Artigos mais lidos, Pensamento e disciplina, Reforma íntima

Reforma íntima e a preguiça

deitado-na-rede


Os que me acompanham há mais tempo sabem que eu escrevo à frente dum espelho. É pra lembrar que escrevo, em primeiro lugar, pra mim mesmo. Acho que o maior adversário da reforma íntima que precisamos fazer é a preguiça.

Não sei o quanto você conhece, o quanto você sabe. As coisas da espiritualidade são uma fonte de aprendizado inesgotável. O Espiritismo, particularmente, é um campo de pesquisa e estudo vasto e rico. Por isso disse que não sei o quanto de conhecimento e experiência você tem. Não importa.

Você acredita em reencarnação, você aceita os fatos da mediunidade mesmo sem ser médium ativo, você crê na bondade e misericórdia de Deus. Que bom!

No entanto, não basta crer. É preciso agir. Por menos que você saiba é bem provável que você saiba mais das coisas do Espírito do que a maioria das pessoas com quem você convive no dia-a-dia. Por menos elevado que você seja, e é bom que se reconheça isso, tudo indica que você esteja mais preparado moral e espiritualmente do que a maior parte das pessoas do seu círculo de convívio.

Isso aumenta a sua responsabilidade. Quanto mais conhecimento, maior é a obrigação de colocar em prática o que se sabe. Quanto mais se aprimora espiritualmente, maior é a responsabilidade perante os outros.

Se você se dedica às coisas do Espírito, é natural que você acabe contando com a simpatia e o amparo dos espíritos trabalhadores. Quanto mais você se dedica ao conhecimento e à reforma íntima, mais aumentam os seus contatos e a sua intimidade com espíritos superiores a nós.

Se você faz dessa busca de aperfeiçoamento algo que tenha um espaço significativo em seu cotidiano, você começa a beneficiar as pessoas que estão à sua volta. Se você está um pouco mais elevado que aqueles que o cercam, você passa a agir como fator de equilíbrio nos ambientes que frequenta.

Observe o grau de influência que o seu estado de espírito exerce no seu ambiente de trabalho ou estudo. Note como o seu humor atinge as demais pessoas, veja a responsabilidade que os seus pensamentos têm na harmonia geral.

Sua influência aumenta se você desenvolver a disciplina com a espiritualidade. O ideal é que o contato com as coisas do Espírito aconteçam todos os dias; ou, pelo menos, nos dias úteis, nos dias de trabalho. A oração, a meditação, a leitura edificante, o seu contato deliberado com a espiritualidade superior deve ser diário.

Isso pode parecer difícil, mas não é. Serão alguns minutos do seu dia. Você define o tempo. Você pode dedicar cinco minutos pela manhã, cinco minutos ao meio-dia e cinco minutos à noite. Já é um ótimo começo. Se você não puder cumprir esses horários, estabeleça outro que possa cumprir. O importante é fazer disso um hábito, uma disciplina que faça parte da sua vida.

Acredito que algumas pessoas não têm tempo, ou não têm um horário fixo que possa ser dedicado a isso. Entendo que muitos não estão preparados pra isso, não conseguem ver nessa prática algo que tenha algum valor real.

Mas sei que há muitas pessoas que consideram essa disciplina importante e não conseguem convencer a si mesmas, não conseguem se impor um compromisso, não conseguem vencer a preguiça. Se for o seu caso, saiba que a preguiça é um mal terrível, que deve ser combatido imediatamente. A preguiça é pior do que muitos maus hábitos. Pessoas decididas conseguem transformar um mau hábito num bom hábito. Vencer a preguiça geralmente dá mais trabalho, pois a pessoa “se perdoa” por ser preguiçosa.

Você tem responsabilidade sobre os que convivem com você. Você tem conhecimentos que eles não têm. Seja disciplinado, mantenha bons hábitos e aja como um instrumento de Deus.  

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

67 Comentários

  1. Não sei mais o que fazer, meu marido é extremamente preguiçoso. Sabe que estamos passando por dificuldades financeiras, mas é encostado… Me dê uma luz

  2. Luciano, você não precisa de conselhos, precisa de ação. A preguiça, assim como o medo, só se vence com ação. Procure algo que o motive, trace objetivos possíveis de alcançar e não se permita falhar. A preguiça é um vício. Vencemos o vício um dia depois do outro; um de cada vez.

