demônios ou então tenho sonhos lúcidos, sei que estou sonhando.
    Hoje na hora do meu almoço eu saí do meu corpo e vi ele imóvel, endurecido, eu não conseguia fazer nada, ouvia a voz da recepcionista aqui do trabalho, eu gritei mas de nada adiantou, e comecei a ficar sufocada e consegui acordar depois que comecei a orar.

  37. Boa tarde!

    Essa noite tive um sonho que algo grande me abraçava, mas esse abraço era como se fosse me cobrir por inteiro e na hora despertei e continuei sentindo isso e fiquei muito arrepiado.

  38. Alline, é importante que você saiba, antes de mais nada, que não há o que temer. Como você saiu do corpo, você provavelmente tem facilidade para o desdobramento, e é bom estudar sobre isso. Esse espírito certamente não quer lhe fazer mal, quer apenas chamar a sua atenção para alguma coisa. Pode ser algum conhecido seu ou apenas alguém que percebeu que você é capaz de percebê-lo e quer se comunicar. Sugiro que comece a assistir os vídeos do Wagner Borges e do Saulo Calderon para aprender sobre essa capacidade de sair do corpo físico com consciência.

  39. Olá, boa tarde, Morel!

    O que vou contar agora foi o que aconteceu essa semana passada… em um dia de domingo eu estava no sofá assistindo TV, e a todo momento estava sentindo como se tivesse alguém por perto, quando já noite virei para dormir e senti o meu espírito saindo do meu corpo e fui caminhando até a cozinha e olhei atrás da janela e pedi para esse tal espírito deixar com que eu visse ele e eu perguntava o que ele queria me falar e ele foi se escondendo no escuro, até que eu acordei.
    E antes de ontem eu estava dormindo, senti dando 2 tapas no meu pé e logo acordei assustada e ouvi a tampa do vaso fechando e assim que amanheceu a tampa estava fechada. Faço muita oração, mas eu já não sei mais o que fazer.

  40. Olá! O que você tem a me dizer sobre os sonhos lúcidos, aqueles em que eu me vejo deitada na cama, em que tento me levantar e não consigo ou parece que me levanto mas aí dou conta que não levantei, algo me impede de acordar, daí começo a ficar sufocada, quando percebo, tento me acalmar, começo a rezar, e logo em seguida eu acordo. Às vezes eu tento gritar mas não sai voz, ou ouço a voz de pessoas que conheço ou vejo embaçadamente, mas quando acordo elas não estão lá.

  41. Louize, se você teve essas experiências, certamente você é médium. Mas nem todos somos dotados de mediunidade “ostensiva”; então é normal que nossas faculdades mediúnicas sejam despertadas só em situações especiais ou quando os espíritos que porventura queiram se manifestar consigam sintonia conosco.

  42. Jennifer, nosso corpo físico é transitório, mas não deixamos de existir. Não há dificuldade alguma nisso, apenas falta de esclarecimento. Sua mãe está apenas se comunicando com determinadas pessoas nos momentos em que isso é mais fácil, ou seja, durante o período de sono físico, quando nós, encarnados, nos desprendemos parcialmente da matéria densa. Estude e irá compreender. Comece com O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec.

  43. Tenho uma dúvida: morei em uma casa em que o proprietário desapareceu, como ele recebia o aluguel pessoalmente, não tínhamos nenhum contato com ele. Nessa casa aconteciam coisas muito estranhas, luzes se acendiam, portas se abriam, e uma prima, uma amiga presenciamos, porém, só eu via vultos, diversas vezes. No começo sentia medo, mas depois me acostumei. Depois que me mudei, só tive uma visão com uma pessoa que faleceu quando estávamos brigados, então chorei e abri meu coração e nunca mais aconteceu nada do tipo. Posso ser médium? Se for, por que não tenho mais essas experiências?

  44. Minha mãe faleceu há quase 3 meses, nunca havia sonhado com ela tão intensamente, somente lapsos que nem me recordo direito. Recentemente (sexta/sábado) sonhei que a via chegando e me abraçava e eu sentia seu cheiro, mas sabia que ela já havia falecido. No outro dia (sábado/domingo) minha sogra disse que sonhou com ela, que ela estava doente mas estava sorrindo. E novamente sonhei com ela (domingo/segunda) que eu a encontrava em um lugar movimentado, onde ela me olhava de longe e entrava em uma espécie de comércio quando eu a reconheci, quando entrei neste comércio ela estava sentada digitando e começou a chorar e disse “me perdoa filha”, a abracei e chorei junto, senti seu cheiro intensamente e acordei neste momento quase chorando. (Terça/quarta feira) uma amiga do trabalho disse que havia sonhado com ela também (esta amiga não a conhecia ) e disse que em seu sonho ela estava no velório de minha mãe, que ela mexeu os dedos e eu a peguei no colo para levar ao hospital, e que logo depois minha mãe voltou e deu um abraço nela.
    Estou angustiada pois não consigo entender o porquê dela aparecer constantemente nos meus sonhos e de pessoas próximas.
    Meu casamento foi em novembro e ela me dizia antes de falecer que queria muito estar em meu casamento. Às vezes me lamento pensando que ela poderia ter vivido fisicamente este momento (pois na cerimônia de casamento senti intensamente a presença dela no altar). Não sei como interpretar e o que fazer.

  45. Juliana, não há nada a reparar no seu relato.
    Sim é perfeitamente possível que o rapaz do sonho seja um velho conhecido seu que tenha reencarnado como seu filho. Quase sempre reencarnamos próximos daqueles com quem temos laços de afeto ou desafeto. Não há nada de extraordinário nisso: nos aproximamos por afinidade. Com quem temos afinidade? Com nossos afetos e desafetos.
    A posição de decúbito dorsal (de barriga pra cima) é a que mais facilita o desdobramento (ou projeção da consciência). Não há motivo para assustar-se. Você demonstra facilidade para manter a lucidez quando projetada para fora do corpo físico. Se exercitasse isso, provavelmente conseguiria sair do corpo físico com plena lucidez. Isso pode ser muito útil para auxiliarmos no trabalho dos espíritos trabalhadores. Se o assunto lhe interessa, confira os vídeos no Youtube do Wagner Borges e do Saulo Calderon.

  46. Primeiramente me desculpe por denominar de forma equivocada o que irei relatar, já que não possuo conhecimento. Eu costumava sonhar com um rapaz que era como um guia, ele não falava comigo no sonho, era um ser tranquilo, que me dava paz e me tranquilizava quando passava por períodos difíceis (o meu sentimento era de que tudo ia ficar bem). Certa vez ele me deu a mão, era quente e macia, outra vez apareceu de mãos dadas com uma menina. Algumas vezes aparecia criança, outras jovem (em torno de 20 e poucos anos). Também costumava sonhar com entes que faleceram (bisavó, avó, avô, só meu tio que não apareceu em sonho pra mim, faleceu há pouco mais de 1 ano). Todos apenas me passavam tranquilidade, de que tudo estava bem, para valorizar a família, para sermos unidos etc. Porém nenhum nunca falava nada, apenas os via em alguma situação e de alguma forma me passavam essa mensagem. Todas as vezes que tenho esse tipo de sonho acordo de barriga para cima, com a sensação de ter acabado de chegar ali, fico assustada. Esse rapaz que eu mencionei como um guia nunca mais apareceu. Tenho um filho de 5 anos, e a última vez que vi o rapaz em sonho eu estava grávida. Às vezes penso que ele pode ser o meu filho (encarnado), por isso nunca mais o vi em sonho, isso pode ser verdade?

  47. Meus sonhos sempre são um sinalizador, um presságio. Um alerta. E normalmente sempre acontecem. O mais forte de todos foi quando meu avô paterno faleceu. Eu estava em Salvador e ele aqui no Rio de Janeiro. Sonhei com ele dizendo que cuidaria de mim. Como estava de resguardo ninguém me contou o que havia acontecido, fiquei sabendo um mês depois.

  48. Bom dia!
    Eu frequento o centro espírita e na hora da palestra, às vezes, eu me vejo brincando com duas crianças, parece que elas são meus filhos. Eu sou nova e ainda não tenho filhos, mas sinto um desejo muito grande de ter, um desejo que é dificil explicar. Isso seria um sinal que na hora certa eles virão? Quando o passe acabou e eu abri os olhos estava sentindo um misto de felicidade e tranquilidade, sentia o sorriso em meus lábios.

  49. Mara, a pergunta correta seria “para que” identificar isso?
    Não pense no que você não gostaria que acontecesse. Esse é o segredo do controle do pensamento. Pense no que você quer; não pense no que você não quer. Esquece isso.

  50. Aline, não há motivo para apreensão. Até os sete anos é normal que crianças vejam espíritos desencarnados. Este espírito pode ser seu futuro filho, que pode estar preparando a sua reencarnação, mas também pode ser apenas um amigo espiritual do seu filho – seu protetor, talvez. Trate isso com naturalidade.

  51. Boa tarde. Preciso tirar uma dúvida. Me relaciono com uma pessoa maravilhosa, que tenho certeza que não trairia, pois conheço há muito tempo, antes de me relacionar. Mas sempre sonho que ele ama uma colega nossa. Às vezes acho que é pelo interesse dessa moça, ou algo de outra vida, um laço que tiveram. Como identificar isso?
    Grata.

  52. Boa Tarde.

    Estou um pouco apreensiva. Tenho um filho de 4 anos e ontem ele me disse que brincou com o irmãozinho dele, que seu irmão ainda não andava por que era pequeno, disse que o irmão chamava João lucas, porém ele não tem irmão e eu não estou grávida. Quando falei com meu filho eu disse: “você não tem irmão” – aí ele disse: “tenho sim, ele tá aí na sua barriga” – porém não estou grávida e nem pretendo engravidar, fiquei apreensiva pois ele já me disse que viu o irmão algumas vezes, só que dessa vez ele afirmou e disse até o nome. O que poderá ser?

  53. Gabriel, provavelmente você é médium. Esses sonhos são, na verdade, atividade real durante o período de sono físico. O ideal é você se dedicar ao estudo do Espiritismo – ou alguma corrente de pensamento espiritualista semelhante. Tudo faz mais sentido quando há esclarecimento.

  54. Sonho com pessoas que nunca vi em minha vida, e ainda sonho como se tivesse vivido a minha vida inteira com aquela pessoa, às vezes sinto a presença deles mesmo estando acordado e momentos que eu sinto que deveria estar falando algo pra essa pessoa, os outros ficam me estranhando vendo eu falar sozinho kk. Mas enfim, eu fico intrigado em não poder saber quem eles são, e eu até gosto de sonhar com eles porque às vezes até me divirto, mas às vezes eu também me assusto…

  55. Sim, Morel. Entendi parte, mas ainda preciso de ajuda. Eu disse a ele o que não havia dito na época, saiu um peso de mim ontem, estava feliz. Mas por que ele chorou e por que veio agora, depois de tantos anos. Isso é bom, bom sinal para mim, posso ficar feliz realmente e saber que ele está bem onde esteja.

  56. Alguns dias atrás sonhei que estava deitada na minha cama com um neném, era uma menina, branquinha, cabeluda dos cabelos bem pretos. Só que eu me via deitada com ela, eu estava no ar, no canto superior do meu quarto olhando pra baixo e me vendo com a bb. Eu (no alto) estava sorrindo e eu deitada estava feliz, meio que brincando com a menina.
    Acordei muito feliz. Dificilmente tenho bons sonhos.
    Estou tentando engravidar a alguns meses, será que esse sonho significa que vou conseguir em breve?

  57. Morel, meu pai faleceu há muitos anos, eu tinha 19 e hoje 47, nesses anos nunca veio falar comigo em sonho, embora venho pedindo todos os dias para Deus para que ele viesse. Na época era jovem demais, não disse a ele tudo que precisava antes de falecer, principalmente o que ele era para mim… tudo. Tive que me virar, pois meus irmãos já eram casados. Vivi toda uma vida sempre me virando, e sempre lembrei dele e sentia uma falta enorme e dor por não ter ele comigo quando necessitava de carinho. Me tornei uma pessoa forte e às vezes dura com tudo e todos. Hoje ele veio em sonho, me abraçou, e ele estava perfeito, eu como sou hoje, disse a ele que o amava muito, ele me abraçou forte e chorou muito. Qual significado??

  58. Julia, não podemos caracterizar os componentes de um sonho ou o tema central de um sonho de maneira igual para todos. A interpretação dos sonhos procura se basear em simbolismos, em símbolos do inconsciente coletivo – mas muitos desses símbolos têm valores diferentes para cada pessoa. O melhor, então, é adotar o hábito de anotar os próprios sonhos e estudá-los, analisá-los, ficar atento aos acontecimentos, para decifrar seus possíveis significados.

  59. Olá, bom dia! Estava eu vendo alguns significados de um sonho muito doido que tive e quase todas as minhas lembranças que fui pesquisar nada era bom rs, por um momento me senti bastante preocupada! E fazendo uma rápida busca acabei achando sua página, que é muito boa. Sei que não interpreta sonhos, mas gostaria de saber sobre esses significados que lemos e nos deixam preocupados!?

  60. Ana Carolina, o mais provável é que você esteja entrando em contato com personalidade animadas por você em existências anteriores. Somos sempre o mesmo espírito, a mesma individualidade, mas, a cada existência, animamos uma personalidade diferente – é como se interpretássemos uma personagem diferente a cada reencarnação. Algumas dessas personagens são muito marcantes, e mantém-se “vivas” em nosso subconsciente. Em determinadas fases da vida (no seu caso a adolescência, que é uma fase importante) convivemos com certas pessoas, ou tomamos contato com certas realidade, ou vivenciamos certas situações que trazem à tona, de forma mais nítida ou menos nítida, essas antigas personalidades. É importante superarmos as fraquezas associadas a essas personalidades. Quase todos nós repetimos os mesmos erros existência após existência. A Vida sempre nos apresenta ocasião para que essas características sejam novamente experimentadas – por isso o cuidado que temos que ter para não recairmos nos mesmos erros.

    Procure sempre estudar, de preferência em grupo, no centro espírita. O esclarecimento é imprescindível para lidarmos com as questões do espírito. Considerando as suas características mediúnicas, o estudo em grupo é muito recomendado para evitar ilusões e interpretação muito pessoais a respeito das coisas do espírito.

    Fique com Deus!

  61. Graziela, não interpreto sonhos. Acredito que você tenha estado em uma colônia no astral – o que é muito comum. O ser que você viu não é Deus – ninguém vê Deus. Deve ser um espírito superior, um espírito bom que lhe deu a impressão de ser Deus.

  62. Karina, não tenho todas as respostas. Na verdade, tenho muito poucas respostas e um monte de dúvidas.
    Durante o período de sono físico nos comunicamos com espíritos, isso é comum. É provável que você tome contato com espírito necessitados de ajuda. É comum que pessoas de boa vontade, mas despreparadas, tenham o ímpeto de ajudar esses espíritos, Sem saberem como ajudar, e, principalmente, sem saberem como se defender, têm suas energias “sugadas” por esses espíritos. Por isso os seus sintomas. O fato de você estar lembrando dos sonhos, ultimamente, pode ser uma oportunidade que se oferece a você para que você se esclareça mais a fim de poder ajudar efetivamente. Procure ler, estudar, se possível num centro espírita.

  63. Boa noite, Morel. Sou uma médium de 17 anos em um grau de mediunização bem elevado. Vejo, ouço, escuto, me comunico acordada com espíritos elevados. Sonho e tenho intuições sobre coisas do passado e do futuro meus e de outras pessoas.
    Sempre consigo interpretar meus sonhos, mas dessa vez não foi possível.
    Faz dois dias sonhei que eu ia em uma festa com outros adolescentes. Usávamos muitas drogas e uma menina acabava morrendo de overdose. Só que, nesse sonho, eu assumia outra forma física. Não era eu, legitimamente. Tive todas as sensações de ter me drogado. E eu sou o tipo de pessoa que não sou adepta com essas coisas e nem frequento lugares assim.

    No mesmo dia, tive outro sonho. Sonhei que me arrumava para ir em um casamento. Que eu ia pegar o elevador pra descer no prédio, mas não cabiam muitos no elevador então resolvi aguardar, sendo que um conhecido meu também sobrou e não entrou no elevador. Quando ficamos sozinhos, ele me levava pra um banheiro e abusava de mim, me drogando também. Este conhecido é adepto de drogas.

    Nos dois sonhos, eu assumi uma forma física que não era minha. Era como se eu fosse outra pessoa. E em cada sonho eu era uma pessoa diferente. Fiquei assustada quando acordei, principalmente por esse fato de não ser “eu” no sonho mas receber as sensações como se fosse eu. Não reconheço nenhuma pessoa dos sonhos, exceto àquele que me referi. Na sua opinião, o que isso seria?

  64. Hoje sonhei que estava grávida e que tive 12 filhos… E que não senti quase nenhuma dor no parto… Simplesmente a minha mãe não sabia que estava grávida e depois de a avisar ela passou se… O que poderia dizer?

  65. Eu tenho dois sonhos que tenho desde criança, e em épocas distintas sempre sonho novamente, mas não tenho ideia do que se trata!
    Um é com meus dois filhos agora já adolescentes, subindo em uma árvore para alcança um relógio que parece ser de uma igreja, não sei direito, mas parece um campo o local. E toda vez que os vejo eles estão pendurados preste a cair e eu nunca consigo impedir, no sonho eles ainda são crianças e morrem, sempre acordo desesperada, quando não tinha eles eu via os meninos e não reconhecia, depois que os tive comecei vendo eles. Um desses dois filhos meu hoje é renal crônico e anda de cadeira de rodas, mas é feliz, esbanja alegria por onde passa, sempre otimista com tudo. O outro sonho tenho desde criança, sonho entrando dentro de uma espécie de valão água muito suja para salvar um cachorrinho e consigo tirá-lo da água, porém não consigo subir o valão. Só que depois que tive minha filha de 3 anos que é autista sempre a vejo lá em cima me olhando!

