Artigos mais lidos, Mentalismo

O sentido da oração

maos-em-concha


Você sabe qual é o verdadeiro sentido da oração? Um dos erros que mais percebo é que muitas pessoas pensam que não há relação alguma entre Deus e prosperidade. Minha visão de Deus, na infância, também era mais ou menos assim. Uma associação de virtude com pobreza.

A energia no Universo é infinita, e essa mesma energia está em você, em mim, em cada um de nós. Nós, como filhos de Deus, temos o poder de manipular essa energia a nosso favor. Não há nada mais forte e poderoso na Terra do que o espírito imortal.

A natureza obedece cegamente às Leis que a regem. Sempre. Sem escolha. Nós, pelo nosso livre-arbítrio, podemos escolher, crear, nos desenvolvermos em todos os sentidos.

É uma pena que apenas uma pequena parcela da humanidade esteja apta a perceber que tudo no Universo é energia, e que temos poder sobre essa energia. Com Vontade determinada, temos o poder de mudar a nós mesmos e ao ambiente em que vivemos. Talvez a maior preocupação das pessoas em geral seja com os bens materiais, com o dinheiro. Como a maioria das pessoas perdeu a confiança em si mesma, não é coisa muito fácil modificar sua situação econômica.

No entanto, a Vida está cheia de exemplos de pessoas que superaram as próprias dificuldades materiais graças à mudança no padrão de pensamentos.

Para tudo na vida as Leis de Deus são o guia seguro. Observe uma por uma das pessoas que superaram situações de pobreza material e verá que elas transformaram pensamentos vitoriosos em ação. Muita ação. Estamos neste planeta para agir. Orar e se queixar da sorte não resolve nada. A oração e os pensamentos construtivos devem ser acompanhados de ação, disciplina, persistência e determinação.

Isso tanto vale para a reforma íntima quanto para as questões materiais. O Universo é energia abundante, a Natureza é pródiga e abundante. Tudo o que precisamos já existe, inclusive os bens materiais que almejamos. A parte mais difícil já foi feita, que é a invenção das coisas que nos facilitam a vida. Todo o conforto, todos os recursos tecnológicos que conhecemos estão à nossa disposição há pouco tempo.

Você não precisa ser um gênio e criar aparelhos para a sua comodidade. Eles já existem. A Natureza entrou com os recursos, o homem participou com a invenção. A você compete apenas adquiri-los a custo do seu trabalho.

Recebe quem está aberto para receber. Isso vale para a paz, para o amor, para os ensinamentos, para os recursos materiais. O planeta nos oferta tudo de que precisamos em nosso estágio evolutivo. Com as mãos fechadas você não receberá nada. É preciso estar receptivo, é preciso estar com as mãos em concha, disposto a receber.

Esse é o sentido da oração, da comunhão com Deus. Deus sabe do que precisamos. Quando oramos, não estamos informando Ele sobre nossos planos. Ele sabe disso tudo. Quando oramos estamos nos predispondo a receber, estamos entrando num estado de receptividade, de passividade, de aceitação. Quando oramos criamos em nós mesmos as condições necessárias para atrair o que pedimos.

Se prosperidade não estivesse nos planos de Deus, a Natureza não seria tão abundante. Não há nada de mal nas conquistas materiais. O mal não está em possuir bens, mas em ser possuído por eles.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

39 Comentários

  1. Adrieli, mudanças verdadeiras são as que nós mesmos provocamos intimamente. Não procure fórmulas mágicas; elas não existem. Nos desenvolvemos à custa de muito esforço e repetição. O estado de gratidão deve ser construído pouco a pouco, todos os dias. Sempre que você lembrar, agradeça por algo. Há sempre algo de bom a agradecer.

  2. Morel, muito bom seu texto, bem escrito e esclarecedor. Creio que a verdade seja isso mesmo, porém é muito difícil mesmo colocar isso em prática. Como você diz em umas das repostas, que é preciso estar sempre em estado de gratidão. Avaliando minha vida, percebo que não me encontro assim… embora eu aceite as lutas e dificuldades. O que seria melhor para começar, para ter as mudanças verdadeiras e pensamento e vontade?

  3. Matheus, a mentalização requer cautela; não me sinto “autorizado” a tratar deste tema mais explicitamente. Prefiro, até orientação em contrário, que estes casos como os citados por você sejam tratados isoladamente.
    Que Deus nos abençoe a todos.

  4. Meu amigo Morel

    Primeiramente que deus lhe abençoe e ilumine você e o seu trabalho.