  3. Acredito que meu grande desafio é superar a preguiça. Noto que na minha adolescência e início da fase adulta não sentia tanto, mas ultimamente estou completamente tomado por este sentimento, com reflexos negativos em todos os âmbitos de minha vida.
    Faço uma reflexão e não consigo identificar onde foi o start, em que momento isso começou.
    O que pode me aconselhar para que eu supere esta situação?

  4. Magna, você acha que pode seu um “espírito mau”. Nós somos espíritos, Magna. Alguns de nós são bons, outros são maus. Não é tudo influência de espíritos desencarnados.
    Você não conseguirá mudar a sua irmã. Você pode aceitar a situação ou afastar-se. Essas relações tempestuosas têm sua origem no passado, só se resolve com o perdão total. Você, pelo jeito, não tem nada contra ela. Um dia ela deixará de querer mal a você, mas, até lá, procure preservar a si mesma e à sua filha.

  5. Não sei se sou eu, mas vivi a vida toda brigando com uma de minhãs irmãs, depois que casei com a distância achei que fosse melhorar nosso relacionamento, mas toda vez que baixo a guarda ela apronta, me põe contra as minhas outras irmãs, e depois que nossas filhas nasceram tudo piorou mais ainda, ela escolheu o mesmos padrinhos que eu, as mesmas roupas, e diz que tenho inveja dela, e não gosto da filha dela, isso pode ter a ver com algum espírito do mau, porque não sei como conviver mais com minha família, procuro me afastar para não ter problemas com ela e ver minha filha rejeitada.

  6. Isabella, a segunda hipótese, sim. Um espírito não pode influenciar alguém a ter preguiça se esse alguém não for naturalmente preguiçoso – ou que tenha, ainda, alguns resquícios de preguiça.
    Mas a preguiça não pode ser confundida com o cansaço físico, com o esgotamento das energias. Preguiça é falta de vontade. Se a questão for física, pode se tratar se vampirização de energias, o que muito comum. Para isso basta resistirmos com força, mantendo-nos ocupados com coisas úteis e controlando os pensamentos.

  7. Morel, eu adoro o seu site, e utilizo muitas de suas postagens para uma melhor compreensão no meu estudo espírita. Sobre essa sua postagem, e após ler alguns dos comentários, eu gostaria de saber se existe alguma possibilidade da preguiça, além de ser um mau hábito, influência de algum espírito ruim ou obsessor. Ou se com ela podemos atraí-los para mais perto de nós.

  8. Estou adorando teu blog, obrigada por existir meu irmão, estou colocando teus artigos no face dos estudos da casa espírita que pertenço, vou te convidar para participar conosco, que Jesus te ilumine sempre!

  9. Beatriz, se você já tem consciência disso, só lhe falta a prática. Sem esforço não há progresso. Para mudarmos efetivamente, precisamos de muita teoria e muita prática. O estudo das coisas do espírito, a leitura de livros edificantes, a prática do trabalho voluntário em benefício do próximo, a oração e a auto-observação são imprescindíveis.

  10. Tentei muitas vezes a reforma íntima, mas por falta de concentração, e ‘preguiça’ eu não obtive conclusão, sinto que preciso pensar e refletir, mas não consigo por ser egoísta e ignorante, o que me afirmam e eu sei disso. Eu crio intrigas na família, e não gosto disso, para ajudar nos trabalhos eu muitas vezes não aceito, eu desarmonizo o relacionamento positivo da família que convivo, podes me dizer o que posso fazer para melhorar meu relacionamento na família? Minha conduta, enfim, ser uma pessoa que pensa no próximo? Desde já, obrigada.

  11. A dependência de outra pessoa pra fazer um trabalho junto pode ser preguiça? Não sinto vontade de sair pra trabalhar nas vendas quando estou sozinha, trabalho com venda externa, o que me aflige, pois não gosto, apesar de ser considerada uma boa vendedora, acho que sempre tive alguém pra me ajudar a ter esse desempenho. Como faço pra conseguir me libertar e ter ânimo pra realizar sozinha? Já tentei sair desse ramo, mais o salário de outras atividades não paga as contas.