  66. Olá Felipe, tudo bem? Gostaria que você me explicasse um sonho que tive, acredito eu que não tenha sido só um sonho, simpatizo muito com o espiritismo e acredito em vida após a morte, por isso acho que o que sonhei realmente tenha acontecido.
    Tenho insônia, certa noite sem conseguir dormir, tomei dois dramin para conseguir pegar no sono, mal sabia eu que esse remédio para mim é uma bomba, pois baixa demais a pressão sendo que já tenho pressão baixíssima. Após ingerir os remédios, questão de minutos, adormeci, no decorrer da noite, sonhei que eu chegava em um lugar onde havia muitas pessoas, das quais eu não tinha conhecimento, nem do lugar nem das pessoas, pessoas rezando, sofrendo, desesperadas. Nisso uma moça muito bonita se aproxima de mim e me leva para um outro lugar, muito bonito, verde, o qual trazia uma paz muito grande, nisso eu olho para o céu, vejo Deus, ele se aproxima de mim, sinto uma sensação maravilhosa, mas ao mesmo tempo sinto vergonha, ele me fala algumas palavras que eu não consigo recordar, quando ele vira-se para partir eu peço para ir com ele, e ele me olha com ternura e diz que ainda não é o momento!
    Sem lembrar do sonho, no dia seguinte fui em uma festa, bebi além da conta e quando chego em casa, tenho um quase ataque cardíaco, me vi de frente com a morte, após esse acontecimento, me lembro do sonho que tive com Deus, o que eu acredito que realmente tenha tido um encontro com ele!
    Gostaria que você me esclarecesse melhor esse sonho! Desde já agradeço!
    Que Deus te abençoe!

  67. Olá,Morel.
    Gostaria de saber por que durante muito tempo eu não lembrava dos sonhos… parecia que eu não sonhava e sempre acordava cansada com a impressão que não dormia nada. Acordava com olhos e mãos inchadas, dores nas costas.
    Não sei te explicar direito, mas tem uma tia que havia falecido, e algumas semanas antes da missa de 1 ano, comecei a sentir esses sintomas que citei acima.
    No dia seguinte, não sonhei, mas acordei um pouco mais leve, sem dores e inchaços. Não sei se isso tem a ver, mas acho que ela necessitava de uma oração… todas as noites eu oro e peço pra Deus que guie os espíritos que necessitam de luz… mas de vez em quando continuo a sentir dores.
    Mas já tem 1 semana que estou sonhando… às vezes sem muito sentindo.
    Por que isso, fiquei vários anos sem sonhar?

  68. Rita, não há com que se preocupar. Mesmo em sonho, você teve a atitude correta de se conectar com Jesus – você devia estar se sentindo forte e confiante por não ter se deixado vencer em sonho – isso demonstra o seu poder interior.

  69. Boa tarde, essa noite tive um sonho terrível, os meus familiares estavam em minha casa, estávamos reunidos no quintal da minha casa quando um espírito entrava nos corpos de meus familiares e assim ele ia passando de um corpo ao outro das pessoas que estavam ali e falava coisas ruins e eu o enfrentava, rezava, chamava muito por Jesus e orava muito e ele tentava entrar no meu corpo mas não conseguia. Eu sentia uma tontura e moleza forte, daí eu falava que ama Jesus Cristo e repetia várias vezes e ele entrava no corpo de outro familiar e eu novamente orava e assim ele passava novamente para outro corpo e a pessoa ficava agressiva, era uma loucura, eu orava muito e chamava o nome de Jesus. Acordei assustada e com uma moleza enorme no meu corpo e cabeça. Estou preocupada…

  70. Eu sonhei que tinha morrido e eu vi eu mesmo flutuando no nada, tudo ao redor era preto e eu tive uma sensação de feliz paz, era muito bom.

  71. Sonhei com uma menina bem branca no caixão e ela morta acordava, me olhava e sorria com os olhos bem aparelhados, estou com medo, o que será?

  72. Olá, estou passando para deixar minha primeira experiência. Numa noite ao deitar me senti muito carregada, parecia que estava sufocada, e um cachorro latia muito. Em torno de uma hora após o cachorro silenciou e pensei que conseguisse então dormir. Mas ouvi uma batida no quarto e ao verificar percebi que foi a batida de um litro de água que estava na penteadeira. Acordei meu marido que estava dormindo para ver se ele ouviu a batida, ele respondeu que não. E virou-se na cama para dormir e imediatamente começou a chorar, eu deixei, pois sabia que ao acordá-lo estaria impossibilitado de qualquer comunicação com astral. Ele acalmou, acordei ele. Ele me contou que afilhada nossa (que havia desencarnado há pouco tempo) tinha vindo ao encontro dele passado a mão no rosto e pediu que cuidasse de sua mãe e então foi se distanciando dele e sorrindo. Após outra experiência que sonhei com ela, ela me abraçava e dizia que estava com muita saudade e durante o sonho pediu que eu assistisse TV na sexta, dias depois quando me deparei olhando um Canal onde passando um programa espírita, aí que me dei por conta do sonho e que era uma sexta-feira. De vários encontros no astral esses me chamaram mais atenção. Hoje vejo o quanto é importante conhecer o espiritismo.

  73. Hellen, provavelmente ela, em espírito, previa os acontecimentos – e você, por ter essa sensibilidade, captava essa informação dela.
    Anote seus sonhos. O melhor meio para compreendermos nossos sonhos é anotando-os. Assim notamos seus padrões, suas repetições, seus simbolismos e possíveis significados.

  74. Morel, sou muito confusa em questão de sonho porque eu sonho muito e sempre lembro com detalhes do meus sonhos, e muitas das vezes eu acordo e na noite seguinte eu sonho a continuação do sonho anterior. Eu tenho 24 anos e sempre foi assim.
    Quanto eu tinha uns 09 anos eu sonhei a semana toda com a minha meia-irmã que morava em outra cidade e no sonho ela corria atrás de mim a noite toda como se quisesse me falar alguma coisa e eu corria dela, aí um mês depois descobri que ela havia sido assassinada. Tem alguma explicação pra isso?

  75. Olá Morel.
    Estava pesquisando sobre sonhos e encontrei teu site. Muito bom esse artigo que escreveste.
    Enfim, tenho algumas dúvidas relacionadas a sonhos e vi que esclareces prontamente o que está ao teu alcance, dentro do teu entendimento. Espero que também possas me ajudar.
    Minhas dúvidas:
    – Pode acontecer de, em um sonho, uma pessoa desconhecida alertar/avisar/aconselhar sobre alguma coisa? Em poucos dias sonhei duas vezes que pessoas desconhecidas me falavam que eu deveria mudar algumas atitudes e organizar minha vida.
    – Outra dúvida, essa noite sonhei que fui visitar os pais do meu ex-namorado e que fui muito bem acolhida. O sonho pareceu muito real, como se de fato eu estivesse na casa deles, senti meus pés na grama, o abraço da mãe dele, o pai dele me cumprimentando e pedindo do meu pai… Há muito tempo não tinha um sonho tão real. Quando acordei me senti muito bem, senti uma leveza que há tempos não sentia (ultimamente a qualidade do meu sono não é das melhores e sempre acordava com sensação de cansaço, ao contrário de hoje de manhã, após esse sonho). Será que de fato eu estive com eles?

    Desde já agradeço a atenção. E parabéns pela página.
    Abraços.

  76. Eder, se fosse isso dificilmente você se sentiria cansado e sonolento. Para nos credenciarmos a auxiliar durante o período de sono físico é necessário que exerçamos a disciplina diária sobre nossos sentimentos, pensamentos, palavras e ações.

  77. Morel. Ultimamente estou me lembrando dos sonhos que tenho à noite. São vários sonhos na verdade e quase sempre desagradáveis. Quando acordo parece que não dormi e fico muito cansado e sonolento durante o dia. Eu li em um livro de Robson Pinheiro que encarnados voluntários participam de expedições no umbral e são usados para fornecer “energia” para benfeitores quando em auxílio a grupos de espíritos naquele lugar. Pode ser este o caso?

  78. Leandro, É comum que nossos comportamentos oníricos (relacionados a sonhos) se modifiquem quando se modificam nossas condições de sono. O simples fato de dormir na direção contrária à normal, ou seja, com a cabeça para os pés da cama, já pode provocar um comportamento diferente em nossas experiências oníricas. O mesmo vale para quando se dorme em locais diferentes ou, como é o seu caso, em horários diferentes. Temos que considerar que fatores como a alimentação pode influenciar em nossos sonhos. Imagine uma escala de sonhos maus e bons, digamos de um a dez. Quanto mais “pesados” ou “materializados” estivermos, mais baixo é o grau que atingiremos. Assim, depois de uma ótima experiência espiritual, como, por exemplo, uma bela noite de trabalho no centro espírita, vamos dormir “elevados”, sintonizando com um grau mais elevado. Por outro lado, depois de uma refeição muito pesada, ou depois de tratar de assuntos muito pesados, é natural que sintonizemos com um grau mais inferior.
    Portanto, quando dormimos em condições diferentes do normal, mesmo que não se enquadrem nos exemplos citados, alcançamos um grau diferente do normal.

  79. Olá Felipe!
    Caro admiro muito seu trabalho voltado para esclarecimento de questões espirituais, dessa forma se possível gostaria que me ajudasse. Costumo ter sonhos bons e ruins como quase todo mundo, porém observo que as raras vezes em que consigo dormir à tarde tenho pesadelos horríveis e acordo muito mais cansado do que nunca. Para mim é meio confuso o fato dos pesadelos serem mais frequentes quando consigo dormir à tarde.

    Desde já agradeço.

  80. Olá, ainda há pouco eu tive um sonho com meu namorado, que ele estava em um shopping com mais um rapaz e duas meninas como se estivesse me traindo. Eu e ele estamos passando por uma crise no relacionamento e não estamos muito bem.
    Agora há pouco eu liguei pra ele, depois do sonho que eu tive e ele falou que estava no shopping. Eu me assustei, por que pensei: será que tem mais duas meninas assim como no sonho? Ele me atendeu super bem, mas logo quis desligar por que disse que estava em uma loja. Estou bem preocupada.
    Parte do sonho aconteceu, a outra metade será que é real?

  81. Olá Morel, preciso tirar uma dúvida. Desde minha adolescência sinto presença de pessoas mas não as vejo, vejo vultos e já cheguei a ver dois espíritos. Às vezes fico triste do nada e em ambientes que tem muita gente fico bastante angustiada, muitas vezes. Já ouvi vozes chamando meu nome. Não sei o que venha a ser. Além de tudo isso, sonho muito com um rapaz que conheço há dois anos, gosto muito dele e comecei a sonhar com ele antes de vê-lo pessoalmente, os sonhos são muito nítidos e coloridos e neles a gente namora, já cheguei a vê-lo com outras aparências e conversamos, interagimos de diversas formas, gostaria de saber se tenho algum dom mediúnico e se esses encontros com este rapaz realmente acontecem. Grata pela atenção desde já!

  82. Svetlana, talvez ele tenha pensado firmemente em você, fazendo com que você lembrasse dele durante o sono, produzindo um sonho através de lembranças do subconsciente. Ou, o que também é possível, vocês se encontraram enquanto você estava naturalmente desdobrada durante o sono.

  83. Boa noite.
    Hoje sonhei com um amigo querido da minha adolescência que partiu há muitos anos atrás, no começo lembrava da data, mas com o passar do tempo esqueci, às vezes lembrava dele, principalmente porque encontrei a irmã dele no Facebook e ela posta fotos dele, até pensei que foi por conta disso o sonho, há uns dois meses atrás ela postou e eu comentei e fiquei lembrando dele, agora à noite eu tive uma surpresa: ela postou que hoje faz 18 anos que ele partiu, foi coincidência? estou me perguntando o porquê? ele estava feliz, estávamos felizes e parecia que tínhamos ainda a mesma idade, não lembro de ter sonhado com ele, mas fiquei feliz, conversamos mas não consigo lembrar o que era, sinto que como se eu tivesse acordando e lembrando que ele tinha partido.
    Por quê logo hoje sonhei com ele?
    Obrigada.

  84. Tenho sonhos que são premonitórios, poucas vezes foram idênticos ao que sonhei, na maioria das vezes os sonhos não fazem muito sentido, mas eu sinto que é uma mensagem e em algum momento, às vezes em outro dia, eu sei exatamente o que é, e acontece. Quando envolve a vida ou saúde da pessoa eu oro pela pessoa.
    Obs.: já aconteceu com pessoas estranhas e no outro dia chegaram a mim por algum motivo.

  85. Riti, não se culpe e não se deixe abater pela opinião dos outros. Certamente ele perdoou você por qualquer eventual falha que você tenha tido em relação a ele, e isso é o que importa. É normal essas comunicações através de sonhos, ou mesmo em estado de vigília. Você tem algum grau de mediunidade e seria bom que frequentasse um centro espírita com assiduidade e estudasse sobre o Espiritismo. Entendendo o que se passa conosco temos melhores condições de perceber as coisas e de lidarmos com as dificuldades.
    É provável que você e seu marido tenham se desentendido em outra existência, por isso essas situações nos sonhos. A atual existência é a oportunidade que vocês têm de se rearmonizarem um com o outro . Aproveite a chance que a Vida ofereceu a vocês e dê o melhor de si, amando, esclarecendo-se e sendo grata a Deus.

  86. Oi. No dia 15/05/2015 meu enteado faleceu, aparentemente foi morte natural. Dois dias de pois do falecimento dele ele me veio em sonho me dar um abraço, e me pedir algo que até hoje não consegui entender. Seguidamente vejo ele nos meus sonhos, sempre junto a nós, mas antes dele falecer nós tínhamos nossas diferenças, e quando tudo aconteceu eu pedi perdão por não ter dado todo amor e carinho que ele precisava. Ele estava morando com a mae dele quando isso aconteceu, mas a família do meu marido me culpa por não ter cuidado dele, deste então tenho passado por muitos problemas familiares e cada vez que penso em desistir ele ou alguém mais, pois nem sempre é bem claro, me vem em sonho pedir pra eu não ir embora. Quando eu começei com meu marido sonhava frequentemente com pessoas tentando nos separar e brigas insistentes, mas fora do sonho nós estávamos bem. Tenho muitas dúvidas, parece que às vezes sinto a presença dele junto de nós.

  87. Anônimo, nos momentos que cercam a morte o espírito que está desencarnando concentra o seu pensamento em pessoas que lhe são importantes, bastando, pela concentração do pensamento neste único objetivo, apenas pensar para chegar imediatamente junto da pessoa em que pensa. Foi isso que aconteceu. Essa situação é descrita no livro Nos domínios da mediunidade, no capítulo 21, “mediunidade no leito de morte”, que você pode ler aqui: http://www.espiritoimortal.com.br/espirito_imortal/nos-dominios-da-mediunidade.pdf
    Você não precisa ir ao cemitério orar por ele. Ele não está no cemitério. Ore por ele onde quer que você esteja, mas sem angústia; com tranquilidade e paz, pedindo a Deus que ele seja socorrido pelos bons espíritos e se recupere rapidamente.

  88. Em 19 de março de 2015, eu estava dentro do ônibus voltando do trabalho, já estava perto da parada, eu do nada, veio à minha cabeça o meu ex-namorado que morava na mesma cidade mas que eu não o via há uns 4 a 5 anos, porém eu lembrei dele com um sentimento de morte, como se algo teria acontecido com ele e pensei: a Vanessa prima dela vai me dar uma notícia ruim no messenger no face, e quando eu cheguei em casa, fiquei com aquilo na cabeça. Tomei o meu banho, e toda hora olhava para o meu tablet pensando que haveria uma mensagem da prima do meu ex, aí resolvi entrar no messenger do face, sem mais e nem menos, estava lá uma mensagem da Vanessa, e na verdade, a gente nunca tinha conversado por mensagem, aí eu perguntei para ela já com pressentimento ruim e eu disse: Oi Vanessa, como estão as coisas? E ela me deu a pior notícia do dia: Carlinhos faleceu. Eu Já pasma, com a revelação que tive, fiquei trêmula e sentia muito frio, porque o meu ex foi assassinado em uma BR dirigindo e levou um tiro na cabeça. Isso ocorreu na parte da manhã, e eu tive a revelação à noite antes de chegar em casa. Eu gostaria de saber por que tive essa revelação, parece que ele estava me avisando que tinha partido. Eu não fui ao enterro dele, e não tinha condições, pois estava muito triste e meu esposo poderia ficar chateado sabendo que eu estava chorando por um ex-namorado. Sinto que preciso ir ao cemitério fazer uma oração para ele. E toda semana sempre lembro dele e não acredito até hoje no que aconteceu.

  89. Aline, tudo indica se tratar de uma experiência real. É importante que ele seja socorrido pelas equipes espirituais, Para que seja possível o socorro, ele precisa estar tranquilo e com o pensamento elevado. Ore por ele, mas sem dor, tristeza ou mágoa. Sugiro que procure um centro espírita e peça atendimento.
    Fique com Deus.

  90. Olá. Hoje faz 4 meses que meu marido faleceu em um acidente de carro. Sonhei que ele havia retornado de alguma maneira e quando o vi, corri e o abracei bem forte. Ele me abraçou, porém com dor, me mostrou os ferimentos do acidente. Gostaria de saber se isso foi uma experiência espiritual ou apenas um sonho.

  91. Olá, boa noite. Em um sonho eu e outros espíritos iluminados descemos até o Umbral e lá resgatamos uma criança, que veio ao meu encontro e nos abraçamos. O que será que significa isto?

