Pensamento e disciplina

O espírito protetor

espírito protetor

Morel Felipe Wilkon

Ouça este artigo na voz do autor

Você dá a devida importância ao seu espírito protetor? O espírito protetor nos acompanha desde o nosso nascimento. Tem a atribuição de zelar por nós. A questão 491 do Livro dos Espíritos diz que a sua missão em relação ao seu protegido é a missão de um pai em relação ao seu filho, é a missão de guiar o seu protegido no caminho do Bem, de auxiliá-lo com os seus conselhos, de consolá-lo nas suas aflições, de levantar-lhe o ânimo nas provas da vida.

anjo guardião
O espírito protetor nos acompanha desde o nosso nascimento

Só temos acesso a ele através da sintonia, pelo pensamento. Qualquer contato ou troca de influências entre espíritos, encarnados e desencarnados, se dá por meio do pensamento. Pelo pensamento nos elevamos ou nos rebaixamos, pelo pensamento aspiramos às coisas grandes da vida ou nos refocilamos na lama.

O pensamento é determinante. Tudo começa pelo pensamento. O pensamento constrói o que nós somos. Somos o que pensamos. Não são poucas as pessoas que acreditam nisso, que percebem a realidade do poder creador do pensamento. Mas poucas sabem controlar o pensamento. Não chegamos ao estágio de ter controle absoluto sobre os pensamentos. Nossas tentativas ainda são primárias. Mas devemos tentar, todos os dias de nossas vidas.

Um dos modos de obter um maior controle sobre o pensamento é através do contato mais íntimo com o espírito protetor. Sabemos que o espírito protetor não está permanentemente à nossa disposição, que ele tem outras atribuições, outros serviços. Mas isso não impede que mantenhamos o pensamento vinculado a ele, buscando inspiração, manutenção do bom ânimo e reforço para os nossos pensamentos. Nossos pensamentos, invariavelmente, são acrescidos de outros pensamentos semelhantes. A maior parte das obsessões ocorre assim. Emitimos um pensamento menos nobre, continuamente, e esse pensamento é reforçado, potencializado por pensamentos de teor semelhante de espíritos encarnados ou desencarnados.

Obsessão e cura

“E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.” Mateus 19:29

Esse ensino de Jesus, como muitos outros, aplica-se perfeitamente ao pensamento. Quem coloca o amor em primeiro lugar, quem segue o caminho indicado pelo Cristo, deixando em segundo plano as coisas materiais e os apegos terrenos, recebe cem vez tanto, recebe centuplicadamente, recebe cem vezes mais. Isso não teria sentido se ele estivesse se referindo às coisas materiais. Seria loucura dizer que se deve deixar casa, mulher, filhos, terras, para receber cem vezes mais disso mesmo. Se é para deixar, por que receber de volta, cem vezes mais? É evidente que se trata da força do pensamento, da conjunção de pensamentos somados na mesma frequência, do somatório de pensamentos semelhantes que se agregam potencializando o pensamento de origem.

Um pensamento bom, forte, limpo, positivo, mantido continuamente, por um esforço de vontade, atrai outros pensamentos semelhantes, formando uma corrente poderosa. Infelizmente, o contrário também acontece. O pensamento negativo, pesado, baixo, vil, atrai outros semelhantes. Tratei disso neste artigo:

Espiritismo e televisão

Nossos pensamentos interferem nos grandes acontecimentos veiculados pela televisão. Nos conflitos da Síria, por exemplo (confesso que não acompanho), os pensamentos partidários de ódio, revanchismo, vingança, apreensão, curiosidade mórbida, terror, influenciam negativamente o andamento da situação. Além de todos os problemas práticos existentes, há a influência psíquica nociva pairando sobre os responsáveis e os diretamente atingidos pela complexidade dos conflitos.

O contato mais íntimo e direto com o espírito protetor serve como um reforço à nossa própria consciência, nos auxiliando a manter um maior controle sobre o que se passa em nossas cabeças. Sem esquecer que o melhor modo de consolidar pensamento e intenções é através da prática. Precisamos de ação. Fé pressupõe ação. E a proteção espiritual que recebemos é, inevitavelmente, proporcional aos nossos atos. Por isso o Espiritismo insiste tanto na Caridade como meio de libertação, como o famoso lema “fora da caridade não há salvação”.

P. S. – Escrevi este artigo em Outubro do ano passado e não o publiquei. Na ocasião, a televisão estava dando muito espaço para os conflitos na Síria. Hoje os conflitos mais noticiados estão ocorrendo Ucrânia e na Venezuela.

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

26 Comentários

  1. Welinton, o espírito que designamos como anjo da guarda não é nosso escravo ou empregado, não está à nossa disposição. Ele tem outras ocupações que exigem a sua atenção. Se n~so atendemos aos apelos que ele nos faz através da nossa consciência, ele se afasta. Só se aproxima novamente se perceber que estamos dispostos a corrigir a rota que damos à nossa vida.

