Comportamento, Reforma íntima

Reforma íntima sem sofrimento

estrada longa

Morel Felipe Wilkon

Artigo publicado originalmente em 31/08/2012

Ouça este artigo na voz do autor

É possível realizar sua reforma íntima sem sofrimento? Compreende mais ou menos o que ela exige de você? Sim, porque há algumas exigências que você deve observar. Mas isso também não quer dizer que você terá que mudar tudo, começar tudo de novo. Afinal, estamos falando de reforma, não de construção. Não se trata de começar do zero, mas de aproveitar a base construída por você através de inúmeras reencarnações. Sobre esta base são efetuados alguns ajustes. Saem algumas partes, outras são acrescentadas.

Talvez nada seja tão imprescindível para a reforma íntima quanto o gosto de aprender, a aceitação de que somos aprendizes, que estamos aqui para aprender e que o aprendizado se oferece para nós todos os dias. Basta aceitá-lo, observá-lo e apreendê-lo. É preciso ter coragem para mudar conceitos, para se dar conta de que algumas opiniões que juntamos pelo caminho simplesmente não têm mais serventia, e devem ser abandonadas.

estradão
É preciso seguir o caminho reto

Dessa disposição para aprender surge a descoberta de que o principal foco de aprendizado é você mesmo. Você deve se conhecer. Você deve conhecer a si mesmo mais do que a qualquer coisa. Você é um universo a ser explorado. Suas emoções e sentimentos oferecem um riquíssimo e fascinante campo de pesquisa. Também aqui é preciso ser corajoso. Corajoso para enfrentar os aspectos mais sombrios de si mesmo. Enfrentar por meio de uma fria e detida observação, análise e avaliação. Mas sem julgamento, sem condenação.

Se você conseguir conhecer e compreender melhor a si mesmo, provavelmente mudará uma série de hábitos. Sem muito esforço, sem sofrimento. Pois você irá notar que muitos de seus costumes e pontos de vista atuais não são verdadeiramente seus. Foram adotados por você em algum momento; ou por desconhecimento de algo melhor, ou por imitação de alguém que você admirava, ou como exigência da sociedade. Você automatizou um monte de comportamentos que não têm nada a ver com você, com o que você realmente quer, com o que você realmente acredita.

Você não se tornará um modelo de perfeição se conseguir realizar isso. Vai continuar sendo humano. Com algum esforço, ficará dez por cento melhor do que é hoje. Você acha pouco? Esses dez por cento são suficientes pra fazer a diferença. Num concurso público, a diferença entre um classificado e um desclassificado é muito, muito menor que isso. E essa diferença decide uma carreira e tudo o que ela acarreta.

Você não irá se livrar dos erros que já cometeu e provavelmente cometerá outros erros. Perdoe-se. Você precisa se perdoar pelos erros cometidos. Isso lhe dará mais coragem e humildade para lidar com os erros que ainda estão por vir. Aceite-se, ame-se. Permita-se começar de novo.

A maneira mais eficaz de evitar erros e promover acertos é estar sempre ligado, sempre comprometido consigo mesmo. Sempre alerta, vigiando, controlando e orientando seus pensamentos.  Você lembra que tudo começa pelo pensamento? Sei que não preciso dizer, mas é bom reforçar. Tudo o que existe nasceu de um pensamento. Tudo. Todos os ideais, toda a tecnologia, todo o progresso material, tudo é pensamento colocado em prática.

Tenha bons pensamentos, reeduque sua mente, ensine sua mente a pensar. Adquira o hábito de orar. Com ou sem palavras. É a maneira que temos de nos conectarmos com o que há de mais elevado. Não é preciso dizer, também, que só oração não basta; é preciso trabalho, muito trabalho. Fazer de cada dia um dia produtivo; de cada hora uma hora útil. Se for útil a mais alguém além de você, melhor ainda.