  92. Olá. Sempre tive experiências com outros seres desconhecidos em sonho, porém, ultimamente tenho sonhado com um vulto preto do lado da minha cama, ele está com uma mão na cabeça dele e a outra mão na minha cabeça, peço pra ele ir embora e com grande relutância me acordo, e quando acordo meu corpo inteiro está tremendo, como se eu tivesse recebido um choque elétrico. Enfim, é muito sinistro isso e fico de certa forma, com medo.

  93. Isabella, se você viu espírito você é médium. Se essa mediunidade é para ser trabalhada ou se é apenas uma maior sensibilidade de sua parte, isso eu não posso dizer. O lugar mais apropriado para você tirar essas dúvidas é justamente no centro espírita. Procure estudar, ler as obras básicas, de Allan Kardec. Se o centro espírita que você frequenta tem algum tipo de curso, de educação espírita ou mediúnica, participe. O esclarecimento só tem a nos acrescentar e favorecer.

  94. Olá, bom dia, gostaria de contar várias coisas estranhas que já aconteceram e acontecem comigo, mas resumindo eu gostaria de saber se sou médium. Frequento um centro espírita já faz uns 3 meses, mas, como disse, há muito tempo acontecem coisas estranhas comigo e eu já vi um espírito, vulto, e já ouvi vozes, mas ainda não conversei com ninguém sobre isso ainda.

  95. Ontem sonhei que minha alma havia saído do meu corpo e eu estava flutuando em cima de mim.
    Eu me via dormindo no meu quarto, foi uma sensação assustadora até que apareceu uma mulher negra grávida e eu entrei dentro de sua barriga e acabei acordando.
    Engraçado é que eu não parecia estar dormindo, pois me pareceu muito real.

  96. Angela, não há a menor duvida de que essa experiência relatada por você aconteceu realmente no astral. Você foi conduzida pelo espírito de sua mãe até este hospital no astral. Quanto ao fato de ser em Minas, não há nada de estranho nisso. Ele foi para o lugar mais adequado a ele, assim como, para fazermos determinado procedimento cirúrgico, por exemplo, às vezes é preciso ir a outro Estado ou país.

  97. Boa tarde! Meu filho morreu por queda do parapente dia 24-04-2015.
    Essa noite Deus permitiu que eu tivesse um encontro com minha mãe Beth, já falecida. Ela me trouxe notícias do Gabriel me dizendo que ele está vivo e em tratamento, por isso devo continuar orando e que ele está em uma colônia-hospital em Minas Gerais.
    Ela me deixou ver Gabriel através de uma tela, ele está dormindo, sedado, pois quando acorda fica agitado preocupado perguntando pelo irmão e por mim. Eu vi Gabriel, ele está com uma faixa na cabeça, está vestindo camiseta branca e camisa azul, lençol branco e uma outra coberta azul por cima.
    Gostaria de saber se foi um sonho ou vi realmente meu filho desencarnado, porque minha mãe disse que ele está em hospital em Minas se ele desencarnou no Rio de Janeiro.
    Obrigada.

  98. Olá, tenho muitas curiosidades em relação aos sonhos… faz mais de 6 anos que sonho que estou salvando pessoas de afogamento, recém nascidos, amigos, parentes, pessoas desconhecidas… penso às vezes que algum tipo de chamado no mundo espiritual…

  99. Meu filho amanhece todo dia dizendo que vê um homem e diz pra ele se ele quer ir com ele, fica mexendo os pés dele, não sei se é sonho ou ele vê mesmo. Isso está com uns dois meses já, ele ainda diz que é o mesmo da minha sobrinha, um tal de Zé da mata que nem sei quem é. Ela também vê não só à noite como o dia também.

  100. Outro dia, durante o sono, senti um abraço maravilhoso do meu anjo de guarda, acordei leve, feliz, energizada, com um sentimento indescritível, muito bom.
    Por esses dias, ao deitar, senti a presença de um amigo encarnado me abraçando, novamente senti um abraço muito gostoso. É Como se no meu desdobramento, ele também estivesse em desdobramento e nos encontramos e esse abraço muito bom, acolhedor, acalentador.

  101. Sonhei com meu filho que faleceu tem 2 meses. No sonho eu já sabia que ele estava falecido, me deu um abraço muito bom, mas eu queria que esse sonho não acabasse, pois sinto tanta falta dele, só achei estranho, pois sabia que era ele mas seu rosto está encoberto pela cortina. Também perguntei sobre seu pai, meu marido, que também faleceu e tem 3 meses isso, ele não me respondeu com o abraço, me disse que me amava, foi tudo de bom. Sinto muitas saudades.

  102. Olá Morel, semana passada sonhei com minha mãe que já é falecida, quase nunca sonho com ela.
    Perdemos a nossa mãezinha em 1985 e sonhei com ela somente umas três a quatro vezes.
    O último sonho que tive foi semana passada, ela me pedia para eu sair do emprego (pedir a conta do emprego) para cuidar de dois netinhos que tenho.
    OBS. Eu nem estou trabalhando. O que pode estar acontecendo comigo ou com meu consciente? Desde já agradeço pela sua atenção.

  103. Digitei no Google: “os erros e o espiritismo”, a primeira página que apareceu foi essa. Desde aquela hora, tirando o almoço, não parei de ler os artigos. Tenho muita sede de conhecimento pelo espiritismo. Que surgiu por agora e por isso comecei os estudos na comunhão espírita. Lendo esse artigo lembrei vagamente de um sonho que tive, esse final de semana. Lembro de um quadro e três espíritos. No sonho identifiquei mesmo como espírito e não como pessoa. Uma delas, um homem e as duas outas não me lembro bem. O homem pegou meu corpo/espírito e começou a fazer uns trabalhos, que pareciam de passe, mas muito mais intenso. Acordei bem assustada e por não acreditar muito que isso possa acontecer comigo, fiquei na dúvida. Lembrei do meu professor falando que no momento em que nos propormos a estudar, de alguma forma, abrimos as portas para que esses fenômenos aconteçam. E para mim é uma mistura de receio com a vontade de aprender e a viver isso. Porque os sonhos me causam certa angústia. Outra vez tive um sonho que o espírito da minha irmã saiu do próprio corpo (eu vi isso, ou percebi, não sei bem) e veio até minha cama onde estava meu espírito e começou a brigar comigo. Esse foi muito mais assustador por está relacionado com a minha história com ela no corpo físico. Meu dia, naquele dia, foi complicado. Queria muito entender essas coisas e tenho muita vontade de ajudar, se eu puder mesmo. Mas muitas vezes me sinto perdida, sem saber o que fazer.

  104. Cristhyani, isso não é sonho, na verdade há espíritos, provavelmente seus conhecidos, querendo se comunicar com você. Não há o que temer. Aliás, como nós perdemos temporariamente a memória de nossas existências anteriores ao reencarnarmos, não lembramos dos espíritos com quem já convivemos, mas é bem possível que se trate de seres muito queridos seus e que agora você, por não se lembrar, demonstra medo. Imagine, por exemplo, que daqui a uns cem anos você reencarne, e o seu marido e a sua filha permaneçam desencarnados. Um dia eles precisam falar alguma coisa importante a você, talvez lembrar você de um compromisso firmado entre vocês. Eles lhe procurariam durante o período de sono físico. E você, por não lembrar, ficaria com medo… imagine como eles se sentiriam!
    Recomendo que você passe a frequentar um centro espírita, estude sobre o Espiritismo. Sugiro a leitura do livro Os Mensageiros, de André Luiz. Você pode l^-lo neste site na aba LIVROS.

  105. Kamila, isso é apenas um sintoma visível do desdobramento natural que ocorre quando dormimos. Muitos se desdobram ao adormecerem, mas poucos têm consciência disso. Quando temos tendência de nos mantermos lúcidos fora do corpo físico podemos perceber alguns sinais do “desprendimento” do corpo astral em relação ao corpo físico. Eu, por exemplo, ouço um barulho ensurdecedor quando estou me deslocando para fora do corpo físico. Não se assuste, não há motivo para isso.
    Sugiro que acompanhe os vídeos do Wagner Borges e do Saulo Calderon no Youtube.

  106. Olá, Bom dia!! Muito bom o texto, adorei, me interesso bastante por esse assunto.
    Ultimamente tem acontecido coisas estranhas durante o sono, já são 3 vezes que sonho a mesma coisa.
    Sempre sonho com um homem vestido de branco em pé na beira da minha cama.
    O primeiro sonho era um homem moreno alto vestido de branco, ficava de pé perto da minha cama me olhando, ele não fazia nada, eu mandava ele sai, ir embora, e ele ia.
    No segundo também sonhei com espírito falando comigo, me pedia um favor.
    Já no terceiro fiquei com medo, a minha filha dorme comigo, estávamos dormindo todos juntos, eu minha filha e meu marido, e aí no sonho aparecia um homem em pé perto da minha cama, também vestido de branco, ele falava outra língua ou cantava, não entendia direito, (falava alguma coisa, e apontava para nós na cama, eu tive medo, mandava ele sair, mas parece que minha língua estava enrolada e não conseguia, ate que teve uma hora que consegui mandar ele ir embora… acordei com o coração acelerado, era 1:20 da manhã. Por favor me ajude a entender esse sonho, que já são 3 vezes, a mesma coisa, só muda o homem, mas sempre estão em pé perto da minha cama, e sempre vestidos de branco… o que será que eles querem me dizer?? obrigada.

  107. Boa tarde Morel,

    Há exatos cinco dias me deparei com o seu site, desde então me tornei leitora assídua. Antes de mais nada quero parabenizá-lo pelo excelente conteúdo, desde que comecei com as leituras tenho aprendido bastante, muito obrigada.
    Bom, há alguns dias o meu corpo tem reagido de forma anormal antes de pegar no sono, li vários artigos no site explicando sobre o sono e também sobre obsessores, é justamente a minha dúvida e preocupação.
    Quando estou quase pegando no sono, minhas pernas se movem de forma muito brusca e rápida, tanto que o colchão chega a se movimentar, acordo muito assustada e com as pernas um pouco adormecidas.
    Antes de dormir oro muito, e procuro me manter em oração até pegar no sono, por isso estou em dúvida do que pode estar causando isto.
    É uma “forma” de manifestação do meu espírito, ou a influência de outros?
    Desde já agradeço.

  108. Bom dia.
    No dia 20/06 meu pai desencarnou e uma semana antes tinha sonhado que ele iria definhar até a morte e foi o que ocorreu mesmo que na data do sonho ele estava bem e no outro dia começou a ficar doente, nunca tive esse tipo de mediunidade, antigamente só sentia angústias insuportáveis antes desses fatos ocorrerem. Depois do ocorrido tenho problemas para dormir com medo de sonhar, me sinto mal em casa, sinto muita presença de espíritos, voltei a sonhar com morte e não sei mais diferenciar se é novamente algum aviso ou não. Agora não sei se isso ainda é um reflexo do ocorrido ou se são novos avisos. Gostaria de uma orientação de como trabalhar a minha mediunidade corretamente para aprender a lidar com isso.

  109. Elinda, provavelmente este é o estado dele como espírito. A doença o atinge no corpo físico, como a purga de uma impureza, mas espiritualmente ele está bem e equilibrado. Há casos de pessoas com doenças mentais que são totalmente lúcidas fora do corpo físico. A doença, que chamamos de mental, na verdade, nesses casos, atinge apenas o cérebro físico, mas, no astral, eles estão bem.

  110. Olá!

    Preciso da sua ajuda. Quando orei pro meu tio doente, eu o vi sorrindo, com os olhos fechados e deitado. Ele estava saudável e brilhava.
    Gostaria de saber o que significa essa visão.

    Obrigada pela sua atenção.

  111. Fiz uma cirurgia na coluna que durou cerca de 8 horas, a anestesia usada na cirurgia foi a geral que é praticamente um coma induzido. Gostaria de saber onde fica o espírito nessa hora, ele permanece no corpo?

  112. Letícia, seu tio já está sendo acompanhado pelos espíritos trabalhadores da causa de Jesus. O que pode ser feito, da parte dos que ficaram, é orar por ele, agradecendo a Deus pelo tempo que conviveram juntos e desejando a ele uma ótima readaptação ao plano astral. A inconformidade dos que ficam é muito prejudicial ao espírito que desencarna, pois as vibrações de tristeza e revolta o atingem atrapalhando o seu foco no novo plano, que é onde a vida dele deve se processar agora.

  113. Bom Dia Morel! Meu tio desencarnou dia 14/06/2015. Ao que indica por acidente com arma de fogo. Meu marido e eu somos iniciantes no espiritismo, e isso tem nos confortado. Infelizmente, minha família está sofrendo muito, e questionando a todo momento o falecimento dessa pessoa tão especial para nós. Tenho pedido aos amigos espirituais que cuidem e acalentem o coração do meu tio e da minha família. Alguns deles têm sonhado com ele. No sonho ele sempre aparece com a aparência normal só que quieto, observando. O que eu posso fazer para ajudar? Até mesmo eu, ao lembrar dele, choro… mesmo sabendo que não deveria. Peço que assim que puder, me responda. Pois quando fui ao Centro Espírita que frequento, não me senti confortada e nem liberdade de pedir um conselho. Te agradeço desde já pelo site maravilhoso. Um abraço.

  114. Thalya, não interpreto sonhos. Cada pessoa deve interpretá-los, de acordo com os seus conhecimentos e experiências. Qualquer coisa que eu diga a respeito irá influenciar e sugestionar a pessoa, e eu seria co-responsável pelos resultados desse sugestionamento.

  115. Oi, minha mãe esses dias tem andado intrigada, ela está tendo pesadelos relacionados com mortes. O primeiro sonho foi com o irmão dela tentando matar afogados numa piscina a minha mãe e a minha avó. O segundo foi com pessoas andando em cima de cavalos simulando uma corrida e outro homem vinha atrás querendo matar os que estavam no cavalo, eles andavam dentro de um riacho bem raso. O terceiro foi com o meu avô que já faleceu há 8 anos, ela disse que via somente a cabeça dele sem braço nem perna, somente a cabeça. Por isso por favor se alguém puder me ajudar a entender o que significam esses sonhos me avise, porque fico preocupada com ela, desde já agradeço…

  116. Monique, não interpreto sonhos; cada um deve estudar os próprios sonhos. É possível que você estivesse, de algum modo, em comunicação com o seu pai enquanto desligada parcialmente do corpo físico por ocasião do sono. Talvez – talvez – o seu último sonho simbolize que ele tenha aceitado o encaminhamento por parte dos espíritos trabalhadores.

  117. Boa Tarde,
    Meu pai faleceu há um ano e sonho com ele com muita frequência. Não sonho com ele triste, chorando… sonho com ele feliz, ou calado e ontem (11/06) sonhei enterrando ele, agora bem diferente com o real. Gostaria que me orientasse, frequento a federação semanalmente aqui em Recife/PE. Muito obrigada.

  118. Thayná, quando você tem esses sonhos você está no plano astral, que é o mesmo plano para onde vamos quando “morremos”. A percepção do tempo no astral não é exatamente a mesma daqui. Então é relativamente normal que nós consigamos acessar parte da nossa realidade cotidiana próxima. Isso demonstra uma possível mediunidade em você. Sugiro que estude sobre mediunidade. Durante anos eu anotava todos os meus sonhos. Isso facilita a sua compreensão, pois notamos padrões, símbolos que se repetem, e temos uma melhor compreensão dos seus significados, que variam de pessoa pra pessoa.

  119. Olá, algum tempo atrás venho sonhando com o “futuro próximo” o que sonho em uma madrugada no mesmo dia acontece ou após alguns dias vejo, às vezes vivo exatamente a mesma cena do sonho ou às vezes vem em forma de “aviso” em símbolos. Eu costumo lembrar de detalhes como as roupas, gestos. Às vezes minha mãe comenta também que fico “cantarolando”, mas ela não entende nada do que está sendo pronunciado. Por curiosidade, o que significa isso? Qual o significado desses sonhos? Obrigada *–*

  120. Silvia, antes de mais nada preciso fazer uma observação. Você diz que seu pai era espírita kardecista e que tomava o daime. Este site é lido por milhares de pessoas todos os dias, e muitos leitores não conhecem o Espiritismo. Não se pode confundir a Doutrina Espírita, chamada popularmente de “kardecismo”, com a religião do Santo Daime ou qualquer outra religião que faça uso do chamado chá de Santo Daime. As religiões que fazem uso deste chá merecem todo o meu respeito, mas não são kardecistas.
    Minha opinião é irrelevante. Mas para ter uma ideia mais clara sobre a possibilidade de reencarnar com sinais ou marcas de nascença, sugiro a leitura do livro 20 casas sugestivos de reencarnação, de Ian Stevenson: http://api.ning.com/files/1g0lPefk26glxz5uGdfmz3k4mEQKznAcJYEcGDav4AbmM8hdkf4CaICaN7-BjKAHrsU-y4rvaDmtau4tEaRrV5bg8bhlDnia/13797234IanStevensonVinteCasosSugestivosdeReencarnacaoSegundaEdicao.pdf

  121. Boa tarde, entro em contato pois há quase um ano algo me aflige. Meu pai era espírita, kardecista, frequentava as reuniões e tomava o daime, me lembro de ter ido algumas vezes com ele e em uma dessas ocasiões tomei também. Em agosto do ano passado um cliente da empresa em que trabalhei entrou em contato comigo através do whats, comecei a conversar com ele e conversamos uma vez ou duas vezes a respeito de material que ele precisava para realizar um trabalho, eu o informei que havia saído da empresa e quando coloquei minha foto no perfil ele começou a questionar se eu tinha determinados sinais no corpo, e eu disse a ele que não, porém eu não tinha atentado aos sinais que eu possuía, lhe perguntei o porquê dele estar me perguntando essas coisas, então ele me respondeu que era algo intenso e meu rosto lhe trazia uma lembrança já vivida outra vida, começamos a falar a respeito e lhe enviei fotos das marcas que possuía no corpo, ele então me disse: é você! Então saímos do whats e falamos por ligação, ele me disse que quando criança tinha uma amiga chamada Silvia e que ambos eram inseparáveis, porém ela morreu aos 3 anos de idade porque cortou o pé e teve tétano e ele mesmo criança sofreu muito com isso. Quando ele tinha 12 anos de idade (época em que eu nasci) tomou o daime pela primeira vez e teve visões de certos sinais e com uma menina, que pela descrição seria eu, na ligação ainda ele me falou que cortei o pé dentro do rio e que um senhor (meu pai) me acalmava, disse inclusive com as mesmas palavras de meu pai. Nos encontramos pessoalmente e foi uma emoção muito grande. O que acha a respeito?