  12. Boa noite,
    Gostei da mensagem, preciso e quero melhorar meu lado espiritual e ter mais fé.
    Estou muito tempo afastada.
    Estou um pouco perdida e não sei por onde começar.
    Quando menciona estabelecer 5 minutos do dia, de manhã, tarde e noite, ok, quero fazer.
    Tenho que ser sincera, não sei como começar fazer uma oração.
    Se possível, poderia me ajudar?
    Muito obrigada.

  13. Foi muito bom ter encontrado este site na net, estou vendo o espiritismo por outro viés, ficou mais leve e me sinto profundamente à vontade para pesquisar outras fontes que me identifico também.

  14. 20 EXERCÍCIOS PARA A REFORMA ÍNTIMA:

    01 – Executar alegremente as próprias obrigações.
    02 – Silenciar diante da ofensa.
    03 – Esquecer o favor prestado.
    04 – Exonerar os amigos de qualquer gentileza para conosco.
    05 – Emudecer a nossa agressividade.
    06 – Não condenar as opiniões que divergem da nossa.
    07 – Abolir qualquer pergunta maliciosa ou desnecessária.
    08 – Repetir informações e ensinamentos sem qualquer azedume.
    09 – Treinar a paciência constante.
    10 – Ouvir fraternalmente as mágoas dos companheiros sem biografar nossas dores.
    11 – Buscar sem afetação o meio de ser mais útil.
    12 – Desculpar sem desculpar-se.
    13 – Não dizer mal de ninguém.
    14 – Buscar a melhor parte das pessoas que nos comungam a experiência.
    15 – Alegrar-se com a alegria dos outros.
    16 – Não aborrecer quem trabalha.
    17 – Ajudar espontaneamente.
    18 – Respeitar o serviço alheio.
    19 – Reduzir os problemas particulares.
    20 – Servir de boa mente quando a enfermidade nos fira.
    O aprendiz da experiência terrena que quiser e puder aplicar-se, pelo menos, a alguns dos vinte exercícios aqui propostos, certamente receberá do Divino Mestre, em plena escola da vida, as mais distintas notas no curso da Caridade.

    -Chico Xavier/Scheilla – livro Ideal Espírita

  15. Conheci o seu site faz um mês atrás e estou adorando ler todos os textos publicados, porém tem algo estranho acontecendo. Se tenho muitos conhecimentos sobre a espiritualidade e com isso a responsabilidade também me acompanha para abrir pelos menos a consciência às pessoas, mas a maioria ouve e acha que estou delirando, porque o planeta está um caos.

  16. Ótimo linha de definição.

    Estou muito agradecido agora, por ter feito esta leitura, e deixo meus sinceros agradecimentos.

    Namastê.

  17. Ana Lúcia, o ideal é não estarmos sós. Por isso é importante a participação em alguma entidade, como um centro espírita. É mais produtivo integrarmos um trabalho já existente, em meio a pessoas que querem o mesmo que nós, contando com a proteção dos espíritos trabalhadores. Depois de estramos integrados há algum tempo no grupo, descobrimos o que fazer. Quando o trabalhador está pronto, o serviço aparece.

  18. Morel, Conheci seu site a poucos dias, por acaso.
    Suas mensagens estão sendo muito importantes no momento que estou vivendo. Busco conhecimento sobre a espiritualidade há bastante tempo. Hoje o exercício mais difícil é vivenciar os conhecimentos adquiridos, colocar em prática no meu dia, principalmente nos momentos mais difíceis. Sinto muita vontade de me dedicar a um trabalho concreto. De servir e ajudar as pessoas. Porém, não sei por onde começar. Obrigada.

  19. Ao dizer que você não consegur se ajudar você está determinando isso em sua mente. Não desista. Tente, todos os dias, ser paciente, compreensiva e amorosa. Não desanime quando falhar. Essas fases mais difíceis passam. Seus filhos irão crescer e não dependerão mais de você. Quando este dia chegar você irá se cobrar por não ter sido mais paciente, compreensiva e amorosa. A hora de se superar é agora. Ore sempre, permaneça frequentando o centro espírita, leia bons livros. Faça tudo o que for possível e confie em Deus.

  20. Sou mãe de 2 crianças, vivo numa guerra, não me obedecem, vivemos gritando uns com os outros, sou nervosa, aprendo muito mas não consigo por em prática nada, frequento a casa espírita, mas não consigo me ajudar. Estou infeliz.