    Conheço pessoas que dizem que não criam o hábito da oração, porque quando começam a orar, “parece que tudo dá errado”, ou sentem um medo fora do normal na hora de iniciar a oração. Seria interessante se você fizesse um dos seus tópicos com esse tema, com seu vasto conhecimento acredito que seria útil para muitas pessoas.

    Deus lhe abençoe.

  5. Cassia, Deus é a perfeição, as Leis de Deus são perfeitas, o Universo é perfeito. O normal é que tudo transcorra com perfeição. Os empecilhos que encontramos no caminho são atraídos por nós mesmos, por nosso estágio mental de evolução incipiente.
    Subestimamos a Vontade, vulgarizamos o seu uso. Confundimos desejo com Vontade. É a Vontade que move o mundo. Um dependente químico só é curado se tiver Vontade. Se ele sucumbe é por decorrência da sua Vontade fraca.
    Estar aberto a receber é ter consciência disso, de que o normal é a saúde, o conforto, o bem-estar, a alegria, o amor. Tudo o que contraria isso está contra as Leis de Deus e deve ser substituído dentro de nós.Estar aberto a receber é manter um permanente estado de gratidão. A gratidão nos torna receptivos a Deus.
    “Falo de famílias que dependem de ajuda do próximo inclusive para a alimentação.” – Já vivi isso, isso fez parte da minha realidade na infância. Mas nossa vida exterior é reflexo da nossa vida interior. Se a mente está focada em tudo de bom e a ação a acompanha neste sentido, a realidade exterior se torna boa. É claro que temos que considerar que muitos espíritos reencarnam com a prova das dificuldades, mas mesmo assim compete a eles vencer essas dificuldades. Também há muitos espíritos ainda primitivos, sem condições ideais de exercitarem o poder da Vontade. Mas também compete a elas começarem a desenvolver a própria Vontade sem esmorecer.
    É a nossa mente que determina tudo.”… se assim fosse todos os que oram e agem objetivando prosperidade seriam bem sucedidos…” – Há graus infinitos de sucesso em todas as áreas. Ninguém quer exatamente o mesmo. Os bens materiais não podem, de modo algum, ser prioridade. Jesus disse para cuidarmos das coisas do reino de Deus, ou seja, das coisas do espírito, que o resto nos seria dado por acréscimo. É bem assim. Vivendo de maneira equilibrada, priorizando os aspectos espirituais, sendo gratos a Deus, à Vida, ao mundo, a cada dia que começa, nos tornamos receptivos a tudo que estiver de acordo com o que sentimos. Muitas pessoas oram para alcançar coisas materiais porque estão descontentes com a vida que têm. Quando estamos descontentes o que atraímos é mais descontentamento. Por isso a importância de ser grato.

  6. Morel, desde que descobri seu site gostei muito da maneira como aborda os assuntos, mas este artigo me deixou intrigada. Da maneira como está exposto há uma relação entre a oração e a prosperidade, se assim fosse todos os que oram e agem objetivando prosperidade seriam bem sucedidos. Mas não é bem assim, em nosso cotidiano percebemos pessoas pobres, trabalhadoras, que lutam pelo sustento de cada dia, no entanto sofrem na pobreza, mesmo orando e agindo segundo suas possibilidades. Falo de famílias que dependem de ajuda do próximo inclusive para a alimentação. Elas têm vontade, oram, agem, perseveram, mas permanecem na mesma situação.
    Outro caso são dos dependentes químicos, mesmo com muita vontade, oração, luta e persistência, muitos sucumbem. Assim, gostaria que explicasse melhor o que é estar aberto a receber?

  7. Solange, quem deve decidir isso é ela. Entendo a sua preocupação de mãe, mas é possível que esta seja a vontade dela, contra a qual ela tenta lutar.
    Se ela está em conflito, ela deve procurar atendimento num centro espírita e seguir as recomendações.

  8. Boa noite! Estou muito angustiada com o sofrimento da minha filha, ela está numa fase muito abençoada, estagiando e ganhou de presente um namorado maravilhoso, dado por Deus no dia do aniversário dela, mas o que está a incomodar muito são pensamentos possessivos de que ela é lésbica e que gosta de mulher, ela disse que é como se fosse alguém falando isso o tempo todo e ela fica muito mal. Ela está com uma psicóloga, tem horas que está alegre, feliz, mas tem horas que fica muito, muito triste e sem ânimo pra nada. O que faço?

  9. Denis, procure um centro espírita. Participe de um grupo de estudos mediúnicos. A participação no estudo, junto com outras pessoas, faz com que percebamos que as coisas que nos acontecem não acontecem só conosco. Aprendemos com as experiências de todos e somos instruídos a estudar sobre a mediunidade, sobre o que nos acontece e por que nos acontece.