  122. Olá gostei muito do seu site, bem legal, me identifiquei muito com as postagens esclarecedoras.
    Bem, irei contar uns fatos que ocorreram comigo:
    Dois dias antes da minha mãe falecer eu havia sonhado que estava em um cemitério vendo um cortejo e vi na frente um caixão azul e atrás havia mais de um.
    No outro dia vi no Face de uma colega que um filho de 3 anos de uma amiga havia falecido, e nessa noite um dia antes da minha mãe, sonhei que eu me jogava de um prédio e me senti perfeitamente caindo e batendo no chão e acordei, quando acordei minha prima me liga falando que minha mãe havia falecido, ou seja, eu havia sonhado que iria levar um baque muito grande.

    Comecei a frequentar o centro espírita depois de um mês, e um dia sonhei que estava na varanda do meu prédio olhando para fora e vi uma cena que não tem como descrever de tão LINDA, eu vi nuvens coloridas, um céu lindo e na direção das nuvens estavam indo almas de luz, na hora eu pensei comigo, eu morri? pois senti muita paz, e vontade de estar lá.

    Meses depois novamente sonhando que estava na minha casa, eu do nada apareci em um túnel, passando por ele, mas em alta velocidade, e apareci em cima de uma árvore, em um lugar lindo, o céu da cor do por-do-sol, e vi pessoas de branco correndo felizes, quando me dei conta onde estava acordei… eu no meu sonho tenho recordações muito reais e sonhos com lugares que são impossíveis de se imaginar, e eu sei que no sonho estou sonhando rs, e já aconteceu de no sonho eu sentir minha alma saindo do corpo e eu ver o lugar que eu adormeci.

  123. Morel, parabéns pelo site.
    Seus artigos são muito esclarecedores e nos fazem refletir muito.
    Como já tenho uma “iniciação” no espiritismo, compreendo perfeitamente o que você escreve.
    Parabéns novamente por seus artigos.
    Continue sempre difundindo seus conhecimentos. Isso é de grande importância para todos nós.
    Grande abraço.

  124. Lara, durante o coma é comum que o espírito esteja plenamente consciente e tranquilo. Isso é atestado por cientistas e pesquisadores que nada tem a ver com Espiritismo ou religião, como Raymond Moody, que dedicou grande parte de sua vida a observar e catalogar casos e EQM (experiências de quase-morte).
    Estes “sonhos”, que deixam forte impressão, são encontros reais do espírito. Pelo grau de responsabilidade desta sua tia, pela boa índole que, parece, ela tem, é certo que ela está bem, consciente, tranquila e feliz.

  125. Olá,
    Quando eu era pequena, minha vó e mãe trabalhavam e deixavam eu e minha tia (9 meses de diferença) aos cuidados de uma outra tia (8 anos de diferença), enquanto ela devia estar brincando de bonecas, ela estava cuidando de duas meninas pequenas, então obviamente eu me apeguei a ela como uma irmã mais velha, e confiava nela como confiava numa mãe. Quando ela fez 18 anos, ela foi para ES para ajudar a outra irmã que morava lá, mas ela se apaixonou e vivia lá, feliz, fazendo faculdade, morando com aquele mesmo homem que ela se apaixonou. Ela veio pra Sampa em dezembro, e ficou com a gente até final de fevereiro, ela estava sempre alegre (como sempre), e sempre estava pronta para conversar, e saía com os amigos dela quase sempre enquanto estava aqui. Agora, no dia 21/03 ela foi internada, e 10 horas depois ela desencarnou. Ela tinha 23 anos. Minha família toda é espírita, então ficaram “mais calmos” em relação a tudo isso. Hoje, eu sonhei com ela, que ela estava em casa, e me abraçava, e eu consigo até agora sentir o abraço, mas eu sabia que ela está do outro lado, então foi tudo melhor. Mas minha dúvida é, ela estava em coma induzido na hora da sua morte, e com Infecção generalizada, então, é possivel ela já ter se recuperado no outro lado?
    Abraços

  126. João Teodoro, peço desculpas por não ter respondido antes; o tempo não permitiu. A sua pergunta foi feita no dia 23/02; respondo no dia 01/03, e tenho certeza de que nada aconteceu com ela. Não duvido, de modo algum, de fatos assim. Eu mesmo tenho desde a infância sonhos reveladores. Mas é uma irresponsabilidade imensa alguém dizer a uma pessoa que ela vai morrer em determinado dia. Nem os grandes líderes espirituais encarnados têm essa certeza sobre o dia da sua morte. Qual seria a utilidade de se saber isso?
    Durante anos anotei todos os meus sonhos e projeções (saída lúcida do corpo físico). Analisando os meus sonhos sistematicamente, percebi neles um padrão; há sonhos que têm significados simbólicos, que mudam de pessoa para pessoa. Por isso não adianta pedir que alguém decifre os nossos sonhos; os símbolos mudam de pessoa para pessoa. A sensação de morte ou de partida pode significar uma mudança drástica de vida, uma transformação no modo de viver ou de ver as coisas, talvez mesmo uma mudança de crença que abale o seu convívio com as pessoas conhecidas – uma morte para o tipo de vida atual. Isso são apenas hipóteses, especulações. Cada um deve estudar a si mesmo. Mas temos que ter sempre o cuidado de evitar o autossugestionamento negativo. Ela sugestionou-se e deixou-se sugestionar. É como o que acontece com crianças que olham um filme de terror e ficam com medo de ir ao banheiro. A sensação provocada pelo filme lhes sugestiona temores até então desconhecidos e que se autoalimentam.
    Fiquem bem, com Deus e em paz.

  127. Olá Morel, venho a você como um espírito encarnado que está sofrendo com a possível desencarnação de uma pessoa muito querida ma minha vida.
    A situação é com ela, minha namorada, que não estuda a doutrina espírita e é evangélica. Somos apaixonados um pelo outro, e tentamos levar uma relação de autocrítica de ambos, para que não caiamos nas paixões egoístas e assim somos muito felizes…
    De uns 2 meses pra cá, ela vem sonhando quase todos os dias que fará uma viagem e junto a isso vem nela uma sensação de que é pra ela aproveitar todo nosso momento junto, pois aquilo não durará pra sempre… Quando ela vem em casa e nos despedimos, vem uma sensação de que é a última vez que iremos nos ver, não só nela, mas em mim… Não é diferente com a família dela, os irmãos, irmãs, mãe etc, fazem coisas como se fosse uma despedida… Quando estamos bem em casa, felizes, sorridentes, vem aquela sensação nela de que deve aproveitar cada minuto, pois pode não acontecer mais nesta vida…
    Ontem, em visita a um amigo de doutrina evangélica pentecostal, ela me relatou que esse amigo teve a chamada “revelação” (que para nós espíritas pode ser considerado um dom mediúnico); o amigo disse sobre seus sonhos (que ela nunca jamais contou pra ninguém, exceto pra mim), de que ela iria desencarnar dali 4 dias vítima de um atropelamento, mas que Deus dará misericórdia a ela.
    Morel, eu não critico e nem questiono quaisquer religiões, e pra mim todas podem ter uma interpretação espírita, mas esses sonhos e esses fatos me tiraram a noite de sono, estou aflito e com medo diante da possível tal perda. Peço-te pelo seu conhecimento tão profundo da doutrina espírita – será possível esse tipo de situação acontecer?
    Um grande abraço fraterno.

  128. Caio, tive uma rápida passagem pelo IIPC. Não aprendi nada lá que já não soubesse e não aconselho ninguém a fazer seus cursos, que também considero muito caros. Cito o IIPC como referência pela seriedade e clareza com que abordam a projeção consciente.
    Não aconselho ninguém a provocar projeções. O estudo relacionado ao tema é necessário para quem tem experiências de lucidez durante o sono, seja sonho lúcido, catalepsia do sono ou projeção propriamente dita. Muitas pessoas passam por essas experiências e não têm nenhum conhecimento a respeito, não imaginam o que se passa com elas. Para estas pessoas as informações contidas nos sites que indico são úteis.
    Tive experiências fora do corpo desde a adolescência. Estudei a respeito para entender o que acontecia e para controlar a situação. Não acho errado quem se aprofunda no assunto e faz experiências por conta própria, mas acho mais seguro e produtivo trabalhar num centro espírita. Os objetivos são mais claros, a proteção é garantida e nos tornamos úteis ao próximo.

  129. Boa Tarde meu amigo Morel

    Queria saber informações sobre seus estudos no IIPC, quando começou a estudar lá, realmente iniciou sua experiência com a projeção astral? Você acredita que estar realizando estudos sobre a projeção astral não estaria “forçando” uma situação, e que se for necessário para o desenvolvimento do espírito, ele não obterá isso de maneira natural? e se não, vale a pena realizar o curso no IIPC ? Eu fui ao local e achei os preços um pouco altos, tenho a vontade de fazer o curso, mas tenho medo de pagar o valor e não obter “o mínimo do resultado”. Qual seu conselho em relação a isso?

    Desde já agradeço, que Deus ilumine e lhe proteja.

  130. Oi, não me considero espírita porque não tenho um conhecimento adequado pra assim ser chamada, mas gosto de ler bastante sobre e por acaso encontrei este site! Em maio desse ano eu fui a uma pizzaria com minha irmã e minha sobrinha e depois de uns 20 minutos lá entrou um garoto e eu me encantei pelos olhos dele de um jeito que eu não conseguia parar de olhar e de vez em quando nossos olhares se cruzavam… A questão é que eu sonhei com esse garoto (se eu não me engano na mesma noite) a noite inteira e não parou por aí, sonhei mais umas quatro vezes com ele, o que me deixou intrigada, pois isso nunca me tinha acontecido antes.
    Na primeira vez que eu sonhei com ele, nós parecíamos felizes juntos, depois que tive esse sonho isso ficou na minha cabeça. Em um outro sonho, eu havia tropeçado e ele me segurou me abraçando de uma forma que me trouxe paz.
    Esses sonhos aconteceram apenas porque eu fiquei pensando demais naquele garoto ou realmente tem algum significado?
    Não sei bem se é uma pergunta adequada pra esse site mas se puder me explicar o porquê (se existir um), eu realmente ficaria muito feliz! Obrigada desde já.

  131. Andreia, não sou evoluído, apenas estudo e me esforço todos os dias. Você pede ajuda, mas é só você quem pode se ajudar. Você precisa frequentar um centro espírita, participar de um grupo de estudos no centro espírita, estudar, ler, se informar, dedicar-se ao esclarecimento, saber o que se passa com você e se programar para ajudar os outros. Reencarnamos com faculdades mediúnicas não porque somos bonzinhos, mas como uma tarefa em benefício do próximo. Se nos dedicamos ao próximo, naturalmente alcançamos um estado maior de equilíbrio e força. Estude, se esclareça, não deixa pra depois. Não espere por ajuda, ajude-se você mesma.

  132. ola , acontece comigo muitos, nos sonhos , ate antes mesmo de conhecer p espiritismo e não acreditava , pois tinhas que se tornava reais futuramente, e ja tive algumas projeção consciente, entao comecei a controlar oque era real ou oque era sonho, tive varios com pessoas voz que me orientava inclusive tive um que a mesma dizia que eu ia para um mundo menos evoluído para expulsar de la as trevas a mando de deus era muito real nao era sonho comum isso foi em 2012 eu nao acreditava no espiritismo por minha criação , mas desde os meus 9 anos que eu sabia que existia alguma coisa que precisava saber , eu via tudo aqui estranho as formas das pessoas ser , ate hoje com 28 vejo mas me controlo mais nunca fui a um centro tenho um pouco de medo , mas os ultimo acontecimento, ta me fazendo ir buscar aprendizado, pois em 2012 tive um sonho q um espirito invadiu meu sonho , e percebi q nao estava mais sonhando e ele me disse que eu o precisava o encontrar nesta vida e eu nao acreditava em reencarnação, ele emplorou pra mim lembrar dele que nos nos amava muito eu conscientemente vendo q era um espirito , eu duvidei e vi q nao era ruim pois senti boas energias, ai ali mesmo tive uma lembrança real eu estava num lugar com muita iluminação mas nao era como hoje e tinha musica de fundo e gente dançando em casal e veio um homem pegou na minha maos eu olhei tudo nele cor da roupa cabelo e os olhos era bem azul, ele disse nunca vou te deixar , e derre pente voltei la onde estava com o espirito e ele disse este era eu me tiraram de vc , e eu morri tente se lembrar de mim temos que nos encontrar eu me afastei dele e disse eu nao acredito em reencarnação,ai me lembrei que desde criança com 9 anos sentia falta saudade de alguém sempre olhava pro céu e imagina q neste mundão teria alguém pra encontrar, era uma saudade que doía a alma de trao forte , passou 2 anos e este ano , eu tive um sonho q eu esperava alguem sair do banheiro e saia varios rapazes e saiu um deles que chamou minha atenção ele olhou pra mim eu o olhei e pensei nossa q moço bonito por uns 4 segundo e voltei a olhar pro banheiro ,,, ai depois de 20 dias eu o conheci aqui a mesma pessoa no inicio nem me lembrava do sonho so vi ele como se o conhecesse bem bom ai e outra história olha se vc poder me ajudar a entender vejo que vc ja e bem evoluído, tenho muitas coisas que tenho duvida sobre o espiritual desde pequenina mas todos a minha volta dizia q eu era louca, guardei so pra mim muito tempo e so agora que eu entendendo ,

  133. Esses dias logo que acordei olhei para o lado e visualizei a projeção de um espírito.
    Era uma menina parada na porta olhando fixamente para mim.
    E agora sinto a alma de um velho e toda noite ele me atormenta.
    E ninguém sabe, eu não contei pra ninguém
    O que eu faço?
    Me ajude.

  134. Resilma, respeito as pessoas que fazem isso movidas por suas crenças, mas, como você sabe que ele está vivo em outro plano, desaconselho você de permanecer com isso. Nem as visitas ao cemitério são necessárias. Se pai não está no cemitério, então por que visitá-lo lá? Se quiserem orar por ele em conjunto, façam isso na casa de algum de vocês, pedindo a Deus que ele tenha paz, tranquilidade, disposição para seguir em frente, e que ele esteja muito bem adaptado no plano em que está agora. Mas orem com alegria, sabendo que ele está bem. As vibrações de tristeza ou inconformidade são prejudiciais ao espírito que desencarnou.
    Fiquem com Deus.

  135. Olá amigo, estou confusa em relação a uma atitude que eu e meus irmãos estamos tendo desde que o nosso pai partiu, isso há um ano. Sempre que podemos vamos ao cemitério, acendemos velas e oramos por ele, mesmo sabendo que ele está vivo no mundo espiritual, o que me preocupa é que eu não estou certa se estamos fazendo bem a ele com essas atitudes, muitas pessoas dizem que não, se puder nos ajudar com sua palavra, agradeço.

  136. Caro colega, boa tarde!

    Achei muito interessante o que disse sobre sonhos, mas sei que meus sonhos não são sonhos porque vejo-os acontecer posteriormente, e lembro-me da maioria deles com riqueza de detalhes. Algumas vezes acordo chorando e continuo chorando, sei o porque, outras vezes não sei, mas sinto que algo de ruim aconteceu ou vai acontecer com certeza. já acordei sorrindo e sabia o porque, mas algumas vezes não sei. O que me intriga mesmo é a certeza de que o sonho vai se tornar real, só não sei quando, às vezes demora anos, às vezes dias ou meses, mas sempre acontece. E é curioso porque enquanto não entendo o sonho ele se repete várias vezes, até que eu o entenda.
    Desde muito nova tenho mania de escrever todos os sonhos, tinha vários cadernos, hoje só tenho um, mas tenho uma facilidade incrível de me lembrar de sonhos que aconteceram há mais de 10 anos atrás. Sonho com vidas passadas e com o que vai acontecer, já fui perseguida e atacada antes de alcançar meu corpo físico e já entrei nele acordada de cabeça para baixo, ou seja a cabeça para os pés e eu sabia que estava errado e simplesmente me virei, me vi atravessando a parede para entrar no corpo. Sinto a presença de espíritos perto de mim e um antes mesmo de eu dormir se deitou na minha cama e me abraçou, eu disse sai daqui, vai embora e comecei a rezar é o único jeito deles se afastarem de mim. Um já me segurou com tanta força que tive que rezar muito para ele ir embora, outro passou a noite inteira me agarrando e eu mandando ele sair e rezando. Enfim são tantas as situações que já vivi e vivo que nem medo tenho mais. Mas de vez em quando vou a lugares que não devo ou faço coisas que não devo e passo maus bocados.
    Adorei tudo que você escreveu. Obrigada.
    E a vida segue, fazer o que?
    Que Deus esteja com você e o ilumine hoje e sempre!
    Rosângela.

  137. Obrigado Morel, pelas suas palavras. Não é fácil mudar hábitos e as pessoas, por vezes, também se tornam hábitos na nossa vida. Sei que não é fácil perdermos todas as mordomias que a acomodação nos proporciona. Mas será preciso que eu me levante de novo e me conheça verdadeiramente. Pois atualmente, eu não sei quem eu sou? Vivi sempre em função dos horários e das rotinas deste homem. Talvez esse sonho que tive, seja o meu inconsciente me dizendo que é hora de abrir os olhos e ver a realidade. Eu preciso disso. Sinto um alívio muito grande! Meus filhos terão sempre um pai e uma mãe. E não quer dizer que eles não gostem um do outro. Apenas não conseguem amar-se ainda da melhor forma. É assim que eu vejo a situação. Não posso desperdiçar a oportunidade de eu ter reencarnado novamente para viver na infelicidade. Penso, quantos não gostariam de ter esta oportunidade?! Evoluir…
    Um abraço e muita luz!