  21. Alaxandre, tenha certeza que recebi com muito amor a sua mensagem e a guardarei no meu coração. Obrigado.

  22. Bom dia irmão e professor Morel, gostaria de ajudá-lo com umas palavras, não é nada comparável aos seus textos, mas o que vale é a intenção.

    A partir do momento que tu fazes algo em benefício do próximo, acabas agrandando a Deus. Embala o teu pensamento através do cântico dos arcanjos, toca o teu coração com a música espiritual divina. Prepara-te para servir a bom grado o Senhor, teu Deus. Busca através de atitudes despertar os filhos dele, cheio de lágrimas e sem rumo. Possam através da tua caridade e exemplo, encaminhar-se para a rota do crescimento espiritual e da reforma íntima. Caminha sem medo na avenida dos sonhos angelicais e veste-te com teu traje de arcanjo encarnado na Terra que acalenta e floresce o coração dos teus sofridos irmãos. Ama o teu próximo com responsabilidade e esquece os pensamentos e palavras que porventura possam tentar te esmorecer e envaidecer. Só assim os teus irmãos poderão encontrar um dia o Governador da Terra face a face. Fortalece a tua fé pedindo a Deus, a Jesus, ao teu Anjo da Guarda a serenidade necessária para ser um servidor do Cristo, humilde e inabalável.
    Coragem homem, tu jamais precisarás de agradecimentos, olha à tua volta, observa que teus irmãos possuem dores inimagináveis por de trás de suas aparências aparentemente felizes. Esses irmãos muitas vezes ingratos, insensatos e ignorantes muitas vezes carregam um fardo, uma cruz pesadíssima. Alegra-te por ter acordado para a vida e recompensa os teus amados desencarnados e encarnados com o desejo de disciplina, disciplina e disciplina. Disciplina para o trabalho, foco na reforma íntima e coragem para mudar o que pode ser mudado. Sabedoria para quando enfrentares os obstáculos que porventura possam como pedras aparecerem na estrada do paraíso da essência espiritual. Para isso, é necessário manter elevados os teus pensamentos e utilizar o calçado da justiça! Pisa! Não desvia. Pisa com serenidade nos obstáculos. Oferece o outro lado da face. Retribui a ingratidão com agradecimento. A ignorância com inteligência. A revolta com a paciência. O orgulho com a humildade. O egoísmo com o trabalho dedicado a outrem. Pois nada será capaz de estremecer o teu espírito. Tuas atitudes, palavras, ideias e pensamentos suprimem os gritos dos “idiotinhas” que tentam te atrapalhar, sem nada procurar mudar. Revigora-te através do conhecimento, mantendo-o sempre afiado com bastante estudo. Ama a Deus sobre todas as coisas e com toda a tua força e ama teu próximo como a ti mesmo, fazendo isso, nenhuma bala de inveja e ingratidão irá adentrar no teu colete inviolável de justiça, de amor, de sabedoria, inteligência, fraternidade e caridade.
    Lembra-te, tu és filho de Deus, espírito imortal e estás fazendo um bem inimaginável, como servo do Mestre, oferecendo os teus conhecimentos das criaturas a quem ele tanto ama.

    Fica aqui minha gratidão pelo trabalho no seu site e no youtube. Estou melhorando como homem. Força e paz pra você.

  23. Juliana, somos filhos de Deus, creados à sua imagem e semelhança, portanto, perfectíveis. Somos semelhantes a Deus por sermos co-creadores com Ele. Somos nós os responsáveis pelas nossas vidas e com o exercício desta responsabilidade afetamos a vida de outras pessoas. Só você pode se conscientizar da necessidade de evolução através do estudo; só você pode dar-se a si mesma o incentivo necessário para manter o foco; só você pode forçar a barra e FAZER mesmo quando não esteja com vontade. Lembro que o conselho de Emmanuel a Chico Xavier, quando do início da sua atividade mediúnica, foi uma só palavras: DISCIPLINA! E disciplina pressupõe também fazer o que se sabe que deve ser feito mesmo quando não se esteja com vontade. Você atravessou um longo caminho de estudos para chegar onde chegou. Sabe que sem disciplina não teria alcançado o seu patamar atual. Lembra que muitas vezes fez coisas sem vontade, e que alcançou o seu objetivo. É assim. É preciso FAZER. Com o tempo vamos nos acostumando, os resultados ajudam a animar, e nós incorporamos os novos hábitos sem queixas ou vacilações.

