Reforma íntima

Reforma íntima e as pequenas boas ações

boa-acao

Artigo publicado originalmente em 18/10/2012

Ouça este artigo na voz do autor

A reforma íntima pode começar com ações pequenas. Você dá valor às pequenas ações? Acha que pequenas boas ações têm algum mérito? Faço a pergunta porque ouço pessoas dizerem que não fazem caridade porque não têm condições ideais. O que poderiam fazer é muito pouco, na visão delas. Eu acredito no valor das pequenas ações. Não espere que eu lhe ensine como praticar a caridade, ou que lhe dê dicas de como praticar pequenas boas ações todos os dias. Não tenho moral pra isso. O que eu mesmo pratico, no cotidiano, é quase nada; muito longe do razoável.

Reforma íntima e as pequenas boas ações

Ainda não sou um homem caridoso. Mas sei analisar e reconhecer a dimensão que uma pequena ação pode alcançar. Quando se planta uma semente, o fruto nos devolve muitas sementes. Estas sementes, uma por uma, produzirão outros frutos que devolverão muitas outras sementes. E assim sucessivamente. As sementes se multiplicam

Tudo na Vida é multiplicação. Observe seus pensamentos. Cada novo aprendizado produz mais pensamentos em sua mente. Estes pensamentos, por sua vez, produzirão muitos outros. Para que você aprenda coisas novas seus pensamentos precisam crescer. E eles crescem e se multiplicam. “Crescei e multiplicai-vos”, lembra? Está lá no comecinho da bíblia, quando ainda só havia Adão e Eva. Não estou dizendo que eles existiram de fato, mas o simbolismo é verdadeiro…

Você já passou por algum momento de grande preocupação e dúvida? Então você sabe que cada dúvida dá origem a outras dúvidas; e estas outras provocam outras, e assim por diante. Não é verdade? Você já notou que grande parte dos artistas desenvolve mais de uma arte? É que seus dons se multiplicam, um dando origem a outros. Com o dinheiro na poupança ocorre o mesmo. O capital rende juros, e esses juros renderão mais juros, e estes mais juros, e por aí vai.

Quando um leitor gosta muito de um artigo que escrevo, indica a seus amigos. Estes, quando também gostam, mandam para seus amigos. Tudo se multiplica. É exatamente isso que acontece com as suas boas ações, por menores que sejam. Uma boa atitude sua para com alguém, no início do dia, pode melhorar o dia dessa pessoa, que vai transmitir essa atitude positiva para outras, gerando uma reação em cadeia.

Se você é capaz de grandes ações em benefício do próximo, ótimo. Mas se ainda não chegou nesse ponto, não deixe de fazer pequenas boas ações pensando que elas não têm grande valor. Não se esqueça de que a reforma íntima, para ser sólida, precisa ser pautada em mudanças de padrão de pensamento, palavra e ação.

Seja mais cuidadoso com seus pensamentos, tudo começa com eles. Você deve lembrar isso todos os dias da sua vida. Assim como alguém que pratica musculação deve treinar sempre para manter seus músculos fortes, nós devemos ser lembrados constantemente de que devemos vigiar nossos pensamentos.

E transforme pelo menos alguns dos seus bons pensamentos em boas palavras e boas ações. É natural que eles se multipliquem. Tanto em você mesmo quanto nos outros. Tudo na Vida segue as mesmas leis, os mesmos princípios. Valorize suas pequenas boas ações. Elas carregam em si o mesmo potencial das ações mais meritórias que você conhece.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

6 Comentários

  1. Não importa o tamanho das suas ações. O importante é que você ajude as pessoas, o seu irmão, o seu semelhante. Essa semente que você plantou com certeza irá render bons frutos. E sua vida espiritual vai crescer e multiplicar!
    Luz para você, Morel.

  2. Obrigado, Lourdinha. Esse assunto vem a propósito porque vejo pessoas querendo dar um passo maior que a perna, tentando evoluir pulando etapas; e também vejo pessoas que desprezam os pequenos esforços por não acreditar no valor que eles têm. Nossa reforma se dá aos poucos, todos os dias.

  3. Morel Felipe Wilkon, sempre leio seus artigos e me encanto com eles. Mas esse Reforma íntima e as pequenas boas ações foi ótimo! Obrigada!

    Lourdinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.