  138. Ana, não me atrevo a interpretar sonhos alheios, você sabe.
    A questão do Evangelho, você poderia fazer, em casa, com os Evangelhos do Novo Testamento, e não com O Evangelho segundo o Espiritismo. Poderia convidá-lo, eventualmente, para lerem e analisarem o Evangelho juntos, sem tratar especificamente do ponto de vista espírita, mas dos ensinamentos morais do Cristo, que são universais.
    Você é livre para recomeçar a vida; todos somos. Acredito que qualquer relação só deve ser alvo de insistência enquanto houver aprendizado para pelo menos uma das partes. Se já não há aprendizado, quem ganha com a sua manutenção? É claro que os filhos devem ser levados e consideração, mas nem sempre os pais vivendo sob o mesmo teto significa que haja união e segurança para os filhos.

  139. Estranhamente, apesar de tudo o que aconteceu, nao sinto raiva do meu marido. Apenas um desejo de me libertar e viver mais na espiritualidade. O que está acontecendo é que estamos a ficar mais abastados materialmente e tenho receio que isso suba à cabeca dos meus filhos, um dia. E vejo me a mim mesma, também a prender me ao materialismo. Eu nao quero isso para mim. Tenho saudades quando vivia no campo e na simplicidade, mas sentia me mais feliz! Sinto me uma hipócrita quando recebo dinheiro da parte dele. Pois é ele que sustenta a casa. Eu deixei de trabalhar para me dedicar aos meus filhos. No entanto, tenho o desejo de ganhar o meu proprio dinheiro. Será errado pensar dessa forma?

  140. Saudações Morel! Faz algum tempo que nao comento no seu blog, mas tenho lido os seua artigos diariamente. Eles ajudam me a refletir sobre mim e sobre a situação 1ue me 3nvolve neste momento. Ando confusa até diria, perdida mesmo! O meu relacionamento com o marido passou por uma fase muito turbulenta mas agora está aparentemente estabilizada. Tentamos harmonizar-nos pelos nossos filhos. Estamos financeiramente bem, embora ele trabalhe praticamente quase 24 horas ( sai de casa ás 9 horas da manhã e chega na dia seguinte por vezes ás 7 horas). Ele é motorista particular. Parece que a nossa relação acalmou e tambem modificou – se. Sinto como se ele fosse meu irmão. E sei que ele tambem sente o mesmo, mas por conta da sua educacao e tambem por acomodação ( tal como eu tambem sinto o mesmo).ou seja, vivemos com a aparencia de que está tudo bem mas há uma mágoa silenciosa entr3 os dois. Ao fim de mais de doze anos a insistir numa relação onde houve sempre discussões, violência e conflitos agora há silêncio mas sinto que algo dentro de mim, morreu… porque me mantive a seu lado durante estes anos? Talvez porque tive s3mpre a sensação que eu tinha de o ajudar a evoluir. Parece absurdo esse sentimento… no entanto, na verdade, ele evoluiu muito o s3u lado humano! quando o conheci, ele era um tirano com as pessoas. Ainda hoje, há que o apelide de “Nazi”, tal era a força do seu carácter… sei que é uma relacao muito antiga, pois quando o conheci, senti um choque muito grande… no entanto fiquei com ele?! Outra questão: ele é evangélico e eu sou medium. Nunca lhe contei esse pormenor e sempre que faço pesquisa na internet sobre obras d3 conteudo espirita, apago sempre o histórico. Pois já aconteceu algumas vezes, ele descobrir livros espíritas que eu andava lendo e comentar algo do tipo ” agora andas a ler sobre bruxarias?” Queria muito fazer envangelho em casa regularmente mas nao sei se consigo, pois nao sei quando ele vai estar em casa e aí, obviamente nao irá deixar que isso aconteça. Como posso contornar essa situação? voltando ao ponto incial, os sonhos. Eu sei que você nao ė profeta rsrs… mas de uns tempos para cá venho tendo uns sonhos que me perturbam. Um deles que nao me sai da cabeça, aconteceu há uns dias: sonhei que andava atrás dos meus dois filhos pequenos, parecendo uma mae galinha. Subitamente, afastei me deles, deixando-os em segurança e corri até outro local. Parecia que eu andava no meio de umas casas em construção, onde só havia paredes em tijolo e cimento. No alto de uma escadas em construção, estava um menino, aparentando a idade dos meus filhos, uns três anos idade. Senti que aqueke menino era o meu filho desencarnado. Engravidei em 2004 mas ele nao vingou. Por instantes, fiquei paralisada e sem saber o que fazer. Senti vontade d3 voltar para trás, no entanto, puxei o instinto maternal e fui subindo as escadas. Ele estava assustado e sentia-se perdido. Puxei-o para mim e levei-o dali em segurança e s3ntindo um amor enorme! depois senti pressa de ir ter com o meu marido. Só dizia a mim mesma” tenho d3 ir ter com ele”. Cheguei perto dele, assustada. Esperava encontrar o meu marido. Era essa a sensacao no sonho. No entanto, encontrei um homem, com um rosto que nao me lembro d3 alguma vez ter visto. Estava furioso comigo! E foi aí, que eu me surpreendi. A sua energia era a de um moço pelo qual nutro um grande carinho e que tambem tem uma ligacao espiritual comigo. Fiquei muito confusa. Só dizia a mim mesma ” mas este nao é o meu marido?” Enquanto isso, ele virou se para mim e disse: ” porque é que nao me disseste a verdade? Porque nao me disseste que eras medium?” E furiosamente jogava fora todos os meus livros sobre espiritismo. Um que eu recordo de ver caido na minha frente, era o meu Livro dos Médiuns. Fiquei muito triste e nesse momento acordei. Desde entao, tenho andado muito triste e com um sentimento de vazio dentro de mim. Estou confusa. Passåmos por tanto sofrimento, os dois, que agora era suposto vivermos em equilibrio. No entanto, sinto como se a minha vida ao s3u lado tivesse terminado. Como se a partir deste momento, ja nao conseguiremos evoluir mais juntos. Sinto vontad2 de me libertar, d3 iniciar uma nova etapa na minha existencia, s3m mágoas, sem rancores entre os dois. Tal como disse, sinto- o como um irmão! Isso frustra me porque já nao consigo beijá lo nos lábios e muito menos haver sexo entr3 os dois. Mas tenho dois filhos em comum. E por eles, vou vivendo assim. Só que estou a auto destruir-me diariamente. Perco a alegria de viver. O que é que eu faco agora? Peço desculpa pelo ” testamento”. Mas foi para t3ntar descrever a minha situação. Obrigada pelo apoio que nos dá diariamente, atraves dos seus artigos. Um abraço!

  141. Eduarda, não tenho como saber o que se passa no seu íntimo. É importante lembrar que temos outros níveis de consciência. Nem sempre somos, no fundo, o que aparentamos ser. Nem sempre queremos o que aparentamos querer. É possível que ele tenha ficado em seu subconsciente como um ideal, e, ao dormir, parcialmente liberta do corpo físico, você lembre dele.

  142. olá Morel, quero saber uma coisa de você. Olha, quando tinha de 14 pra 15 anos gostava de um rapaz, comecei a paquerar com ele coisa de uns 30 dias, não era um grande amor, ele me traiu e terminei com ele e conheci meu esposo, namoramos por 3 anos, nos casamos, fomos muito felizes, só que sempre sonhei com esse rapaz, hoje estou com 45 anos e viúva e sonho muito com ele, às vezes ele é meu namorado no sonho e isto me perturba ele é casado e não penso nele as vezes o vejo na rua mas não gosto dele não tenho raiva mas nem amizade com ele eu tenho,eu não gosto de sonhar com ele, porque isto está acontecendo se eu nem penso nele.
    Você pode me ajudar Morel? Obrigada.

  143. Muito obrigada Morel. Pelos livros espíritas que eu venho lendo eu já vi casos desse tipo, mas quando é com a gente, costumamos não conseguir distinguir. Uma curiosidade que envolve toda essa história. Fazia tempo que não via fotos deles dois nos jornais da minha cidade. Hoje quando abri vi a foto deles noticiando que vão ter um filho (até então eles não tinham filhos). Não sei se é um sinal da vida mas achei interessante ver a foto logo após ter enviado meu questionamento a você.

  144. O ciúme doentio que essa mulher sentia de você deve ter algum motivo. Ou vocês três já estiveram envolvidos em outra existência ou ele falava muito de você para ela. Acredito que ele, mesmo que inconscientemente, procure você quando está desdobrado por ocasião do sono. Esses encontros são muito comuns. Mesmo relações que julgamos terminadas permanecem ativas em nosso subconsciente, e quando nos desligamos parcialmente do corpo físico por ocasião do sono recobramos parte dessas memórias, indo em busca de pessoas ou situações que nos marcaram muito.
    Não se preocupe com isso. Eu, por exemplo, visito frequentemente em sonho um antigo locar de trabalho, que foi muito marcante em minha vida. Hoje esse local não representa nada para mim e eu não costumo pensar nele. Mas o acervo de emoções e sentimentos vivenciados lá está dentro faz parte do arquivo do meu subconsciente.
    No estado de vigília escolhemos, bem ou mal, o que fazemos e para onde vamos. Mas no plano astral, que é para onde vamos quando dormimos – ou quando desencarnamos – o que vale é a sintonia mental. Vamos para onde nos mandam os nossos desejos mais profundos ou onde estão as situações mal resolvidas.

  145. Olá, sempre leio seus textos e para mim são bastante esclarecedores. Tenho uma dúvida com relação aos sonhos. Eu tive um relacionamento que durou 5 anos e terminamos porque descobri que ele vinha me traindo com uma moça a qual eu já havia perdoado uma traição dele com ela anteriormente. Sofri muito com o término, mas segui em frente. Acabamos sem ter uma conversa, ele simplesmente me pediu um tempo e dois dias depois vi ele na casa dela e a partir de então me considerei solteira e nunca o procurei nem ele a mim. No entanto, a menina começou a me perseguir (já não bastasse todo sofrimento provocado), ligando para meu trabalho, me enviando e-mails desaforados como se eu tivesse feito algum mal a ela e não o contrário. Eles se casaram 4 anos depois desse ocorrido e mesmo assim ela continuava a me perseguir mesmo sem motivo algum. Não bastasse isso, quando ela sabia que eu estava namorando, ela mandava e-mail para meu namorado inventando muitas histórias para que ele acabasse comigo, é como se ela quisesse meu mal, não era apenas por eu ser ex-namorada do atual marido dela. Então contando isso para a moça que trabalhava comigo ela me orientou a orar por eles dois e principalmente por ela, para que ela encontrasse a paz e a felicidades. Eu fiz isso e ela parou de me aperrear. Faz mais de 7 anos que esse meu antigo relacionamento acabou, não guardo mágoa, não tenho raiva apesar de todo sofrimento, mas eu amadureci muito também. Desde que acabamos nunca trocamos nenhuma palavra, só que de um tempo para cá venho sonhando muito com esse meu ex-namorado, não penso nele durante o dia, não penso nele antes de dormir no entanto venho sonhando com ele com frequência. No sonho era como se estivéssemos juntos. Nem na época que orava por eles dois para que ela ficasse em paz e parasse de me perturbar eu sonhava com ele e agora de uns tempos para cá sempre sonho e os sonhos praticamente iguais. Sei que você não decifra sonhos mas pelo pouco que contei queria que você me falasse se isso pode ser “coisa da minha cabeça” ou se pode haver algum outro motivo. Tenho namorado, não estou sozinha, o que poderia até justificar esses sonhos.

  146. Olá amigo, e quando em sonhos é possível visualizar cenas do futuro? Há alguma leitura a respeito no espiritismo que possa me recomendar?

  147. Angela, não interpreto sonhos. Mas certamente é um espírito a quem você é muito ligada. Como os papéis se modificam entre os espíritos, de uma existência para outra, é possível, sim, que ele reencarne como seu filho.

  148. Há alguns anos atrás, sonhava sempre com um menino loiro de cerca de um ou dois anos, que sorria e pedia-me colo. Com ele nos braços sentia uma paz e uma sensação de bem estar que nunca alcancei acordada. Na noite passada, sonhei com um menino de cerca de 4 anos, loiro mas com o cabelo mais comprido e liso, que foi atingido nas costas por fogo de artifício e chorava muito. Das suas costas saíam muitas cores. Corri e tirei-lhe a camisola que da qual saía aquele fogo de artifício todo e peguei-o ao colo. O menino parou de chorar e eu senti novamente aquela paz de espírito tremenda. Quando acordei senti um vazio, uma tristeza e um aperto no coração. O que poderá significar? Uma médium sempre me disse que um dia teria um filho. Será ele?

  149. Mariana, o fato de não lembrar dos sonhos não quer dizer, de modo algum, que não sonhamos. Sempre temos alguma atividade, em algum nível de consciência, mas a maioria não guarda lembranças disso. Temos que considerar que o nosso cérebro físico não participa de quaisquer atividades oníricas, portanto as lembranças que mantemos ao despertar são o que o cérebro conseguiu captar quando do reacoplamento dos corpos físico e astral.
    A alteração da rotina de sono e alimentação pode ajudar a reter lembranças.

  150. Olá,
    Ultimamente simplesmente não tenho nenhuma lembrança e nenhuma sensação ao acordar, parece que não sonhei. Isso significa que não tenho atividade durante o descanso do meu corpo físico? E se realmente sou inativa, como meu espírito se comporta e pra onde vou durante minhas horas de sono?
    Agradeço desde já!

  151. Morel, tenho esses sonhos que te citei desde criança e não são por ter lido livros espíritas, mas, nos últimos tempos, os sonhos estão intensificando. Um dia lendo sobre a Capela, senti uma forte angústia, ansiedade e medo, diferentemente de outros assuntos que li. Desde então, entrei em um estado de depressão. Não frequento nenhum centro espírita, porém comecei a fazer um tratamento à distância, no centro espírita que minha mãe frequenta (moramos em cidades diferentes). Estou bem, mas ainda há um medo dentro de mim, que não sei de onde vem. Ah! Um belo dia voltando da rua, encontrei no portão de casa, o livro Evangelho Segundo Espiritismo novinho, e não tenho nenhum vizinho espírita, peguei o livro e pensei, será que é para mim? A partir deste dia leio sempre antes de dormir. Sempre peço a Deus para me guiar o caminho a seguir. Meus sonhos incluem tudo, cidades diferentes, auxilio espíritos diferentes, psicografando, estudando e até encontro com pessoas que morreram que não são parentes e sim conhecidos. O último quando uma colega de serviço morreu prematuramente orei por ela, para ser bem vinda e consolar a família, esqueci do assunto e depois de vinte dias mais ou menos, sonho com ela, pálida, dizendo que está se recuperando, agradecendo pelas orações e pediu para dizer a todos que ela está bem, recuperando e bem. Acho que tenho que seguir seu conselho, estudar, sem pressa, o espiritismo e seguir o caminho que escolhi para mim. Acho que é isso. Grata, Kelen.

  152. Kelen, seus sonhos são atividade real durante o período de sono físico. Isso não quer dizer que as coisas estejam ocorrendo exatamente do modo como você lembra ao acordar, pois o nosso cérebro físico não participa dos sonhos e, portanto, não tem condições de reter tudo o que se passa quando estamos temporariamente desdobrados, parcialmente libertos do corpo físico.
    É comum termos atividade durante o período de sono físico. Muitas pessoas não lembram, por vários motivos, mas quase todos têm. A não ser que você seja “viciada” em livros espíritas e esteja impressionada com os relatos que lê nos livros, guardando isso em seu subconsciente e trazendo à tona quando dorme, tudo indica que você esteja realmente participando de algum trabalho em benefício do próximo quando desdobrada do corpo físico.
    Muitos de nós reencarnamos com a tarefa da mediunidade, nos comprometemos, antes de reencarnarmos, a trabalhar com os recursos da mediunidade em benefício do próximo. Isso não é nenhum favor que nos comprometemos a fazer. Pelo contrário. É uma oportunidade que nos é dada para compensarmos erros cometidos em outras existências, que atingiram vários espíritos. Com a mediunidade temos a chance de consertarmos ou compensarmos erros que cometemos, além de adquirirmos experiências benéficas e desenvolvermos o amor cristão.
    Pessoas que reencarnam com a tarefa mediúnica encontram o equilíbrio no exercício da mediunidade. A depressão que você relata pode ser sintoma de influências negativas e descontrole energético. O médium é mais suscetível a influências espirituais. Por isso a importância do estudo, do esclarecimento, desenvolvimento e trabalho mediúnico: para filtrar as influências, manter-se energeticamente equilibrado e em paz, com a sensação do dever cumprido e de uma existência útil e produtiva.
    Estude, se esclareça, procure participar de um grupo de estudos em centro espírita. Sem pressa, sem ansiedade. O importante é começar. O estudo e prática do Evangelho é fator decisivo para o bom êxito no caminho da espiritualização.
    Fique com Deus.

  153. Olá, tenho sonhos constantes em que estou resgatando espíritos em locais estranhos, recebendo espíritos e psicografando. Outras que estou estudando. Detalhe que passei e estou em recuperação de uma forte depressão, ansiedade e crise de medos. Não sei o que pode significar isso. Preciso de conselho e orientação.

  154. Não necessariamente, Carolina. O sonho pode ser apenas efeito subconsciente, ou, se houver encontro real, pode ser apenas a sua vontade que dirija você até o outro espírito, sem que ele esteja em sintonia com você.