Um cuidado que devemos ter é não querer que todos mudem conosco, que todos sigam nosso exemplo. Você sabe, cada um tem o seu tempo. Por isso é necessário ser tolerante. E gostar de si mesmo. Acho que nada é mais urgente do que amar a si mesmo. Aceitar que erramos, que nossa trajetória contém erros e acertos. Valorize sua história. Respeite sua história evolutiva. Mesmo seus maiores erros pareceram a melhor alternativa, quando você os cometeu.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

26 Comentários

  1. Thais, os problemas não desaparecem, nós é que temos que nos fortalecer para lidarmos com eles. Não mudamos da noite para o dia. É preciso muito esforço e perseverança. Você não vai se tornar santa. Vai continuar com suas falhas milenares. Apenas aprenderá a controlá-las, mas para isso é necessário fazer o bem. Reforma íntima não é reforma intelectual. Livros são ótimos, adoro livros. Mas eles apenas apontam o caminho. Temos que seguir o caminho. E o caminho, para o espírita e o umbandista, é fazer o bem. Dar de si mesmo, sempre mais. A vida de quem se dedica ao seu próprio aprimoramento é um permanente exercício. Não se cobre tanto. Você não vai deixar de ser quem é. Aceite-se, ame-se, seja uma ótima companhia para você mesma. Sugiro que vá aos poucos abandonando as futilidades. Dê do seu tempo aos outros e a você mesma. Cuide-se, trate-se com carinho.

  2. Morel, primeiro gostaria de lhe agradecer por se dedicar em partilhar seu conhecimento (coisa rara hoje em dia). Me assumi espírita umbandista (sim, frequento, trabalho, estudo nas religiões). Depois disso minha vida mudou, confesso que pra melhor, mas vivo em conflito interno e devido a esse conflito, resolvi fazer uma reforma íntima. Meus conflitos interiores aumentaram. Estou firme em minha decisão e tenho coragem pra realizar essa reforma íntima, mas devido estou meio cega pra enxergar onde começar. Estou lendo tudo que encontro sobre o assunto, livros e mais livros, mas ainda continuo perdida. Quando acho que estou no caminho certo me deparo com mais uma dificuldade interna (eu chamaria de meus defeitos), culpa, inferioridade, depressão. Preciso de uma luz.

  3. Na atual situação que o planeta Terra se encontra, na transição planetária, a reforma íntima vem como um despertar para todos nós. O texto vem para preencher e fazer refletir. Obrigada!!

  4. Boa noite Morel, estou neste processo de reforma íntima. Seu artigo é muito valioso e proveitoso. Nos dá ótimas informações. Sempre é bom ler e aprender. Obrigado ❤ Adorei. Para mim foi ótimo.

  5. Ademilton, peço desculpas por não poder ajudá-lo. Você já se trata com terapeuta e apresenta o seu diagnóstico. não seria um esforço de palavras que lhe propiciaria qualquer benefício. Além disso, e isso é o principal, se a sua queixa é em relação à ausência de uma identidade própria, como querer que o outro lhe diga qualquer coisa a respeito da sua identidade? Esqueça o outro, esqueça as opiniões dos outros. Procure saber o que você mesmo pensa. Estude muito, ore muito, questione-se. Fique com Deus.

  6. Morel, gostei muito de sua sabedoria, se possível me oriente no seguinte: Tenho baixa auto-estima, em decorrência da infância, já me trato com terapeuta, mas o que realmente fixou no subconsciente é a perda de uma identidade própria, ou seja, tudo projeto no outro, no outro, e com isso o meu eu verdadeiro fica indefeso e fraco, e é justamente isso que me deixa um depressivo, favor me clarear e me orientar na melhora, tanto psicologicamente com espiritualmente, muito agradecido.

  7. Sim, Rita. Se devemos amar ao próximo como a nós mesmos, nós somos a medida do amor que devemos dedicar ao próximo.

  8. Olá Morel,
    Realmente não há nada melhor e mais urgente do que o amor próprio. E esta reforma íntima nos auxilia a percorrer gradativamente o único caminho, Deus! Como você mesmo disse, não existe caminho alternativo.