  24. Engraçado como foi importante ler esse artigo hoje na minha vida. Sinto que vim dessa vez pra terra pra ajudar muita gente, não sei se pra resgatar erros, ou simplesmente como tarefa escolhida por mim em outro plano, já que sou apaixonada pelo que faço. E o estudo diário é essencial pra prática do meu ofício, já que a medicina evolui o tempo todo e a responsabilidade é gigante. Muito embora eu tenha essa percepção, tanto da necessidade do estudo diário quanto da responsabilidade que Deus me confiou, ultimamente a preguiça e o desânimo junto com o medo, me freia em relação aos meus estudos e a necessidade de evoluir… peço a Deus forças pra vencer essa preguiça e o desânimo, mas só quando adoeço é que me coloco no lugar dos que eu cuido, e vem o pensamento do tempo perdido ao não estudar do jeito que deveria… sei que é egoísta, mas às vezes é mais forte do que eu. Gostaria da sua opinião, pra refletir a respeito. Obrigada.

  25. Camila, a Vontade tem que ser mais forte que qualquer obstáculo. Os obstáculos, de um modo ou de outro, sempre vão existir. Quanto mais nos rendemos a eles, mais fracos ficamos. O esforço deve ser permanente; não há outro jeito.

  26. Morel, conheci o seu site há pouco tempo. Tento vencer essa luta contra a preguiça há um bom tempo, e realmente, “nos perdoamos por ser preguiçosos”. Certa vez pedi a uma entidade para me ajudar, que eu tenho vontade de melhorar e me considero tão ruim às vezes, por pensamentos egoístas, enfim…

    O seu site tem me ajudado muito, ouço a leitura de seus artigos diariamente, para não me esquecer o quanto é bom melhorar… me sinto culpada quando me desligo e saio da vigília. Preciso estudar mais sobre o espiritismo, e a mesma entidade espiritual me animou a fazer o evangelho em casa, mas às vezes sinto como se apesar da vontade de orar, ou ler o evangelho e meditar, algo acontece para me tirar disso, uma discussão em família, um sono invencível, como um desmaio.

    Então obrigada pelas palavras que você posta, e se puder me dar algum conselho sobre isso, ficarei muito grata.

  27. Fiquei algo confusa, porque não me considero uma pessoa preguiçosa na verdadeira acepção da palavra. Tenho muita força de vontade, e até sou uma pessoa empenhada, mas disperso me com facilidade. “Desligo o botão” e acabo por não fazer as coisas no tempo pretendido. É uma característica que tento ainda hoje melhorar, fazer as tarefas no timing certo e fazer gestão de tempo para depois não reclamar… Que não tenho tempo para fazer tudo o que quero. Por exemplo, ultimamente tenho me entusiasmado a ler obras de cariz espiritualista e acabo perdendo noção do tempo e sei que tenho tarefas a cumprir mas aquele livro prende me tanto a atenção que fica difícil parar de ler. Pode se considerar preguiça?

  28. Ana Beatriz, a evolução é individual, não se transmite compulsoriamente de uma ser para o outro. Só quem pode se ajudar é você mesma. Você sabe o caminho. Compete a você persistir. Não desista! Continue tentando até conseguir mudar. Há pessoas que lutam durante anos para deixar um vício, alternando sucessos e recaídas, até que um dia, pela soma de experiências acumuladas em suas tentativas, sentem que não precisam mais dos antigos hábitos. É uma questão de hábito, e isso passa pelas suas crenças a respeito de si mesma.
    Sugiro a você que leia dois livros que todos deveriam ler: O Poder do Subconsciente, de Joseph Murphy, e O Poder Infinito da sua Mente, de Lauro Trevisan.
    Fique com Deus.