  155. Ivone, nos instantes imediatamente antes e imediatamente depois do período de sono físico ficamos num estado alterado de consciência em que contatamos, mesmos que de forma tímida, o plano astral e os seus habitantes. Todos passam por isso, mas poucos têm essa consciência. Todas as noites nos desdobramos do corpo físico, muitas vezes temos atividades real durante o sono, convivemos corriqueiramente com espíritos desencarnados e com outros encarnados desdobrados como nós.

  156. Se encontro alguém em meu sonho, significa que o outro espírito (da outra pessoa) também estava em sintonia comigo?

  157. Adorei o site, muitas questões abordadas e dúvidas esclarecidas para pessoas leigas como eu que simpatizam com o espiritismo. Desde criança acontecem situações em que acordo no meio da noite e vejo nitidamente alguma coisa que estava no meu sonho ou ainda antes de realmente dormir ouço palavras, sinto a presença e nem sempre são coisas agradáveis e na maioria das vezes não consigo me mexer, fico olhando fixamente até ir sumindo devagar… é possível que eu de fato esteja em contato com algo do mundo espírita ou seja psicológico? Desde já agradeço a atenção e o carinho com que trata a todos nós.

  158. Edna, é para isso, entre outras coisas, que serve o centro espírita. Você é médium, ou não teria um contato tão nítido com a espiritualidade. Mas você só vai aprender a controlar e utilizar corretamente a sua mediunidade através do estudo. O ideal é que você procure um centro espírita e participe de um grupo de estudos.

  159. Gostaria de saber se pode haver sonhos reveladores e por que eles acontecem se não podemos impedir que eles aconteçam. Eu tenho sonhos com coisas ruins que irão acontecer ou com os motivos porque está acontecendo e não sei se devo ou como ajudar. Tenho um sobrinho que sofre muito por causa das drogas e eu vejo em sonho que tem uma mulher agarrando nas costas dele, essa mulher morreu assassinada e a mãe desse sobrinho foi envolvida na morte dela e em meu sonho ela diz que vai destruí-lo para vingar-se da mãe dele. Esse sonho é muito nítido, sempre acordo apavorada e com a sensação que tenho que ajudar, mas não sei o que fazer e como.

  160. Olá, tive um sonho estranho esses dias que parecia muito real. Sonhei que uma mulher a qual gosto e que é casada com 2 filhos, estava casada comigo e eu a ajudava. Há como interpretar um sonho assim como vida passada ou um passível futuro?
    Obrigado

  161. Alexandre, isso pode ser forçado no começo, mas o que importa é o que está “no fundo”. Por isso você terá que mudar o foco. Busque outra coisa que lhe interesse. Estude, leia, concentre seu interesse em algo mais construtivo. Uma leitura edificante antes de dormir é uma excelente alternativa.

  162. Obrigado pelo retorno, Morel!
    Me tira mais uma dúvida.
    Eu forçar não ter esses pensamentos antes de dormir (mesmo que no fundo eu saiba que apenas estou forçando não pensar), impediria esse possivel “elo” com esses desencarnados, caso isso realmente esteja acontecendo?

  163. Resilma, são muito raros os espíritos que têm acesso a outras existências. Quase sempre ao desencarnarmos nos lembramos apenas da existência mais recente, a que acabamos de deixar. Mantemos, então, a imagem que temos de nós mesmos. Há espíritos que ficam com a sua última aparência, velhos ou doentes; há espíritos que em pouco tempo aparentam mais juventude e vigor; outros permanecem por muito tempo com características que tinham enquanto encarnados, como óculos, muletas, membros amputados, ferimentos. Só os mais adiantados podem estabelecer, até certo ponto, a sua aparência. Nosso corpo é resultado do nosso espírito. Nosso perispírito também é resultado do nosso espírito. Se o espírito ficou muito tempo doente, por exemplo, antes de desencarnar, pode permanecer com a sensação de doença e dor. Está na mente. O mesmo em relação à aparência. Você tem uma imagem de você mesma. É esta imagem que você vai ter. Uma mulher que tenha passado 40 anos com os cabelos curtos dificilmente irá se imaginar com os cabelos compridos. A sua imagem com os cabelos curtos moldou a sua mente. É a imagem que ela tem de si mesma. Não mudamos nossa capacidade mental só porque desencarnamos.

  164. Alexandre, o que liga os espíritos uns aos outros são os pensamentos, sentimentos, desejos e tendências. Na vida de relação, enquanto estamos acordados, somos obrigados fazer coisas de que não gostamos e conviver com pessoas com quem não nos afinizamos. Mas quando o corpo físico está repousando e nós nos libertamos parcialmente da matéria, somos naturalmente atraídos para espíritos e situações que estejam intimamente ligados conosco. Imaginar cenas de sexo antes de dormir é um convite para os espíritos que desejam a mesma coisa. Nossa imaginação, quando suficientemente forte – e a excitação provocada pelas imagens sexuais causam isso – se exterioriza e pode ser vistas por espíritos desencarnados. Acabamos formando vínculos e troca de energias com espíritos ainda muito apegados à matéria com quem, conscientemente, dificilmente iríamos nos relacionar.
    Os últimos pensamentos antes de dormir são determinantes para as companhias e atividades que teremos.
    http://www.espiritoimortal.com.br/espiritismo-e-sonhos-lucidos
    http://www.espiritoimortal.com.br/jesus-e-a-mentalizacao

  165. Geraldo, acredito que as duas questões estejam intimamente ligadas. Estudei no IIPC, onde estes temas têm grande importância e várias pesquisas são analisadas, mas nada é conclusivo.

  166. Eu leio bastante sobre espiritismo e estou frequentando um centro espírita atualmente, mas ainda não compreendi uma situação. Se nós quando desencarnamos mantemos nossas características físicas, isso significa que mantemos as características da nossa última encarnação? Por que o corpo é diferente, o espírito é que é o mesmo, mas se temos várias encarnações em corpos diferentes, como manter as mesmas características físicas?

  167. Boa noite Morel, gostaria muito de saber porque sonho com meu marido já falecido que ele está me traindo. Ainda estou em choque, não consigo superar a morte dele. Obrigado, gostei muito do seu site.

  168. Olá, Morel!
    É a segunda vez que passo por aqui e aproveito para tirar algumas dúvidas com você.
    Vamos a minha dúvida: Sempre fui uma pessoa que dá muita atenção ao sexo de uma forma geral… Sempre antes de dormir tenho pensamentos relativos a sexo com outras pessoas, principalmente de meu convívio. Isso pode ter alguma influência negativa em minha vida espiritualemte falando? O mais curioso é que penso com mais frequência nisso justamente antes de dormir e esses pensamentos sempre me dão uma certa satisfação.
    Tenho algumas vezes “atritos” com minha esposa, isso poderia, guardadas as devidas proporções, ter alguma relação com esses pensamentos antes de dormir?
    Obs.: Eu nunca coloquei em prática nenhum desses pensamentos.

  169. Morel boa tarde! parabéns pelo site, estou aqui para você me esclarecer sobre uma dúvida e relato que tive; nesta terça-feira estava dormindo, senti ter dois leves sonos, então me acordei. Quando foi na terceira vez estava imaginando um problema com minha família. Foi quando chegaram umas contas para pagar e a partir daí minhas irmãs com quem não me dou muito bem disseram a meus pais (pai vai ter que pagar essa contas… eu disse a elas (porque vocês não pagam) defendendo meu pais! Eu disse logo depois ainda no sonho, olhei para o céu e disse; meu Deus por que estas meninas são tão complicadas com eles e comigo, elas não querem nada com a vida, não ajuda em nada mesmo! quando nesse instante senti uma luz sobre mim muito forte, e eu dei um sorriso na cama como se estivesse dando uma liberdade a essa luz! E a partir daí começou a me puxar, senti um choque tipo se deslocando, vi uma imagem de uma pessoa deitada (desconhecido) aparentava ser boa. Me senti muito leve pensei que tinha morrido, eu sabia que se tratava da projeção lúcida. Mas fiquei com medo e mexendo o dedo do pé e acabei acordando logo em seguida. O que será esse aviso, pode me esclarecer, amigo?

  170. Morel, outro dia fui questionado sobre algo que não consegui responder e como tudo tem uma resposta, fiquei de procurar uma. É a seguinte: quem tem mais necessidade do momento de sono, o espírito que vai desdobrar ou o corpo físico para descansar?

  171. Valeria, isso é atividade real durante o período de sono físico. Espíritos trabalhadores contam com o auxílio de quem tenha condições e esteja disposto a fazer o bem ao próximo. Coloque-se sempre à disposição dos bons espíritos antes de dormir. Com o tempo você vai adquirindo um grau de consciência maior. Se o assunto lhe interessa, pesquise sobre projeciologia.

  172. MOREL, BOA NOITE.
    TUDO BEM?
    EU TIVE UM SONHO RECENTEMENTE QUE EU VOLITAVA E QUE SEGURAVA O EVANGELHO EMBAIXO DO BRAÇO.
    ESTAVA SUBINDO ACIMA DO PLANETA E CONVERSAVA COM SERES QUE NÃO PUDE VER. MAS QUE SE APRESENTARAM A MIM COMO LUZES BRILHANTES NAS CORES AMARELO, VERMELHO E AZUL. NÃO CONSEGUIA ENTENDER DIREITO O QUE DIZIAM MAS PEDIAM QUE EU PROCURASSE ALGUMAS PESSOAS. ENTÃO DESCI À TERRA NOVAMENTE E FUI À PROCURA DESSAS PESSOAS… DO RESTO NÃO LEMBRO MAIS NADA. VOCÊ PODERIA ME DIZER O SIGNIFICADO DESSE SONHO? NÃO SEI SE FOI REAL OU NÃO, MAS ACORDEI EXTASIADA E MUITO FELIZ.

  173. Obrigada por responder minhas dúvidas, obrigada mesmo. Meu pai é católico, digo “é” porque não existe morte em nenhum ponto do universo, e ele está mais vivo do que nunca. Não está fácil viver “sem ele”, sou sua única filha, é muito amor, em minhas orações peço para que os espíritos benfeitores, seu tutor permita somente que chegue até ele o meu amor, meu carinho, minha gratidão e minhas orações, mas, sinto um desespero em não saber como ele está, onde ele pode estar, será que tem algo que eu possa fazer para que o conforte? Eu posso ajudá-lo daqui? Sei que devo orar por ele e faço isso durante todo o dia, mas, através do laço de afeto que nos une e que eu acredito que não se quebra, não se acaba mesmo após esse breve tchau que nos demos, eu posso ajudá-lo de outra forma? Posso visitá-lo? Esclarecer seus pensamentos com o pouco que sei? Desculpe, são muitas perguntas, mas, não vejo outra pessoa que possa me esclarecer, me dar um norte. Nossa ligação de pai e filha é muito forte, tanto é que fui eu quem teve esses “sonhos”. Como funciona esse laço entre pai e filhos? Agradeço de coração se puder me responder, com todos os assuntos que você traz em seu site, encontrei muitos que me trouxeram certo conforto, mais entendimento. Deus está presente. Obrigada

  174. Daniela, é muito provável que se trate disso, sim. Digo “muito provável” para não parecer dono da verdade, mas intimamente tenho certeza de que se trata disso. O seus sonhos anteriores também devem se tratar de atividade espiritual sua enquanto você está afastada do corpo físico durante o período de repouso do corpo. Nestes desdobramentos encontramos espíritos que conhecemos de outras existências, uns deles reencarnados e outros não. As imagens que o nosso cérebro físico não conhece ele substitui por uma imagem que ele considere relacionada a esta imagem desconhecida. Nosso cérebro físico só conhece o que faz parte desta existência atual, deste corpo físico, ele não tem como reconhecer imagens que ele nunca viu. Quando encontramos em sonho algo ou alguém que não conhecemos desta existência atual, o cérebro precisa decodificar esta imagem; então ele a substitui – isso quase sempre gera confusão; são as partes do “sonho” que não entendemos (como o médico que tinha um irmão gêmeo).
    Seus sonhos anteriores com hospital foram visitas que você fez a hospitais do astral onde o seu pai, em astral, já estava em tratamento e preparação para a desencarnação.
    Fique bem.

  175. Olá Morel, procurando assuntos relacionados ao espiritismo, encontrei seu site, primeiramente quero lhe parabenizar por ser uma pessoa tão esclarecida e oferecer seus conhecimentos em prol de outras pessoas ainda em evolução e quero compartilhar um acontecimento comigo relacionado ao meu amado pai que voltou à Pátria da Verdade há 15 dias. Em outubro de 2012 pedi com fé em oração no Templo da Boa Vontade em Brasília, que meu pai voltasse para casa, viesse conviver conosco novamente, em novembro comecei a sonhar comigo em hospitais, uma hora estava vestida de terno preto e outras de roupa branca entrando em enfermarias, na época estava à procura de emprego e então pensei que seria uma dica, aviso para que eu procurasse emprego de recepcionista num hospital, mas, no fundo, eu não sentia que era isso. Em dezembro, foi o sonho revelador, sonhei que entrava num hospital, passava por um quarto com a luz apagada e encontrava com um médico com prontuário em mãos apoiado um pouco na parede, e perguntei a ele como estava minha mãe, ele disse que ela iria ficar bem, mas eu sentia que não era minha mãe, e eu não enxergava apenas até o pescoço do médico, mas observei detalhes, nós dois andamos por esse hospital, e saímos para o espaço de convivência, pisamos em tijolos, areia, o hospital estava em construção, lembro que vi a garagem ainda em terra, daí passamos para a etapa seguinte, esse médico tinha um irmão gêmeo, que gostava de mim e estava no leito desse mesmo hospital, mas eu lhe parecia indiferente quanto aos sentimentos, o médico que estava cuidando de “minha mãe” fez a cirurgia no irmão que o perdoou por estar apaixonado por mim, me casei com esse médico, e passamos para a terceira etapa do sonho. Estava tendo um churrasco numa casa grande, com imenso jardim de grama bem verde e balões, crianças, algumas pessoas, e eu o via de longe, não conseguia ver seu rosto, e nesse sonho era o aniversário de 2 ou 3 anos do meu filho, e eu o vi de costas correndo, não vi seu rosto também, e uma mulher dizendo ser amiga de minha mãe me disse que meu marido me amava demais. Após esse sonho, meu pai “volta pra casa” ainda em dezembro, o levamos ao médico que constatou leucemia, ele ficou em tratamento por um ano, e faleceu em fevereiro desse ano, na noite do ocorrido, eu havia ido à igreja e feito minhas orações, voltei para casa, dormi um sono muito pesado no sofá do qual não me lembro, acordei às 04:00, fui pra cama, mal deitei e sonhei que estava num hospital, com o piso branco, com enfermeiras vestidas com aquele uniforme antigo que tem até o chapeuzinho com a cruz vermelha limpando aquele ambiente, tinha um cheiro forte de produto que não consigo lembrar do cheiro, eu fiquei parada na porta procurando com os olhos alguém muito importante para mim e não encontrava, às 04:50 meu pai faleceu no hospital. Acredito que o lugar onde visitei pode não ser o hospital da terra, mas, para onde ele seria encaminhado. O que você me diz? Desde já obrigada.

  176. Olá, Sonho sempre com crianças, em um desses sonhos eu me via sentada na minha cama e duas crianças pequenas chegavam perto de mim e sorriam e sempre que eu tentava pegá-las elas saíam correndo. Depois de alguns meses minha irmã e minha cunhada apareceram grávidas, o mais impressionante é que nasceu uma menina e um menino como eu vi no sonho. Por que temos esses tipos de sonho e depois eles acabam se concretizando?

  177. Olá!
    Em primeiro lugar parabéns pelo site.
    Tenho muitas dúvidas e receios em relação a religião, porém não posso negar que sou uma pessoa que tem sonhos bastante reveladores, uns bons, outros nem tanto, tenho impressões sobre pessoas, enfim estou sentindo uma afinidade muito grande pela doutrina espírita e tô sempre buscando informações a respeito, mais uma vez parabéns pela iniciativa, estou criando coragem de procurar um centro espírita.

  178. Isso não é imaginação, é experiência real. Informe-se sobre projeção consciente. Tenha sempre em mente, se for fazer qualquer experiência, que jamais devemos fazer qualquer coisa com más intenções ou com desrespeito a alguém. Peça o auxílio do seu espírito protetor sempre que quiser projetar-se ou quando perceber que está fora do corpo físico.
    Fique com Deus.

  179. Olá amigo, tenho apenas 15, e já tive esta experiência, porém não sei se é fruto de minha imaginação ou algo real. Minha experiência foi há 3 meses, em que sonhei que estava num quarto todo clarinho com flores e um homem que aparentava uns 40 anos estava sentado ao meu lado e dizia que meu lugar era ali com amigos queridos… Logo após fomos visitar minha bisavó, onde eu mandava forças para ela. Neste instante, no sonho me perguntei se estava acordada ou sonhando, até me belisquei no próprio sonho para verificar, logo após voltamos a um local, conversamos, mas não consigo me recordar o que era. E quando acordei senti uma leveza no corpo como nunca tinha sentido antes…

  180. Jéssica, esses fenômenos, principalmente os relacionados ao sono, são conhecidos não só pelo Espiritismo como por outras correntes de pensamento, como a Gnose ou, mais recentemente, a Projeciologia.
    Quando você dorme (isso acontece com muitos de nós, eu conheço bem) você mantém algum grau de consciência. O seu corpo físico está dormindo, repousando, mas você, que é espírito, permanece razoavelmente lúcida. Nós temos outro corpo, mais leve e fluídico, que podemos chamar de corpo astral ou perispírito, e é com esse corpo que passamos a atuar no plano astral. As vozes que você ouve é um dos sintomas mais comuns, relatados por inúmeras pessoas. Depois das vozes, o mais comum é uma espécie de estrondo, como se fosse um motor de caminhão.
    Isso ocorre nos instantes em que você está se desdobrando, ou seja, quando o seu corpo astral está “se desprendendo” parcialmente do corpo físico. Depois disso você não lembra, mas certamente mantém atividade no astral. Algumas pessoas mantém-se lúcidas, isso inclusive pode ser exercitado. Já pratiquei a projeção consciente, é uma experiência única.
    Nós temos muitos conhecidos que estão desencarnados, espíritos que conhecemos de outras existências, uns amigos e outros nem tanto. Pode ocorrer de eles nos acompanharem o tempo todo, neste caso temos as obsessões. Alguns nos esperam quando estamos prestes a adormecer, como parece ser o seu caso. Não há nada a temer, embora isso não seja nada agradável.
    Não existe uma fórmula para evitar isso. O primeiro passo é o esclarecimento. Procure se informar sobre o assunto. Pesquise sobre projeciologia, projeção consciente, catalepsia do sono.
    O segundo passo, e mais importante, é, além de esclarecer-se, melhorar-se intimamente. Controlar os pensamentos, palavras e ações, adquirir o hábito da oração, fazer boas leituras, orar pelo próximo, principalmente pelos que “gostamos menos”. Qualquer espírito só tem acesso a nós através dos nossos pensamentos. Se tivermos só bons pensamentos, atrairemos só bons espíritos.
    Fique com Deus.

