Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á | Espírito Imortal

Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á

Morel Felipe Wilkon

jesus orando

Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á

Play
Ouça este artigo na voz do autor

“Porque quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.” Marcos 8:35

Deus é amor. O Universo é harmonia, tudo no Universo obedece a uma ordem perfeita, tudo se encadeia ininterruptamente. O Universo está em Deus, mas o Universo não é Deus. Deus transcende o Universo.

Toda creação é emanação divina. Tudo é parte de Deus. Uma gota do oceano faz parte do oceano, tem as qualidades do todo, mas não é o todo. O oceano transcende a gota d’água.

Mas tudo é creação de Deus. Tudo vive, vibra, funciona de acordo com as Leis de Deus. As coisas são coisas. Obedecem às Leis que as regem sem questionamentos. Nós não somos assim. Nós temos livre-arbítrio, que nos permite a determinação do tempo que levaremos para cumprir as Leis de Deus.

Nosso destino é a felicidade, é a integração com a harmonia do Universo. Não podemos escapar a isso. Assim como a Lei da gravidade não questiona um corpo sobre se ele quer cair ou não, assim também nós não temos escolha sobre se nós cumpriremos ou não o nosso destino de felicidade. O corpo vai cair mais rapidamente ou menos rapidamente dependendo da sua densidade. Por outro lado, nós podemos escolher se demoramos mais tempo ou menos tempo para nos elevarmos à felicidade.

Deus é amor. Nós somos emanação divina. Quando não emitimos amor, desarmonizamos o Universo. Nosso papel é amar. Nosso dever é amar. O que o Universo espera de nós é que nós amemos. Não basta não querer mal, não desejar o mal, é preciso amar. Amando estaremos cumprindo a parte que nos toca. Amando estaremos em harmonia com o Universo.

Ser feliz é estar em harmonia com o Universo. Amor é ação. O Sol, os planetas, os satélites, o mar, a chuva, as estações do ano, tudo obedece a uma ordem imutável. O Sol não pode deixar de nos aquecer e iluminar e nutrir, os planetas não podem interromper suas órbitas, a Lua não pode cair sobre a Terra, as estações do ano obedecem a múltiplos fatores. Nós também temos nosso dever, nosso papel a cumprir, nossa missão no Universo. Somos imagem e semelhança de Deus e fomos feitos para amar.

Deus não tem pressa. O tempo não existe como o concebemos. A pressa em alcançar a felicidade é nossa. Enquanto procurarmos a felicidade nas coisas terrenas, materiais, estaremos afastados dela. Enquanto confundirmos bem-estar físico com felicidade, estaremos nos prendendo à Terra. Enquanto pensarmos que a vida se restringe a esse breve período de tempo em que animamos uma personagem, estaremos desperdiçando o tempo.

A vida terrena, material, a encarnação, é um estágio em nossa ascensão espiritual. Oportunidade de reajuste, de aprendizado, de autoconhecimento. Não é a Vida. É um instante da verdadeira Vida. “Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á.” A reencarnação não é um mergulho nos prazeres e sensações. Quem tenta salvar a sua vida de materialidade, quem pensa que aproveitar a vida é experimentar sensações corporais, está perdendo a vida.

“Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se chegar a perder a sua alma? Pois que dará o homem em troca de sua alma?” De nada valem as conquistas materiais se dessas conquistas não resultarem aprendizados benéficos para o espírito. De nada valem o esforço e a determinação despendidos em busca de status, poder, posição, prazer, vaidade, se disso não resultar benefício para o próximo e fortalecimento moral para o espírito. 

Os artigos escritos por mim expressam a minha opinião. Baseiam-se nos conhecimentos do Espiritismo, no Evangelho de Jesus e em meus próprios conhecimentos e experiências. Não aceite minha opinião sem se questionar. Reflita. Comente. Compartilhe.

12 comentários para Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á

  1. Perfeito, muito profundo.

  2. Rodrigo Pnt disse:

    Sabe, isso dá um alivio, saber que chegaremos lá mais cedo ou mais tarde, é tão bom ouvir isso.

  3. Morel Felipe Wilkon disse:

    Obrigado, Renata.

  4. Renata disse:

    Adorei o post… também acho que a vida é movida pelo amor, pois o amor é a base de tudo, por isso me identifico com o kardecismo, pois a caridade e o amor estão sempre presentes na vida de quem o segue, coisa que nem todos praticam, principalmente esses que gostam de atacar os outros com comentários agressivos, mas não se incomode com isso, pois nem Jesus conseguiu agradar a todos, quem diria nós seres humanos? Um grande abraço, e parabéns pelo site.

  5. Andrea Fonseca Perestrelo disse:

    Adorei, eu também entendo tudo dessa maneira.
    Abs
    Andréa

  6. Morel Felipe Wilkon disse:

    Um abraço carinhoso, Ana Paula. Fique com Deus.

  7. Ana Paula disse:

    Lindo, perfeito, acredito em tudo isso.
    Abraços com amor, amor universal…

  8. Morel Felipe Wilkon disse:

    Priscila, os comentários ofensivos ou que fazem “elogios exagerados”, não ao artigo, mas a mim, eu evito publicar. Mas não acho ofensivo ser comparado a um pastor da Igreja Batista, então…
    Obrigado pela participação.

  9. Priscila disse:

    Nos lembra o que os primeiros cristãos fizeram. Obs: Há dias percebo comentários um tanto que agressivos com o dono do blog e estou começando a ficar intrigada, não posso deixar de falar alguma coisa a respeito. Irmãos! Podemos nos posicionar e não concordar com algo, mas com consideração e sem atingir de forma pessoal autor dos textos. Paz e harmonia a todos!

  10. Otaviano Maia disse:

    Blá, blá, blá. Em verdade reconheço que o que você prega tem seu fundamento, mas não é emocionante. O Alamar fala mal de todo mundo, o Jorge Murta é ateu fundamentalista, o Divaldo Franco é dono da verdade, mas o Morel Felipe Wilkon não se posiciona. Parece um pastor da Igreja Batista pregando aos seus fiéis.
    Você não é, digamos, empolgante. Quer ficar bem com todo mundo. Não quer se indispor com os beatos ou com os fundamentalistas. Um dia vou lhe contar o que aconteceu com o meu tio Osni, que Deus o tenha, e você vai entender que tem que se posicionar. Sei de uma senhora que queimou a televisão por causa que o Morel Felipe Wilkon prega contra a televisão. Não sei como alguém consegue se empolgar com o que você escreve.

  11. Morel Felipe Wilkon disse:

    Marcelo, creação é a manifestação da essência em forma de existência; criação é a transição de uma existência para outra existência. Um artista crea a sua arte, pois manifesta sua essência na obra, transmite algo de si na obra. Deus crea, pois sua creação é manifestação dEle. Já um criador de gado apenas cria, não crea. Ele é uma existência, o gado é outra.

  12. Marcelo disse:

    O que você quer dizer com creação? O termo foge ao significado de criação?

    Grato

    Marcelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>