  29. Gostaria de dizer um pouco sobre mim, e, se for possível obter alguma resposta, ficarei muito grata.
    Sou uma pessoa extremamente preguiçosa, digo isso em todos os sentidos. Sou estudante, já estou cursando ensino superior, tenho uma família ótima e realmente não posso reclamar de nada, pois meus pais sempre proporcionaram a melhor qualidade de vida que é possível para eles. Sou extremamente grata por tudo o que fazem por mim, mas frequentemente fico chateada comigo mesma, pois percebo que não dou tanto valor se observo as minhas ações. Sou muito preguiçosa, frequentemente falto aulas, não tenho ânimo de estudar em casa e, desse modo, não estudo como deveria. Também há dias que tenho preguiça até de conviver com as pessoas ao meu redor, sinto preguiça de interagir. Sinto preguiça de praticar exercícios. Já tentei mudar isso, e geralmente consigo seguir à risca tudo o que tenho que fazer por, no máximo, uma semana… depois acabo caindo na preguiça de novo, retornando a rotina, caindo na preguiça… e assim vai, nesses alto e baixos.
    Se possível, gostaria muito de uma ajuda, por favor. Muito obrigada.

  30. Marli, não sou mentor, sou um movimentador de conhecimento. A Vontade de Deus é sempre o nosso melhor, o nosso máximo. Sempre podemos ser úteis a alguém. O primeiro passo é boa vontade, e isso você tem. Fora isso, é necessário conhecimento. Sem conhecimento dificilmente evoluímos. Siga estudando, procure não ficar com dúvidas sobre os temas que vai estudando. O estudo em grupo tem a grande vantagem da troca de conhecimentos e experiências.
    Fique com Deus.

  31. MOREL, QUE BOM TER UM *mentor¨* COM TANTO ESCLARECIMENTO. ESTOU INICIANDO ESTUDOS (LIVRO DOS ESPÍRITOS) JUNTO A UM PEQUENO GRUPO E ESTOU GOSTANDO, ESPERO PODER SER ÚTIL A ALGUÉM, “um dia”, SE FOR DA VONTADE DE DEUS, ASSIM COMO VOCÊ O É. SOU CATÓLICA E ME IDENTIFICO E MUITO COM O ESPIRITISMO. OBRIGADA PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS.

  32. OLÁ. ESTAVA PROCURANDO ALGUM ARTIGO SOBRE A PREGUIÇA O DESÂNIMO. A FALTA DE CORAGEM QUE EU ESTAVA SENTINDO HÁ UM BOM TEMPO, PRECISAMENTE HÁ ALGUNS ANOS. NÃO ME SINTO ATRAENTE PARA O MEU MARIDO, ME SINTO FALHA COM A MINHA FAMÍLIA, FILHA, MÃE, IRMÃOS E NÃO CONSIGO TER AMIZADES PORQUE SOU MUITO INSEGURA. AS BRIGAS COSTANTES COM O MEU MARIDO ESTAVAM ME DEIXANDO DESANIMADA PARA TUDO ATÉ MESMO NO DEVER DO LAR. ENFIM, LER SEU ARTIGO ME FEZ MUITO BEM, ME FEZ VER COMO POSSO MUDAR E QUERO MUITO ISSO. VOU CONTINUAR LENDO. OBRIGADA.

  33. O comentário do (anônimo) acima é meu, li essa mensagem em outro computador que não fica registrado o meu nome, como no que eu sempre tenho o costume de ler ficam registradom meus dados, dei o enter sem perceber. Abraços. E a propósito tenho pensado que além de mim e do Rodrigo, devem existir muitos evangélicos-espíritas por aí.

  34. Morel.. muito bom esse texto, quando você diz sobre separar cinco minutos três vezes ao dia, é exatamente por aí, você começa separando um tempo curto, daqui a pouco você está estudando e orando muito mais tempo que isso. Mas pra quem está começando é por aí mesmo, o importante é começar. Fica na paz.

  35. Esperamos muito para estar aqui, cada segundo na Terra é precioso! Temos que aproveitar ao máximo, nada de preguiça. Lindo texto, obrigada.

  36. Felipe, como você mencionou, é muito bom ter alguém ao nosso lado que transmita, através de palavras, pensamentos que têm o poder de nos tirar da inércia, sou grata primeiramente a Deus por ter te preparado nesta vida a exercer este trabalho tão importante, tão nobre, que tem não só a mim, mas pelos comentários que leio de seus seguidores, a todos nós, enriquecido os nossos dias de inspirações. Eu apesar de ser uma pessoa bastante ativa, sempre tive muita preguiça para ler, mas venho sentindo uma grande necessidade ou talvez um despertamento para a leitura, pois já experimentei bons resultados, e não quero perdê-los. Obrigada e Fique com Deus.