  9. Helena, é uma pequena minoria que reencarna com alguma missão específica. A maioria de nós ainda está em fase de se depurar de falhas cometidas no passado, de aprender a disciplina, o controle do pensamento, o valor do trabalho e o desenvolvimento moral. Missão é para os grandes, que são muito poucos. Nós descobrimos ou elaboramos nossa missão estudando nossas potencialidades, desenvolvendo nossos talentos. Helena, mal conhecemos a nós mesmos. Talvez quando nos conhecermos melhor tenhamos uma noção mais objetiva de nossa missão. Por outro lado, o fato de vencermos a nós mesmos já é uma gigantesca missão…

  10. Morel, eu estava pesquisando sobre a quaresma, reino de Deus, reflexões etc e acabei chegando aqui no seu site.
    Comecei a ler os artigos e estou adorando a forma como você aborda os assuntos.
    Será que você poderia dar mais informações a respeito sobre a missão que cada um tem na vida e como descobrir qual é a sua missão?

    Abraços!

  11. Clara, eu fico contente com o seu elogio. Mas devo tentar corrigir sua opinião ao se referir à sabedoria. Eu considero a sabedoria como o conhecimento colocado em prática. Não é o meu caso por enquanto. Se eu conseguisse aplicar na prática o conhecimento adquirido, provavelmente seria um sábio. Mas da teoria para a prática é um longo caminho. Vou trilhando esse caminho com passos muito tímidos, ainda. Sou apenas um aprendiz. De verdade.

  12. Olá Morel!!
    Admiro seu conhecimento e principalmente a sua sabedoria com a qual consegue aplicar tudo que aprendeu até hoje!!! Muitas vezes tenho idéias inspiradoras e realmente entendo o contexto espírita, mas confesso que tenho me autoboicotado muitas vezes… Sempre busco mais conselhos e seu site tem sido de grande valia : D

    Que Deus esteja a nos iluminar sempre!!

    Abraços!!

  13. Onofre, eu apenas ofereço a reflexão. O trabalho será todo seu. Quanto mais trabalho, quanto mais ação, melhor.

  14. Estou passando por um período difícil em minha vida e que está exigindo uma reforma íntima com urgência. Caro amigo, obrigado por estas sábias palavras, pois elas me ajudarão em busca da vitória. Que Deus te abençoe.

  15. Obrigado pela participação, Lucas. Realmente nos sentimos melhores ao iniciar o processo de reforma. Se todos soubessem disso, mais pessoas se esforçariam nesse sentido…

  16. Excelente texto, acho que eu estou no caminho certo da reforma intima, ate porque eu não era tão feliz e calmo como sou hoje… Ate ajudo meu amigos kkkk
    Obrigado por palavras sabias Felipe, iluminando meu dia novamente.. 😀

  17. A vida nos convida constantemente a REFORMAR = mudar a forma. Mudar a forma de pensar, de agir, de ver o mundo, mudar o olhar sobre nós mesmos. Em nosso íntimo equilibramos nossos pensamentos, harmonizamos nossos conceitos e abre-se o véu de nosso eterno ciclo evolutivo. O que necessitamos? Disciplina, humildade, amor e caridade, que permite a cada novo dia nossa reforma íntima e sentirmos verdadeiramente Deus em nós. Abraços, Andréa.

  18. Claudia, toda mudança começa pelo pensamento . É preciso muita vontade e determinação. Há tempo quero escrever sobre isso, mas é preciso inspiração. Obrigado por participar.

  19. Eu sempre tive um complexo de inferioridade absurdo, que nem eu mesma sei de onde vem… Isso me incomoda muito e confesso que está até me atrapalhando a progredir na vida. Preciso de uma reforma urgente! Suas sábias palavras sempre me ajudando! Um abraço

  20. “Acho que nada é mais urgente do que amar a si mesmo. Aceitar que erramos, que nossa trajetória contém erros e acertos. Valorize sua história.”

    parabéns pelo texto, morel.

    obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.