  2. Morel, boa noite. Que Deus lhe abençoe e lhe dê forças para continuar com seu belo trabalho.
    Morel, por mais erros que cometemos, por mais coisas horrorosas que façamos, no meu caso no campo do sexo e do vício no jogo, o nosso anjo da guarda está ao nosso lado?

  3. Iara, este tema é tratado com detalhes nas questões 489 a 521 do Livro dos Espíritos.
    Nossos espíritos protetores são espíritos do nosso nível evolutivo ou um pouco superiores a nós. Todos ainda precisam reencarnar. Só os espíritos puros, que já se despojaram totalmente da influência material é que não precisam mais reencarnar.
    Se o nosso espírito protetor reencarna, ele é substituído por outro na tarefa de nos proteger.

  4. Rayana, o Espiritismo não trata dessas denominações. Para saber mais sobre isso você teria que se informar sobre Umbanda e religiões africanas. Mas posso assegurar que mutos espíritos atrasados tomam o nome de determinadas entidades ou forças de trabalho, ou seja, se passam pelo que não são. Muitos espíritos (acredito que a maioria) que se dizem pombas-giras são apenas espíritos ligados ao sexo, espíritos viciados em prazeres materiais, espíritos que vampirizam as energias dos encarnados como forma de alimentarem os seus desejos doentios. Não aconselho, de modo algum, o envolvimento com espíritos com estas características. É comum que o encarnado se sinta “fascinado” por eles, e com isso se deixe influenciar e passe a ter comportamentos que normalmente não teria.
    Estude sobre o Espiritismo, procure um centro espírita kardecista.
    Fique com Deus.

  5. Boa Tarde!!! Gostaria de saber sobre influências espíritas de espíritos denominados como pomba giras, o que o espiritismo entende e interpreta sobre o assunto, estou muito confusa sobre minha espiritualidade e tem tido várias ocasiões de presenças de pomba gira na minha vida. Desde já agradeço.

  6. Teresinha, influenciamos e somos influenciados constantemente. Atraímos os espíritos que se afinizam com os nossos pensamentos, palavras e ações. Os espíritos podem agravar a depressão, mas não podem causá-la. Somos sempre nós mesmos que damos início às nossas doenças. Para compreender o Espiritismo, você deve ler O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec. Depois disso convém que você pesquise especificamente sobre a depressão. Se, depois de ler O Livro dos Espíritos, você quiser ajuda para escolher um livro sobre depressão, estarei à disposição.

  7. Silvia, quem determina o tipo de influência espiritual que terá é a própria pessoa, com seu padrão de pensamentos e sentimentos. Uma mente fechada para a espiritualidade, uma postura rígida e inflexível não permite o acesso de boas influências. Nos casos de prejuízo mental, em que o domínio sobre a consciência é pequeno ou nulo, a pessoa permanece na faixa vibratória que predominou em sua existência. Uma pessoa que sempre manteve bons pensamentos e sentimentos, mesmo que sem o domínio da consciência dará condições ao espírito protetor para que o acalme, nos recônditos de sua consciência, e mesmo que de forma não consciente manterá a esperança por perceber, intimamente, que este estado de coisas é passageiro. Mas quem manteve, ao longo de sua existência, um padrão de pensamentos e sentimentos baixo e negativo, é sob esta característica que permanecerá, impedindo, muitas vezes, o acesso do espírito protetor ao seu campo mental; deixando o caminho aberto para espíritos atrasados.

  8. Boa noite FELIPE, no caso de pessoas que desenvolvem doenças como a demência em idosos, o protetor tem condições favoráveis para auxiliá-los? pois às vezes tenho a impressão de que nesses casos abre-se uma porta para algum obsessor, tenho passado por experiências difíceis com um ente querido. Pode me ajudar a entender como age o protetor nesse caso? Um abraço.

  9. Gabriel, se assim fosse, como você destacou, pobres dos próprios espíritas, que no exercício da mediunidade ou atividades afins se deparam com histórias tristes e conflituosas. Se você procura um documentário está procurando algo específico e já tem uma ideia em mente. Me refiro à grande mídia: TV aberta, grandes jornais e os maiores sites de notícias. O que eles noticiam é o que tem potencial de atrair mentes fracas que não estão acostumadas a se questionarem. Se despertarem o senso crítico deixarão de vender, pois o consumidor de notícias (e demais programação) é o mesmo consumidor dos produtos oferecidos.
    Bem lembrado.

  10. Morel,

    Muito boa a explicação sobre o anjo protetor. Agora sobre a questão da mídia e da violência, sou da opinião que não devemos nos furtar de nos informar. Evito programas sensacionalistas, mas não evitaria um bom documentário que me esclarecesse sobre o conflito na Síria, por exemplo, mesmo que tivesse imagens fortes. O espírita, na minha opinião, não pode se alienar sob o pretexto de manter o “pensamento puro”. Sei que não é isso a sua proposta, entretanto, cabe destacar, que se assim fosse, pobre do cientista político ou do historiador, ou do geógrafo político, pois o objeto de sua ciência são os conflitos humanos.