  37. É assim mesmo, Priscila. Temos a fase de preparação e a fase de execução. Um abraço carinhoso.

  38. Boa tarde meu amigo Morel, fiquei feliz em ler o que redigiu com tanto carinho. Instrumento para que muitos possam ler e compreender o que tem de ser. Abraços fraternos.

  39. Morel! Estou tentando cada dia mais vencer a preguiça. Nesses dois últimos anos estou me dedicando mais na casa espírita que frequento, participando de grupo de estudos e trabalhando. Percebi que foi no tempo certo, pois há uns três anos atrás eu diria pra mim mesma que não teria tempo, pois nos sábados à tarde precisaria dormir para descansar da semana de estudos e trabalho. Hoje tenho uma noção diferente de descanso. Com esse texto eu notei que temos o nosso tempo, e que com esforço vamos avançando. Assim como há um tempo atrás eu não estava preparada para acreditar em reencarnação, em outro não estava para me dedicar mais. Espero receber muitas inspirações dos meus amigos espirituais para crescer, praticar as coisas que ainda estão na teoria! Grande abraço.

  40. Não foi por acaso mesmo que esse texto foi “adiantado”… Sempre aprendendo com você, Morel, muito obrigada e muita luz pra você esse final de semana!

  41. Os erros ortográficos podem ser corrigidos facilmente. Muito mais importante do que correção ortográfica é conteúdo. E se você não tentar não vai conseguir. Isso minha filha Sofia, de quatro anos, já aprendeu…
    Acho que você deve começar a treinar. Essa sua ideia é ótima, e já pensei nisso. Mas não tenho o conhecimento que você tem na área.

  42. Sabe, Morel, já pensei nisso, inclusive meu maior sonho é escrever um livro relatando o que se passa espiritualmente nos meios pentecostais e neopentecostais à luz do espiritismo, porém tenho medo de cometer muitos erros ortográficos. Sabe, eu tenho muita inspiração e algumas visões que me abriram o entendimento sobre o que se passa no meio onde estou, obrigado pelo seu comentário, muita paz.

  43. Paulo, a preguiça não é imposta pela vida e o dia-a-dia. Nada nos impõe a preguiça. A preguiça é um péssimo hábito nascido de uma visão deturpada dos deveres. Precisamos gostar das coisas que fazemos, da atividade, do dinamismo, da disciplina, das rotinas do cotidiano. É uma questão de hábito. Precisamos vencer a nós mesmos, transformar o pensamento. Todo dia é uma nova oportunidade de aprender, de se desenvolver, de ser feliz. O cumprimento do dever que nos impomos nos causa bem-estar e elimina a preguiça.

  44. Sou esse que você fala. Como vencer essa preguiça, imposta pela vida e o dia-a-dia, ou será que tem alguma coisa espiritual nela?

  45. Gostei muito deste artigo, não só pela disciplina de estudo, mas pela consequência da transformação no ambiente.

  46. É tudo questão de hábito, Josiane. Somos escravos dos nossos hábitos… Um ótimo fim de semana pra você também!

  47. Bem colocado! Às vezes é difícil encarar os estudos e a preguiça com certeza acaba aparecendo, mas o seu site está me ajudando muito, pois sinto falta das coisas que você escreve e acabo “arrumando” tempo para ler. Um bom final de semana para você!

  48. Rodrigo, acho que você devia começar a treinar sua própria escrita. Já experimentou escrever seus pensamentos? Você tem pensamentos originais e uma experiência rara (evangélico-espírita). Se você conseguisse transmitir isso com clareza seria um material muito rico. Pense nisso.

  49. Certamente não foi à toa que o teu artigo adiantou se para hoje, Morel, pois estava precisando mesmo ouvir isso e mais pessoas apareceram dizendo o mesmo, muito bom, vamos aniquilar a preguiça né, eu também sinto falta dos teus artigos nos fins de semana, daí fico lendo os artigos antigos rss, a paz.

  50. Obrigado, Silvoni. Este artigo será publicado no dia 26. Foi um erro de programação que o adiantou pra hoje. Espero que tenha sido importante pra você. Um ótimo dia pra você!

  51. Perfeito como sempre Morel, me disciplinei no centro espírita e no começo é muito difícil. Hoje, nos finais de semana, sinto falta dos teus artigos.
    Tenha um bom dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.