    Você tem mediunidade, esforce-se para frequentar um centro espírita e participar de um grupo de estudos. O esforço vale a pena.

  181. Olá Morel..
    Tenho muita curiosidade sobre o espiritismo, em minha cidade não há um centro espírita, por isso sempre que posso leio a respeito do assunto.
    Gostaria que me esclarecesse uma dúvida.
    Às vezes, quando deito em minha cama para dormir, tenho a impressão de ouvir vozes, como se fossem uma multidão falando todos ao mesmo tempo, como se me pedissem ajuda, não consigo entender direito o que é dito, isso me assusta um pouco, e acabo não conseguindo dormir, outra coisa que me ocorre, também quando, deito em minha cama para dormir, é que tenho a sensação de que tem alguém ou algo comigo, já cheguei a ver duas vezes um vulto, uma sombra preta, aí apavorada, sempre fechei o olho e pensei em Deus, quando abria o olho novamente, não estava mais lá, essas situações ocorriam com bastante frequência, hoje já não são tão frequentes, gostaria muito que pudesse me explicar se o espiritismo tem alguma resposta para isso, e o que devo fazer se ocorrer novamente. desde já muito obrigado!

  182. Olá Morel,
    Tenho procurado respostas para muitas perguntas e só no espiritismo as tenho achado de forma concisa.
    Tem 2 coisas que me intrigam, acontece muito frequentemente comigo, de viver posteriormente uma situação a qual já vi antes, como estar no local, com pessoas, exatamente como vi antes, espécie de “DEJAVU”, já ouvi que durante o sono o nosso espírito viaja, assim como você relata acima e que visita lugares diversos, onde acontece depois eu estar nesse lugar, porém lembro de tudo, mas não consigo lembrar do desfecho da cena.
    Parabéns pelo site.

  183. Resilma, não acho conveniente insistir neste encontro tão cedo. Se é difícil para quem fica, também é difícil para quem parte. Quem desencarna tem o acréscimo de dificuldade que é a adaptação a um plano diferente. Assim como precisamos de tempo para nos acostumarmos aqui na matéria, quando reencarnamos, do mesmo modo é preciso respeitar um período de adaptação, de um ou dois anos, em média, para quem retorna ao plano astral. Quando reencarnamos temos que atravessar a infância, cercados de cuidados e orientações. Guardadas as proporções, dá-se o mesmo no astral. A insistência na comunicação é prejudicial ao espírito que recém desencarnou, pois ele é atingido pelas vibrações dos encarnados que pensam nele com fortes sentimentos. Na impossibilidade de se comunicar, por inadaptação ao novo meio, ele pode sentir-se angustiado.
    O melhor é acalmar o coração, enviar bons sentimentos, orações serenas e amorosas. E dar tempo ao tempo.

  184. Olá amigo, gostaria de perguntar se durante o sono seria possível nos encontrarmos com o espírito de um ente querido desencarnado há dois meses, pois todas as noites peço a Deus em orações para que esse encontro aconteça e que eu me lembre dele ao acordar, mas não consigo.

  185. Nicelia, muitas pessoas têm curiosidade de saber o que fizeram em outras existências. Mas devemos dar graças a Deus pelo esquecimento temporário do passado. Todos nós cometemos erros graves no passado, e não nos adiantaria nada lembrar deles. S ejá enfrentamos dificuldades assim, imagine se tivéssemos que conviver com as culpas de outras reencarnações?
    Devemos ser gratos a Deus por sempre nos proporcionar novas oportunidades. Cada reencarnação é uma oportunidade. Cada dia que começa é uma nova oportunidade.
    Sempre achamos que os nossos problemas são maiores que os problemas dos outros. Os problemas que você enfrenta hoje são a realidade de milhões de pessoas. Eu mesmo já enfrentei fome e desemprego e algumas coisas piores. Isso não nos dá o direito de pensar em desprezar a vida que Deus nos deu. Não é por medo que devemos continuar. É por gratidão a Deus e por amor e respeito por nós mesmos. Precisamos gostar de nós mesmo, fazer o melhor por nós mesmo, insistir, persistir até vencer.
    Mas é preciso fazermos a nossa parte. Precisamos nos esforçar mais e mais todos os dias, superarmos nossas fraquezas e nos esclarecermos. Só com o esclarecimento conseguimos entender melhor a vida, entender a nós mesmos e nos prepararmos melhor para enfrentar os problemas.
    A solução está ao nosso alcance. Oração sincera e sentida, leitura de bons livros, ir ao centro espírita ou à igreja, gostarmos mais de nós mesmos e, principalmente, nos tornarmos pessoas melhores. Só nos melhorando melhoraremos nossas vidas.
    As pessoas que sofrem já estão a caminho da cura espiritual. Sofremos porque transgredimos as Leis de Deus no passado. Mas a revolta só nos prejudica, só nos atrasa. É preciso compreender e aceitar que colhemos hoje o que plantamos ontem. Aceitando isso e nos esforçando para mudarmos, para melhorarmos, para nos tornarmos novas pessoas, conseguimos superar as dificuldades.
    Que Deus lhe proteja e ilumine hoje e sempre.

  186. Olá. Gostaria de saber o que eu fiz de ruim na outra vida, porque nessa sou uma pessoa que sofro demais em termos de conseguir o que desejo, tipo um emprego, luto tanto mas não consigo nada, sair da pos por falta de dinheiro, às vezes acho que a morte seria a solução, mas tenho medo, sei que o suicida não tem paz e vive aquela situação que ele próprio causou várias vezes e também não ficaria feliz de ver as pessoas que eu amo sofrer, só por isso não faço, mas gostaria de saber o que eu fiz, se fui uma pessoa ruim, enfim.

  187. Elaine, todas as pessoas sonham, a diferença entre elas é que muitas não lembram, outras lembram vagamente, e pessoas como você guardam as lembraças nitidamente. Durante o período de sono físico ficamos temporariamente mais livres, e nos encontramos com aqueles com quem temos maior afinidade espiritual. Também ocorre, dependendo do nosso grau de consciência e evolução, de sermos procurados por espíritos, encarnados ou não, que precisam de ajuda. Muitas pessoas são aproveitadas por espíritos trabalhadores em tarefas socorristas ou de esclarecimento. Se você se interessa pelo tema, pesquise sobre projeciologia.

  188. Olá Morel.
    Desde pequenina eu sonho muito, mas muito mesmo, coisa de 4 sonhos por noite, e me lembro de quase todos. Quando meu pai morreu tive o sonho mais real da minha vida, fui falar tchau para ele e nesse sonho dei o abraço mais marcante de toda minha existência. Então depois disso comecei a ter sonhos esporádicos com ele e um amigo que ainda está encarnado, e sempre sonhos muito reais, pois enquanto sonho sinto uma sensação diferente. De uns 15 dias para cá comecei a sonhar todos os dias com esse meu amigo, por que acontece isso? Nóss 2 não temos mais tanto contato, faz uns 5 anos que não nos vemos e uns 3 meses atrás. O incrível que desde que nos conhecemos sinto por ele um carinho imenso, é um amor diferente do que já senti por qualquer pessoa, é uma coisa muito linda, e é reciproco. Por que será que estou sonhando com tanta frequência com essa pessoa??? Comecei a sonhar também muito com meus irmãos de uns tempos para cá.

  189. Regina, isso pode ser reminiscência de uma existência passada, trazida à tona pelo seu subconsciente. Mas não há como decifrar significados de sonhos, Regina. São experiências pessoais.

  190. Boa tarde!
    Desde que eu tenho consciência do que sonho sempre me vejo cuidando de uma criança, às vezes é minha, às vezes não, mas entre as lutas e os desafios para salvá-la eu vou a lugares que não conheço, sofro ,choro, sinto dor, sou ferida, mas não importa o que aconteça sinto que preciso salvar a criança (um bebê).
    Como posso entender isso?

  191. Mari, todos sonham; alguns lembram e outros não. Mas os motivos para as diferenças no grau de lembrança dos sonhos entre as pessoas são inúmeros.

  192. Edson, pelo que você fala é, sim, desdobramento, ou, na expressão de Allan Kardec, “emancipação da alma”. Mas se é início de clarividência ou de projeção consciente, só a prática dirá. É bom que você ore antes de dormir e peça o auxílio do seu espírito protetor para realizar essa experiência. Quando sentir isso novamente, tente transportar-se pela vontade. Se você estiver desdobrado e tiver condições de se projetar, poderá fazer experiências cada vez mais sérias. É bom cultivar o hábito do estudo. Procure instruir-se mais, mantenha este assunto sempre em mente. A participação num grupo de estudos mediúnicos seria ótima. Força e paz.

  193. Boa tarde Morel. Sou espírita e sempre que tenho um tempinho te faço uma visita aqui! Já tive projeções bem nítidas e outras nem tanto! Mas ultimamente tenho, logo que começo a adormecer, visões do meu quarto e tudo ao meu redor. Mesmo estando de olhos fechados. Não dura muito tempo. As vezes até acho que estou de olhos abertos, mas não, estão bem fechados! É até uma experiência agradável. Cheguei até a pensar que seria o início de um desdobramento. Você têm alguma idéia do que seria? Te agradeço e um grande abraço!!!

  194. Isso é atividade do espírito durante o repouso do corpo físico. Tanto pode ser reminiscência do passado, por se tratar de imagens que ficaram fortemente gravadas no seu subconsciente, como pode ser que de alguma forma você reviva esses episódios quando está desdobrada do corpo físico. É comum pessoas viverem vidas paralelas, vivendo durante o estado de vigília a personalidade atual e quando desdobradas uma personalidade animada no passado.

  195. Tenho vários sonhos que eu estou na Segunda Guerr,a que tenho um bebê que estou sempre procurando e que durante esses sonhos alguém fala comigo e começa a me dizer que meu filho dessa vida voltou pra me proteger. Nos sonhos ele está sempre comigo me ajudando, ele é um soldado, e eu sempre estou no meio das batalhas, no último eu me vejo morrendo e depois de morta eu vejo alguém o matando.

  196. Muito obrigado por compartilhar sua experiência conosco, Sérgio Luiz. É uma daquelas histórias boas de serem citadas como exemplo. Que Deus nos ilumine a todos.

  197. Olá Morel,

    Tenho acompanhado seu site faz algum tempo e queria aproveitar para agradecer por toda a sua dedicação e esclarecimento, bem como por nos fazer pensar. Agradeço de coração. Ao ler todos os comentários sobre esse tema resolvi escrever algo que me aconteceu e que me fez estudar o espiritismo mais a fundo. Quando guri eu tinha um amigo que era um pai pra mim, por motivos espirituais ele acabou desencarnando num acidente de carro voltando da praia. Apenas ele desencarnou apesar de estarem no carro ele, a mulher e dois filhos. A esposa dele, após alguns meses do desencarne, me procurou dizendo que ele gostaria de falar comigo, e se eu iria a um centro espírita onde eles frequentavam. Na hora gelei e respondi que ele sabia do meu medo pelo desconhecido e ainda brinquei que se ele quisesse falar comigo teria de ser de outro jeito. Passados uns dias sonhei com algumas coisas que me aterrorizaram e com ele junto, como se estivesse me alertando sobre o que queria me dizer. Encontrei a esposa dele dias depois, que antes de eu falar qualquer coisa, foi logo me dizendo: – Ele já falou com você, né! Bom, essa foi minha experiência com a vida pós morte e além disso com um grande amigo que me alertou para um erro que cometíamos pensando nos divertir. “Soltar Balões!” Sou grato a ele e por tudo que isso gerou na minha vida, o interesse pelo espiritismo e o aprendizado que precisamos buscar.
    Achei oportuno compartilhar a todos. Que Deus sempre o ilumine Morel. Abraços.

  198. Boa noite Morel,
    Estava ansiosa pelo seu comentário… farei isso. Obrigada pela ajuda!
    Abraços,
    Carolina Luiza.

  199. Carolina, isso que acontece com você é relativamento comum, eu chamo de projeção consciente, outros chamam de desdobramento ou projeção astral. É a relativa liberdade do espírito, com maior ou menor grau de consciência, durante o período de sono físico. Tudo indica que você e o seu marido tiveram desajustes em reencarnações passadas, e reencarnaram próximos, novamente, para se rearmonizarem um com o outro. Não reencarnamos com essas capacidades por acaso. Somos preparados, antes de reencarnar, para trabalharmos em benefício do próximo como modo de nos reajustarmos com a Lei Divina. Nos comprometemos a fazer bom uso das faculdades mediúnicas, e é lamentável quando deixamos passar a vida sem fazermos nada do que nos propusemos anteriormente. O arrependimento, quando de nosso retorno ao plano astral, é muito grande. Você deve procurar um centro espírita, estudar, participar de algum grupo de estudos para que possa aprender com as experiências alheias e desenvolver a sua mediunidade. Não desperdice a chance que a Vida lhe deu. Além disso, se você não trabalhar com a sua mediunidade, a tendência é que você perca o controle sobre suas manifestações psíquicas. Fique com Deus.

  200. Olá Morel, tudo bem?
    Há algum tempo tenho tentado entender o que acontece comigo. Achei muito interessante seu texto, por isso resolvi pedir uma opinião.
    Há algum tempo percebi que tenho tido experiências fora do corpo. Essas experiências me levaram a estudar e me apaixonar pela doutrina espírita, apesar de não frequentar nenhum centro.
    Sempre sei quando vai acontecer, pois sinto como se meu espírito estivesse saindo do meu corpo, e é algo que não consigo controlar. E também sempre tenho consciência que estou dormindo. Algumas experiências são boas, outras nem tanto.
    Dentre as boas, reencontrei pessoas amadas que já se foram, recebi recados a serem transmitidos e mais recentemente, pude ver e receber instruções sobre minhas obrigações nesta vida.
    Porém algumas vezes não é tão agradável, e geralmente é sempre relacionado à mesma coisa: Meu companheiro tentando algo contra mim, ou alguém tentando me assustar, sempre algo contra ele. Mas não é relacionado a adultério, ou coisas assim. Parece que a intenção é que eu tenha medo dele. Nesta última noite foi assustador. Eu percebi quando começou a acontecer, mas a princípio não tive medo, pois as últimas vezes foram boas experiências… Mas em pouco tempo me via com meu companheiro em nossa cama dormindo, ele se aproximava de mim, mas ao olhar nos olhos dele, eu sabia que não era ele, apesar de ser o corpo dele. Então eu me afastava da cama, e lá estava meu marido dormindo. Eu perguntava o que ele tinha e ele me respondia que se sentia febril (este era ele), e quando ia pegar o remédio em nossa caixinha de remédios, me deparava com a imagem dele em minha frente, porém com os olhos amarelos ou vermelhos. Eu via os dois, o que estava na cama doente e o que estava à minha frente com os olhos em chama. Lembro que começava a orar o “Pai nosso”, mas não conseguia, pois me esquecia. Pedia ajuda aos espíritos amigos, pedia proteção e continuava a tentar orar, porém sem conseguir. Então me lembrava que tinha deixado na mesa da sala meu “Evangelho segundo o espiritismo” e que poderia pegá-lo para ler o “Pai nosso”. Levantei, fui até a sala, peguei o evangelho, voltei para o quarto e aquela “criatura” continuava lá, com olhos em chama. E eu pegava no pé do meu companheiro, e orava por nós dois, e folheava o livro, porém sem encontrar o que procurava. E enquanto isso tudo acontecia, eu sabia que estava dormindo, e que precisava acordar, mas não conseguia. De repente, me senti sendo arremessada de volta ao corpo. Logo que acordei estava assustada, porém, depois, fiquei triste por ter tido medo e tentado fugir, quando na verdade sinto que deveria ter me aproximado, sinto como se tivesse faltado fé em mim.
    Não é a primeira vez. Já sonhei com ele me enforcando e acordei aos gritos; com ele em nossa cama me dizendo que eu deveria deixá-lo, e este último que relatei.
    Fora que uma vez no meio da noite (este não foi dormindo, rsrs) ele acordou, me olhou e perguntou insistentemente se eu me lembrava dele. Depois ele dormiu e pela manhã, perguntei se ele se lembrava de ter feito isso, e ele disse que não.
    Um colega que é médium, e com quem eu nunca havia conversado sobre esses acontecimentos, me disse que eu estava sendo visitada à noite por uma pessoa que havia sido muito ligada a mim em vidas passadas.
    Texto longo,né?? rsrs. Mas precisava compartilhar isso tudo com alguém…
    Vou dar uma olhada nesse site que você recomendou acima, pode ser que encontre algumas respostas.
    Abraços,
    Carolina Luiza.

