Evangelho, Leis cósmicas

Perdoar para ser perdoado

Romper os elos
Perdoar é desligar-se

 Ouça este artigo na voz do autor

Ouvimos muitas vezes que é preciso perdoar para ser perdoado. Mas se você desencarnasse agora, deixaria para trás alguma ofensa recebida e não perdoada? Você já perdoou as ofensas recebidas? Bom mesmo seria se não houvesse ofensa alguma, se você nunca se sentisse ofendido.

Mas somos, ainda, muito suscetíveis. Nos melindramos por pouca coisa. Poucas coisas produzem tanto mal e causam tantas doenças como a falta de perdão. “Nunca vou te perdoar”; veja só que frase mais feia. É uma afirmação terrível, e só a coloco aqui para que você avalie o quanto essa sentença tem de destrutiva e irresponsável.

Sim, é uma irresponsabilidade não perdoar. Falta de responsabilidade para com você mesmo, para com o próximo e para com o Universo. O Universo é harmonia, e qualquer pensamento, palavra ou ação desarmônica produz um desajuste que terá que ser reparado, mais cedo ou mais tarde.

Tudo no Universo é harmonia. Analise a precisão dos dias e das noites, as órbitas dos planetas, a perfeição do sistema solar, que é um grão de areia na imensidão do cosmos. Tudo é harmônico, perfeito, íntegro. Por isso o Bem sempre prospera. O Mal é desarmonia, e terá que se reajustar, inevitavelmente. O perdão está de acordo as Leis de Deus, está de acordo com a harmonia cósmica. Enquanto você não perdoa, fica ligado ao erro, à ofensa recebida.

Você acha que deve perdoar a quem o ofendeu? Se você observar com frieza, talvez perceba que não há nada a ser perdoado na pessoa que produziu a ofensa. Ela é humana como você, é espírito imortal como você, é sujeita a erros e acertos como você. Se há algo a ser perdoado é a situação que foi gerada, não a pessoa que gerou a situação. Todos somos parceiros de jornada, irmãos de caminhada evolutiva. A situação criada é que foi ruim, e você deve desligar-se dela.

Desligue-se. Perdoe. A palavra perdão não é usada nos textos mais antigos do evangelho. No texto grego do primeiro século há a palavra aphiemi, significando, justamente, desligar. A palavra perdoar vem do Latim perdonare; dar plenamente, doar totalmente. Perdoar é desligar-se, libertar-se, livrar-se. É isso que se deve fazer em relação às situações que nos ofenderam.

As pessoas que foram causadoras das ofensas que recebemos são falíveis como nós. Também estão neste planeta de aprendizado. Entre bilhões de mundos habitados, dividem conosco este cisco espacial chamado planeta Terra. Não é à toa que cruzaram nosso caminho. Somos instrumentos de aprendizado uns dos outros. E só não aprendemos se não quisermos, só não aproveitamos as oportunidades de aprendizado se ficarmos presos a picuinhas infames.

Você não pode esquecer que você também já ofendeu, você também já provocou situações ofensivas. Perdoe para ser perdoado. Do mesmo modo como você perdoar, assim também você será perdoado. Sua consciência é seu juiz. Perdoe. Perdoe a si mesmo, desligue-se dos erros cometidos. Os erros são tentativas de acerto que não obtiveram o sucesso desejado. Se você não perdoar a si mesmo, como irá perdoar ao próximo?

Se você sente dificuldade de perdoar a si mesmo, talvez queira ler este artigo: PERDOAR A SI MESMO

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

14 Comentários

  1. Silvia, quando somos crianças não temos ainda bem definida a nossa condição de individualidade, nosso ego não está totalmente restabelecido. O recém-nascido pensa que a mãe é uma continuação sua. Com alguns meses ele percebe que a mãe é um ser à parte. Conforme vamos nos desenvolvendo como personalidade, criando condições intelectuais adequadas, vamos trazendo à tona o que trazemos como bagagem ao longo de inúmeras reencarnações.

  2. Boa noite, Felipe. Ótimo texto, tenho uma dúvida: porque quando criança não temos dificuldade para perdoar? É tudo tão fácil, tão simples, e com o passar dos anos sentimos tanta dificuldade para lidar com as circunstâncias. Obrigada e muita paz.

  3. Cliceli, não temos como obrigar outra pessoa a mudar sua atitude. Isso seria interferir em seu livre-arbítrio, e não temos esse direito. Se você já se perdoou, não há porque sofrer. Coloque-se no lugar do outro e perceba que você também, nas mesmas circunstâncias, talvez achasse difícil perdoar. Se essa pessoa é importante pra você, esforce-se com suas atitudes, demonstre na prática que você se arrependeu do que fez, aprendeu a lição e está pronta para receber uma nova chance. Se esse processo for sincero, é provável que funcione.

  4. Odeio ficar brigada com alguém, com quem for…
    Como fazer para ser perdoado mesmo se a outra pessoa não quer papo nem te perdoa e ainda acha que é sempre a correta?

  5. Perdoar é desligar-se da ofensa. Se houver possibilidade de uma nova oportunidade, ela deve ser tentada. Se não há mais motivos para manter a relação que havia antes, nada obriga as partes a permanecerem unidas.

  6. Existe um preço por sermos fieis aos nossos princípios… Obrigado pela participação, Josiane.

  7. Ótimo texto, Morel. Estou passando por uma fase assim, tento me desligar da situação, mas fica difícil porque não quero compartilhar com o mal, com coisas que do meu ponto de vista são desonestas e de um grande desvio de caráter por parte das pessoas que me fizeram mal, porém sou julgada pelo meu comportamento de afastamento, isolamento. Não consigo ter convívio social, nossas idéias não batem! Talvez eu realmente possua essa dificuldade em perdoar, o que me consola é que apesar de tudo não desejo o mal a ninguém! Obrigada.

  8. Obrigado pelo depoimento, Silvoni. É bom conhecermos experiências pessoais. Paz pra todos nós.

  9. Bom dia Morel, muito bom artigo, Jesus muito falou sobre o tema dado a sua importância, e só agora depois de 47 anos que estou me dando conta disso, essa semana acabei de ler o livro Perdoa!… de Célia Xavier Camargo e vemos como a personagem Tamara sofre por em várias encarnações não perdoar.
    Fique em paz.

  10. Maria José, esquecer nós não esquecemos. Temos que desenvolver a compreensão, e isso você vem fazendo. Continue firme, releve, perdoe a si mesma e ame a si mesma.

  11. Obrigado por partilhar este artigo. Tem toda a razão, não perdoar ou guardar magoas só nos infelicita e faz mal! Mas por vezes é tao difícil esquecer realmente, no meu caso minha mãe e meu pai me agrediram tanto verbalmente nesta vida, e ainda hoje o fazem, sinto-me tão triste, tao desiludida. Mas não gosto de ter estes sentimentos de amargura no meu coração! Peço todos os dias a Deus para não guardar mágoa e relevar as más ações e as más palavras, embora por vezes seja tão difícil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.