  10. Oi amigo, queria falar uma coisa para você, eu vejo espírito mas eles não falam comigo, mas uns que falam eu não vejo, mas eu sinto eles. O que eu faço? Dá uma luz para mim.

  11. Ser possuído pelos bens é a razão por que Jesus disse: “É mais fácil um camelo passar pelo fundo de um agulha do que um rico entrar no reino dos Céus”.
    O ter, certamente seria a derrocada moral para muitos. O ter o indispensável, conserva prudente o ser, portanto não alçando vôos além das suas condições. Com vistas ao que realmente interessa, a evolução espiritual, a necessidade extrema ou a abundância de bens, são condições tremendamente perigosas. Enquanto não haja maturidade moral e espiritual, a grande bênção é ter o indispensável, para que a soberba, orgulho, vaidade, egoísmo, preguiça e até a perversidade não aflore incontrolavelmente.
    “Pedi e recebereis”, portanto é preciso pedir com sabedoria, pois o que se quer pode trazer grandes provações; conquistar equilibradamente é alcançar a abundância, sem comprometer-se a encarnação.

  12. Parabéns Morel pelo artigo. Lendo esse artigo, lembrei-me de algumas seitas religiosas neo-pentecostais que pregam a prosperidade como carro-chefe dos seus princípios. Conheço um membro de uma dessas seitas que se tornou um empresário bem-sucedido, deu até testemunho na TV, no programa de sua igreja, atribuindo seu sucesso ao que é praticado pela sua igreja. Porém concordo contigo Morel que pela oração e ação podemos ser bem sucedidos independente de religião. O que eu acho é que essas seitas se aproveitam de algum sucesso obtido por determinados fiéis para se autopromoverem.
    Abraço e parabéns pelo site.

  13. Gina, só você pode ajudar a si mesma. Muitas pessoas, pela falta de costume do estudo, têm essa dificuldade de concentração. Isso não se adquire do dia para a noite, é preciso esforço e dedicação. Durma regularmente, tome passes no centro espírita para harmonizar as energias, ore com frequência e persista.

  14. Boa Noite Morel, estou lendo os comentários ótimos, eu quando fui ao curso de iniciante ou quando faço o evangelho em casa, sabe, escuto as palavras mas ao mesmo tempo meus pensamentos não me deixam prestar atenção no assunto, parece que fico em outro mundo, difícil de entender as coisas, me ajuda.

  15. Oi Morel, é muito bom ouvir pessoas como você que conseguem aliar a fé em Deus com o bom senso. Nunca entendi direito o sentido da oração e a achava desnecessária, mera superstição, já que Deus é Onisciente e sabe de tudo o que penso e preciso.
    Nunca fui de orar e pedir nada para Deus, mesmo vendo o bem que a oração fez para muitas pessoas próximas de mim, que oram com frequência e sempre seguiram a lei de Deus. Hoje penso diferente, estou começando a aprender a orar.

  16. Nossa! Incrível! Parece que evoluí mais em 12:00 do que a vida toda. Me senti muito bem em conhecer o seu site, as suas palavras chegam a doer na alma. Quem é você? Um anjo da sabedoria disfarçado de humano?
    Amei! (não me interprete mal). Desejo que suas palavras de força e fé possa alcançar todas as pessoas. PAZ!

  17. Seu artigo é o retrato atual da humanidade, preocupada com bens materiais e esquecendo-se de agradecer sempre
    AO GRANDE FOCO DO UNIVERSO POR SUA INFINITA BONDADE E AMOR, mas devemos lutar para que os nossos pensamentos de realizações e progresso, compete somente a nós lutarmos por eles.

  18. Deus é o maior pensamento que podemos alcançar. Deus, para cada pessoa, é do tamanho que essa pessoa consegue atribuir a Ele. Deus não corresponde às exterioridades, mas ao nosso íntimo. E o seu íntimo, a julgar por suas palavras, “cobra” alguma coisa de Deus em troca de um suposto bom comportamento seu.
    Você nunca me pareceu feliz. Nem quando casou. O que você esperava e queria da vida está muito distante do que a sua vida tem lhe oferecido. Você tenta enganar a si mesma, mas nem isso consegue…
    A ideia que você faz de Deus, religião, oração, são ideias superficiais que você se esforça por aceitar, por se submeter. Mas, no fundo, não leva isso muito a sério.
    Isso pode parecer a coisa mais pretensiosa e conservadora que existe, mas você só vai ter paz e tranquilidade quando você se evangelizar, se cristianizar. Você se revolta contra o cristianismo há muitas reencarnações. Isso pra mim é claríssimo. Você devia estudar o espiritismo com seriedade, com profundidade. Isso lhe ajudaria a entender melhor a si mesma e a acabar com a “rebeldia” que domina seus pensamentos íntimos.
    Quanto às suas indagações: O que determina a eficácia das orações não são suas palavras, mas os sentimentos íntimos; Deus não está interessado em lágrimas; você me parece qualquer coisa menos devota; o perdão é uma obrigação de cada um, não uma barganha para esperar algo em troca; ajudar ao próximo é algo muito meritório, mas perde o seu valor quando se espera recompensa.
    Não costumo ser tão franco, mas você vai entender. Se não for agora, mais tarde.
    Fique com Deus.