  11. Pensemos com Léon Deniz: “O saber é o supremo bem; todos os males são oriundos da ignorância.” Portanto devemos estudar sempre, para que possamos formar opiniões mais corretas e coerentes. Uma dica? Este site. Muita Paz…!

  12. A maior dádiva de DEUS para conosco é ter enviado um protetor para cada um de seus filhos, para nos intuir com bons pensamentos e velar por nós. Devemos sempre agradecer este querido protetor e orar por ele, porque não é nada fácil a sua tarefa, tudo que faz – faz por nós é por amor. Somos teimosos e muitas vezes não conseguimos captar suas mensagens, nos dificultamos por não permanecermos receptivos. Não esqueçamos deste amigo do coração.

  13. Muito bom, li em um dos livros de André Luis que quando nosso espírito se acopla ao óvulo inseminado muitos Espíritos estão nos assistindo e atuando sobre a nossa concepção, penso que o nosso espírito protetor também está ali junto desses benfeitores. Boa tarde.

  14. Luisa, o Espiritismo acredita que há vida em todos os planetas do Universo, pois Deus não crearia um planeta inutilmente. Quanto à comunicação com seres se outros planetas, o Espiritismo não se ocupa disso. Não lembro de nenhuma obra que aborde este tema.

  15. Julia, como foi dito no artigo, ele está conosco desde o nosso nascimento. Sua presença é mais constante durante a infância. Ela nos acompanha durante a nossa existência, mas não está permanentemente conosco, até porque ele tem suas ocupações como nós temos as nossas. Mas vem em nosso auxílio sempre que chamamos ou mentalizamos ele.
    Este tema é tratado nas questões 489 a 521 do Livro dos Espíritos, que você pode ler aqui: http://www.espiritoimortal.com.br/espirito_imortal/o-livro-dos-espiritos
    Aproveite e lei todo…

  16. Jaqueline, as coisas que os noticiários apresentam sempre existiram. Hoje a informação é mais dinâmica, tomamos conhecimento do qu ocorre no mundo inteiro quase imediatamente. Antes da internet muitas dessas notícias não chegavam até nós ou vinham com atraso, sem merecer destaque por parte da imprensa. O que ocorre é a grande mídia vive de tragédias. Quanto mais violência, mais audiência, Não proponho que nos tornemos alienados, mas acompanhar a grande mídia nos dá a impressão de que o mundo está perdido, e isto não é verdade. Nunca houve tantas pessoas de boa vontade tentando melhorar o mundo. Só que isso não dá “ibope”, ninguém noticia. Quando nos distanciamos dos noticiários sangrentos e da programação fútil da televisão percebemos a vida com muito mais equilíbrio. As coisas realmente importantes nós acabamos tomando conhecimento.

  17. Bom dia,
    eu sou uma pessoa que sempre acompanho os noticiários e o que acontece à minha volta. Mas ultimamente não estou conseguindo ser imparcial e não me abalar com tanta violência e coisas ruins. Sinto que a cada dia estou mais desanimada e descrente da vida e do ser humano. Sou uma pessoa que tem medo da vida e de que coisas ruins aconteçam aos meus próximos. Lendo seu texto fico pensando se preciso ficar alheia às coisas que acontecem para poder me fortalecer. Por favor, preciso de uma luz.
    Desde já muito obrigada. Jaqueline

  18. Olá Morel, muito obrigado por este texto maravilhoso, sim, é muito difícil vigiar os pensamentos, principalmente quando nos deparamos com algum problema. No entanto, temos que fazer um esforço para eliminar os maus pensamentos, eu própria me tenho debatido imensas vezes por mudar para uma frequência positiva, e sim, é verdade o nosso espírito protector (anjo da guarda) está sempre lá quando precisamos dele, é uma grande bênção sem dúvida!!!

  19. Desculpe a ignorância, é que não sou espírita, mas estou procurando aprender sobre a doutrina, minha pergunta é, o espírito protetor está conosco desde que nascemos, ou tem uma certa idade para ele se aproximar? Ele esta 24 horas conosco ou apenas em alguns momentos?

  20. De algum modo esses esclarecimentos nos ajudam na formação da nossa consciência a respeito do espiritismo, fico grata por isso, acompanho sempre que e cada dia fico mais certa dessas verdades.

  21. Olá Morel, é uma ótima sensação entrar nesse site, como faço todos os dias e encontrar um texto maravilhoso como este. Não é fácil vigiar o pensamento, mas devemos tentar sempre, como você bem escreveu! Obrigada pelas palavras.

  22. Morel,

    Procurei um campo no site para deixar uma dúvida, já que o que vou perguntar não tem nada a ver com o tema, mas não encontrei… Então, vamos lá:
    O que o espiritismo pensa sobre Extra-Terrestre?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.