  201. Karla, milhares de pessoas reencarnam todos os anos com compromissos assumidos com a espiritualidade. Compromissos de fazer o bem, de trabalhar em benefício do próximo. Para que possam ajudar com mais eficiência, são preparados por espíritos trabalhadores. Esse preparo inclui a mediunidade e suas muitas características em que pode se apresentar. Você provavelmente é um desses espíritos, e deveria procurar um centro espírita em que se sentisse bem para estudar com seriedade e aprender a utilizar a sua faculdade psíquica de maneira útil e construtiva. Você aprenderia a controlar e viver harmoniosamente com a sua mediunidade.

  202. Vou entrar no site que você indicou, porque tenho muitas
    dúvidas, meus sonhos são realmente difíceis, nem sei
    explicar, porque quando vai acontecer algo, principalmente notícias tristes, eu sonho.
    Ex: Sonhei que o meu pai tinha morrido, vi todo o velório dele, até a roupa que estava vestido, detalhes muito pequenos, os tipos de flores e cores que estava no caixão. Esse sonho foi 17 anos atrás, em um dia de sábado para domingo e ele morreu de domingo para segunda. Como sempre sonhei e aconteceu, fiquei preocupada mas depois coloquei na minha mente que não iria acontecer, mas infelizmente foi real.Tenho sonhos reveladores desde muito pequena, mas não conhecia a doutrina espírita, hoje estudo para compreender um pouco sobre esses mistérios. Fico intrigada, porque a maioria de pessoas muito próximas da minha vida que morrem, antes eu sonho, ou quando vai acontecer desastres, quedas. Não gosto de sonhar com isso, e sempre peço para esquecer, mas nem sempre esqueço, o pior é quando fica só flashes, porque não sei com quem vai acontecer. Agora que estou mais madura só conto para uma pessoa muito próxima de mim, para poder tirar um pouco a angústia que fica. Dizem que não podemos interferir no curso natural da vida, mas quando sei que vai acontecer eu ligo e peço para a pessoa não ir. Uma vez combinamos de ir para um clube e um dia anterior sonhei que uma pessoa que havia ido conosco tinha pulado na piscina e a água tinha virado sangue, só que não vi quem era. Então avisei e disse para ninguém ir, eu não fui porque sempre fico com muito medo, mas eles foram, no dia quando meu telefone tocou já entrei em pânico mesmo sem saber o que era, mas havia acontecido e eles me disseram que da mesma forma que eu disse aconteceu, a pessoa pulou e bateu a cabeça no fundo da piscina e a água ficou bem vermelha, mas graças a Deus foi levado ao hospital e estava bem. Então penso por que sonhar com esses tipos de acontecimento, e angústia que fica a maioria das vezes que acordo, sei que vai acontecer algo, mas não posso fazer nada, é triste. Isso é sonho? Pesadelo? Ou uma visão do futuro?

  203. Muito bom o texto. Parabéns.
    – O que acontece quando você tem consciência de que está sonhando, toma consciência de que está “dentro de um sonho”?
    Meus sonhos são quase cinematográficos. Sonho que luto contra criaturas exóticas, manipulo energias, objetos com a mente, voo… luto com espíritos…

    Abraço

  204. Marco Aurélio, quanto mais trabalhamos com as energias, mais energizados, mais equilibrados. Isso não nos torna mais sujeitos à vampirização, pelo contrário. Isso pode acontecer num primeiro momento, quando ainda estamos aprendendo a mobilizá-las. Mas a tendência é ficarmos cada vez mais fortalecidos e autoprotegidos.

  205. Olá Morel, eu descobri a projeciologia há alguns meses, e estou estudando aos poucos todos os dias, mas eu nunca fui um projetor consciente, agora que comecei a trabalhar minhas energias raramente começo a perceber algumas coisas, sonhos vagos sem sentido, às vezes nem isso, embora ao acordar tem dias que pareço estar carregado de energia, outras totalmente desgastado, mas esses últimos são raros, aí deparei com uma coisa, quando mais você trabalha suas energias, mais receptivo à “vampirização” fica. Ainda mais quando não estou com os pensamentos em equílibrio, principalmente pensamentos em sexo e julgamentos, são pensamentos que qualquer coisa pode desencadear um gatilho para outro.
    Eu tenho consciência que comecei a estudar projeciologia com curiosidade, e na verdade nem ligo muito se eu não tenho experiências conscientes, mas poder trabalhar as energias é uma coisa muito gratificante, quase sem explicação, ainda mais trabalhar as energias junto com uma mente equilibrada, poderia descrever que é gostoso, eu sinto um preenchimento de vida não muito grande ainda, mas como especial, único, hoje eu tenho a consciência de experimentar que tudo é energia, tudo é preenchido, às vezes nem essas palavras conseguem descrever. Abraço, Morel

  206. Sim, esses sonhos são experiências muito ricas. E se ocorrem regularmente e com tranquilidade, é porque é permitido pelos protetores espirituais. O Espiritismo é também uma ciência experimental, como você bem nota. Obrigado pelo depoimento, Eduardo.

  207. A minha esposa sempre teve sonhos com as vidas passadas, e com cores, ela sonhou com as nossas vidas passadas, até com atos vergonhosos na área do sexo que eu e ela fizemos, daí foi possível compreender muita coisa dessa vida mesmo e até de nossas personalidades, até o porquê dela ter pouco ciúme de mim como marido nesta vida. É difícil saber, mas é ao mesmo tempo uma fonte importante de informação.
    Chico Xavier dizia que quando sonhamos com as vidas passadas é para nos conformamos com o nosso carma atual, e é bem isso mesmo.
    O que me cativou no espiritismo é que o que lemos nos livros, poderemos comprovar pelos fatos.
    Abraço

  208. Ermes, eu poderia enumerar uma série de pequenos cuidados, mas não acredito muito neles. O que posso assegurar é que a espiritualidade superior espera de nós que usemos essas faculdades para fazer o bem, e não como diversão ou curiosidade (já fiz as duas coisas). Se não aproveitamos, assim como acontece com a mediunidade, muitas vezes essa característica nos é tirada, definitivemente ou até que nos prontifiquemos para aproveitá-la em benefício do próximo. Experimente colocar-se à disposição dos bons espíritos antes de dormir, durante algum tempo. Ofereça-se para trabalhar, ser útil.

  209. Olá… Há tempos tenho tido experiências através de meus sonhos, como acordar em meio de um e poder retornar no mesmo sonho no ponto em que acordei; ou até mesmo modificar o final daquele determinado sonho, quando dele não gostava. Por muitas vezes tive o prazer de viajar, sair do corpo, conhecer lugares e que posteriormente me deparei com estes lugares e disse: Eu já estive aqui. Mas já faz algum tempo que não consigo mais controlar o sonho e nem tampouco viajar… O que pode estar acontecendo? Stress? Problemas cotidianos? Má alimentação? Tens alguma orientação?

  210. Fernanda, cada pessoa deve tentar interpretar os próprios sonhos. A melhor maneira de começar essa prática é anotando-os sempre, assim que se acorda. Pelas características que você relata, é provável que você tenha vivido neste local numa reencarnação passada. Ou são reminiscências, lembranças fortes do seu subconsciente, ou este lugar existe no plano astral e você vai até lá desdobrada.

  211. DE VEZ EM QUANDO EU SONHO QUE ESTOU NUMA CIDADE PEQUENA, COM AS CASAS ANTIGAS COMO SE FOSSE NUMA NOVELA DE ÉPOCA, SONHO QUE SOU UMA MENINA DE APROXIMADAMENTE 12 ANOS, COM VESTES DE CAMPONESA, CONVIVO COM AS PESSOAS LÁ, COMO SE FOSSEM MUITO PRÓXIMOS A MIM, O QUE PODE VIR A SER ESSE SONHO, TEM ALGUM SIGNIFICADO?

  212. Morel, sempre tenho sonhos muito lúcidos onde participo de palestras ou conversas com pessoas de branco, às vezes me revelam o que vai acontecer no futuro, como no caso da queda de alguns ditadores que aconteceram recentemente no mundo, eu sonhei com alguns e que um ser de branco me falava que importava que aqueles ditadores caíssem do poder. Mas o que me deixou muito intrigado foi um sonho que tive antes do incêndio da boate Kiss. Sonhei que estava olhando as estrelas de noite no céu, sempre sonho com estrelas à noite, e fitava o Cruzeiro do sul, eu acho, pois era uma flecha feita de estrelas apontando para o sul e na frente da flecha via os doze signos do zodíaco em um círculo, de repente o touro, que é o meu signo, se colocava bem no meio do círculo e começava a pular e dar coices para o lado do sul, até que pulou por cima do círculo de animais e ficou para fora, sempre para o lado do sul, ele pulava para fora do círculo e para dentro e dava muitos coices no ar para o sul, me parece que no zodíaco o signo de touro representa fogo ou algo parecido, se você souber trazer algum assunto a respeito disso eu gostaria de entender. Sabe, tenho muitos sonhos assim e em alguns momentos nem estou dormindo, ainda eu vejo de olhos fechados. Será que tenho alguma mediunidade?

  213. Carolina, a ciência apelidou isso de catalepsia do sono. É algo bastante comum e que, com treino e preparo, pode se tornar produtivo e agradável.
    Waldo Vieira foi um famoso médium espírita, psicografou alguns livros de André Luiz em parceria com Chico Xavier. Um dos motivos que o afastaram do Espiritismo foi a ênfase que ele queria dar ao fenômeno conhecido como projeciologia. Isso que acontece com você (falo por experiência própria) se deve à facilidade que você tem de se desdobrar. Allan Kardec chamou a isso “emancipação da alma”. O seu corpo astral (ou perispírito) se desdobra facilmente do seu corpo físico. O ponto negativo disso é que, até obtermos um certo domínio da situação a ponto de manter a calma, somos assediados por espíritos desocupados. Pode ser que sejam espíritos que tenham algo específico contra você, mas é comum que espíritos desocupados venham divertir-se com nosso susto.
    Não é fácil “se livrar” disso. Eu sei como isso pode ser angustiante, mas também sei como é gratificante dominar o medo e ter experiências lúcidas fora do corpo. Você precisa ter cuidado redobrado com os pensamentos e comportamento. O que você pensa e faz no estado de vigília é o que você atrai durante o sono físico. Ore muito, peça o auxílio do seu espírito protetor e procure sempre manter a calma quando isso acontecer. Aconselho você a visitar o site do IIPC, fundado pelo Waldo Vieira. Esclareço que não sou “fã” dele, apenas o recomendo porque ninguém como ele entende tanto do assunto.
    http://www.iipc.org.br/
    Há muitos livros sobre o tema. Informe-se. E não tenha medo. Nada de mal pode acontecer quando estamos desdobrados.

  214. Querido Morel, de alguns anos para cá, venho acordando dos meus sonhos, antes de estar realmente acordada. Meu espírito desperta e a imagem que eu tenho é como se ele estivesse deitado como o corpo, mas um pouco acima. Essas experiências nunca foram boas, eu sempre fico angustiada tentando voltar para o meu corpo. Sei que tenho que manter a calma, e muitas vezes o faço e ainda rezo e imploro para o meu anjo guardião me ajudar, mas essas experiências continuam a acontecer. Algumas foram realmente terríveis, como se um espírito muito ruim estivesse me prendendo e me causando pertubações, e eu esperneava como se para livrar-me dele e voltar para o meu corpo, mas tudo o que eu conseguia era mover meu perispírito, ainda de forma precária. Sou espírita de coração, mas tenho apenas 16 anos, embora minha família goste dessa doutrina por causa de todo o amor e a caridade que ela proporciona, eles não acreditam realmente, então não tenho ninguém para conversar. Gostaria de entender o que acontece comigo e o que eu poderia fazer para evitar. Desde já agradeço a atenção e aos seus textos carregados de luz. Que Jesus te guie sempre! Um abraço!

  215. Sabrina, todos “sonham”. O que chamamos de sonho é, na verdade, atividade do espírito. Muitas pessoas não lembram, mas todos mantém alguma atividade. Como o tema me interessa muito, pelo fato de eu ter, algumas vezes, um certo grau de consciência durante o período de sono físico, procuro conhecer diversas opiniões sobre o assunto. Isso é complexo demais para que ousemos impor verdades absolutas. Não há regras determinantes, cada caso é um caso. Muitos fatores influenciam no grau de lucidez que se pode manter durante este período e na clareza ou não das lembranças. A alimentação, a qualidade do sono, as crenças, o nível de consciência que se costuma usar. Assim como a mediunidade, as características oníricas e projetivas mudam de pessoa pra pessoa.
    As melhores informações que já obtive a respeito foram através do IIPC. Antes havia mais informações no site do IIPC. Mas se você visitá-lo talvez se interesse em pesquisar mais sobre o seu ensino. O link está aqui: http://www.iipc.org.br/index.php/as-ciencias/projeciologia

  216. Prezado Morel, sempre em minha vida tive sonhos bastante intrigantes. Visito vários lugares, converso com pessoas que já se foram, e sempre me lembro de tudo ou quase tudo. Gostaria de saber o que nos faz lembrar e viver essas situações enquanto outras pessoas nada sonham, nada fazem e nada lembram. Obrigada por todos os esclarecimento que você nos fornece. Um abraço.

  217. Meu sono é sempre agitado. Sonho muito, ranjo muito os dentes, falo demais, canto alto, me mexo e acordo exausta, como se tivesse passado a noite numa maratona. De vez em quando lembro de fazer a oração do evangelho antes de dormir. Acabei optando por tomar remédios para dormir. Quando tomo, sonho menos e acordo bem mais disposta. Preferia não tomar remédios, mas a ginástica que comecei a fazer com regularidade em 2012 ajudou com a insônia, mas a qualidade do sono continua péssima. Esse ano vou tentar meditar mais e recomeçar o evangelho no lar. Espero que dê certo!

  218. Morel confesso que já tive experiências extraordinárias durante o sono, no que se refere ao contato com a espiritualidade. Ficou muito claro as advertências em minha lembrança, e se reportou à minha tarefa à frente da família e diante da doutrina que iluminou minha consciência e minha vida. Sou eternamente grata a Deus por isso. Já me ocorreu lembrar-me de palestras edificantes e muitas imagens do mundo espiritual, como também visualizar meu corpo físico no leito e sair em companhia de pessoas que me conduziram a lugares que em nada diferem do nosso mundo físico. Mas sei que somos levados pela sintonia em que estamos, e claro que no que mais pensamos, portanto, como você bem disse, seja nos vícios de toda ordem, seja nos pensamentos desenfreados por sexo, agiremos duarante o sono. Podem discordar ou achar absurdo tal realidade, mas uma verdade não muda por ser abominada ou desacreditada. A consciência que temos em relação ao nosso pensamento, em como temos conduzido nossas idéias, o que escolhemos para alimentar em nosso pensamento, pois sabemos que o que alimentamos cria campo mental, ou seja, materializamos nossos pensamentos, sejam dignos ou não, edificantes ou degradantes. Somos um universo de energias que ainda não somos capazes de entender na íntegra, mas já sabemos que temos a responsabilidade de conduzi-los da melhor forma possível, buscando o que nos acrescenta e nos conduz à produtividade, ao positivo, o que nos aproxima dos valores enobrecedores da alma. Valoroso texto amigo Morel, obrigado pela contribuição sempre esclarecedora. Jesus o ilumine…tenha um maravilhoso fim de semana.

  219. Cléo, nós lembramos uma mínima porcentagem dos nossos sonhos ou atividades durante o peródo de sono físico. Acontece, sim, de conhecermos pessoas ou lugares durante o sono antes de conhecê-los no estado de vigília. Esse fenômeno a que você se refere se chama déjà vu, uma expressão francesa que significa uma associação de memória com algo realmente já visto antes. Nós podemos associar um lugar em que nunca estivemos a alguma imagem guardada no fundo da memória, de que não recordamos.

  220. Morel, quando estou em um lugar que nunca estive antes e comento com alguém que eu tenho certeza que já estive ali me dizem que eu sonhei com o lugar só que eu não sonhei e às vezes tem lugares que me dá medo isso tem algo a ver com sonhos?

  221. Essas atividades SÃO reais, só que no plano astral, que é diferente do nosso. Obrigado pela participação, Alexandra.

  222. Se quiser compreender melhor o fenômeno da projeção consciente, sugiro que você visite o site do IIPC. Há muito material esparso na internet, mas o IIPC é mais objetivo.

  223. Luciana, todos têm atitudes que não condizem com suas intenções e condutas cotidianas quando projetados. Esse pedido que você faz à espiritualidade é o que você quer conscientemente. É o que você sabe, hoje, que é o certo. Mas nós não somos o que aparentamos ser. E para nos tornarmos o que queremos ser é preciso muito esforço e tempo. Inconscientemente, temos desejos e condutas que negamos quando em estado de vigília. São comportamentos que reconhecemos como inadequados e os negamos, os abafamos, não os deixamos vir à tona. Assim que nos desligamos do corpo físico, a tendência é perdermos o controle sobre a consciência. Então se manifestam esses desejos e condutas reprimidos. Só com muito esforço e tempo para mudarmos intimamente. Por isso o espiritismo usa tanto o termo “reforma íntima”. Não adianta modificarmos nossa superfície. É preciso ir fundo. Obrigado pela participação, Luciana.

  224. Olá amigo, parece que estamos em completa sintonia. Existem algumas dúvidas que tenho em relação aos meus sonhos. Tenho conhecimento do que relatou nesta nota, mas quando tento colocar em prática algo dá errado. Antes de dormir converso com a espiritualidade e peço a eles para me orientarem neste momento de desligamento, e que me inspirem a estar ao lado deles para aprender e tambén ajudar aos necessitados, sendo que meus sonhos me mostram outras atitudes que até são contrárias ao meu comportamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.