  19. O que fazer quando as orações parecem não surtir efeito??? Quando lágrimas devoção perdão e ajudar o próximo parecem não serem suficientes para Deus???

  20. Muito bom! Às vezes precisamos ler algo motivador assim. Morel, muito bem lembrado o fato de que não é ruim querer bens materiais, mas apenas não podemos nos sentir possuídos por eles. Devemos notar que palestrantes, escritores e demais trabalhadores do meio espírita vivem em boas condições, estudaram para isso, e quem sabe se fossem pessoas menos favorecidas não teriam conseguido atingir um grau de trabalho em prol do espiritismo tão alto. Talvez nós mesmos, caso não tivéssemos as mínimas condições materiais, não teríamos tempo nem dinheiro para usar um computador e lermos todos os dias, além de tempo para ir a um grupo de estudo no centro espírita etc (meros exemplos). Um abraço.

  21. Apenas devemos estabelecer prioridades; que os bens materiais não sejam prioridade. Não que haja algo de errado nisso, mas sua função é apenas nos facilitar as coisas para passos mais largos.

  22. Muitas vezes senti minha consciência pesada por pedir a Deus bens materiais necessários, julgando que Deus só retornaria solicitações espirituais, força, paciência, luz, amor… é muito bom saber das verdades para nos libertarmos. Obrigada, fique com Deus.

  23. Acredito muito na força do pensamento… na energia que temos e emanamos… Parabéns pelo texto, sempre muito pertinentes.

  24. Ana Maria, sabemos que crer, apenas, não significa muita coisa. O que importa, de fato, são nossas atitudes e comportamentos, nossos pensamentos, palavras e ações. Mesmo as pessoas mais corretas passam por momentos de grandes provas. Escrevi sobre isso recentemente, como você pode conferir no penúltimo parágrafo deste artigo: http://www.espiritoimortal.com.br/espiritismo-e-a-dor/
    Sempre temos forças para orar. Aliás, é nos períodos de crise que descobrimos forças até então desconhecidas. Não se renda. Você tem forças, sim. Lembre que você já enfrentos crises antes. Olhe para o seu lado, olhe para trás de você e confira se não há pessoas experimentando provas terríveis o tempo todo. Isso passa. Não se renda, anime-se. Tenha fé. ter fé não é crer, é fazer o que deve ser feito. Faça o que precisa ser feito, ore muito, controle os seus pensamentos. Leia coisas edificantes, vá ao centro espírita, tome passes. O que você mais precisa neste momento é atividade. Isso vai passar, aproveite as lições que este momento têm a lhe oferecer. Fique com Deus.

  25. Como agir quando tudo o que se fez nessa vida desde sempre foi crer em Deus e nos amigos espirituais e de repente a vida lhe dá um tombo e todas as portas se fecham e você não tem mais forças nem pra fazer uma prece…

  26. Obrigado pelo retorno, Mariana. A educação do pensamento é um exercício diário e permanente. Não vai chegar um dia em poderemos dizer “pronto; agora não precisa mais”. O pensamento é o que nos move. O exercício do seu controle é um hábito que devemos incorporar.

  27. Morel, seu site já virou endereço certo pra mim todos os dias. Estou lendo o livro que você indicou a um leitor “O Infinito poder de sua Mente”, estou gostando e vem de encontro ao que você escreveu nesse texto. Precisamos de mais ação literalmente e o pensamento aff Deus querido, é uma batalha travada para se educá-lo, mas que Jesus também nos ajude e os amigos benfeitores nos inspirem. Que estejamos abertos pra receber. Muita luz pra todos nós.

  28. Sim, Silvoni. Muitos ainda interpretam isso ao pé da letra. Obrigado e um ótimo fim de semana pra você.

  29. Bom dia, Morel! Quando criança e ainda hoje escuto “é mais fácil um camelo passar no buraco da agulha do que um rico entrar no reino do Céu” só que hoje interpreto diferente.
    Tenha um bom final de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.