Mentalismo

Criar expectativas sobre as pessoas

 

cavaleiro do apocalipse
Você costuma criar expectativas sobre as pessoas?

Ouça este artigo na voz do autor

Você não pode criar expectativas sobre as pessoas. Se elas mesmas não se conhecem a fundo e não sabem do que são capazes, como criar expectativas em torno delas?

Você conhece um materialista de verdade? Eu conheço alguns ateus, todos eles pessoas inteligentes, mas não são do tipo que pesquisa argumentos para refutação de ideias contrárias às suas. Materialista, mesmo, não conheço nenhum.

O materialismo nega a existência de um princípio inteligente independente da matéria. Para eles, inteligência e sentimentos são atributos da matéria. Para os materialistas, a consciência nasce com o desenvolvimento do sistema nervoso no feto e morre junto com o corpo. Os materialistas dizem que a mente é uma secreção do cérebro, do mesmo modo que a bile é uma secreção do fígado, o suco gástrico é uma secreção do estômago e a urina é uma secreção dos rins.

Você sabe que você tem poder sobre o seu cérebro. Você é espírito imortal de passagem pela matéria revestindo um corpo físico. Você comanda um automóvel, você comanda um computador. Eles fazem o que você determina, dependendo do seu conhecimento sobre o funcionamento deles. Com o seu cérebro acontece o mesmo. Você comanda o seu cérebro. O cérebro humano tem uns cem bilhões de neurônios e uns cem trilhões de conexões entre eles. Há mais conexões entre os seus neurônios do que em toda a internet, no mundo todo.

E é você quem comanda tudo. Só que, ao contrário do automóvel ou do computador, o seu cérebro não vem com manual de instruções. Você aprende a usá-lo na prática. E o seu cérebro é apenas o modem da sua mente…

Não é o seu cérebro que vai determinar o que você sente, o que você fala, o que você faz. Você escolhe o seu pensamento. O seu padrão de pensamentos gera seu sentimento dominante. Seus sentimentos criam seu comportamento.

Você perdoa seu automóvel ou seu computador quando eles não correspondem às suas expectativas? Ou você fica profundamente magoado com eles? Nunca vi alguém rancoroso em relação a uma máquina. Se você admite falhas numa máquina com mecanismos e funções limitadas, como exigir que um ser humano aja sempre corretamente? Como esperar que um espírito em fase incipiente de evolução, como nós somos, seja isento de erros? Como querer que um ser estruturado na matéria a partir de um cérebro complexo e desconhecido seja sempre senhor de suas ações?

Quando você lida com um automóvel ou um computador, você sabe o que pode esperar deles. Dependendo do modelo, da potência, do tempo de uso, você pode criar expectativas sobre o seu desempenho. Isso não se aplica às pessoas. Você não pode criar expectativas sobre as pessoas. Se elas mesmas não se conhecem a fundo e não sabem do que são capazes, como criar expectativas em torno delas? Por acaso você sabe exatamente do que você é capaz? Por acaso você sabe tudo o que você é capaz de fazer ou deixar de fazer?

O máximo que você pode esperar de uma pessoa são possibilidades. Elas podem ou não concretizar as possibilidades que você reserva a elas. Se não concretizam de uma forma, podem concretizar de outra. Diferente da expectativa. Se você cria expectativas você pretende ter o domínio sobre alguém que não é você. Já é uma coisa fabulosa ter domínio sobre si mesmo; como esperar que outros ajam como determinamos?

Expectativa frustrada causa mágoa, decepção. Ninguém merece isso. Você não merece ser decepcionado. E a pessoa que não correspondeu às suas expectativas não merece ser tratada como culpada só porque não agiu conforme você esperava que ela agisse. Acho que você concorda com tudo isso. Se você concorda, só resta a você perdoar a quem não correspondeu às suas expectativas. Perdão não é demonstração de bondade. Quem é bom não perdoa. Quem é bom nem sequer se ofende, logo, não há o que perdoar. Perdão é demonstração de inteligência. Aceite que as pessoas falham, assim como você falha. E que ninguém obrigou você a criar expectativas sobre outra pessoa. Você fez isso porque quis. No fundo, a falha foi sua. E, perdoando ao outro, você estará perdoando a si mesmo por ter falhado…

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

26 Comentários

  1. Oi Morel, estou completamente encantada com seu site. Estava precisando de Luz, de ajuda, de orientação. O meu equilíbrio voltou. Renasci. Obrigada.

  2. Nossa Morel, muito bom esse texto, foi uma tapa na cara na verdade, acho que estava precisando ler isso!
    Me fez refletir muito sobre meu modo de agir e de pensar…
    Obrigada pelo momento de reflexão.

  3. Nossa, acho que nunca li um texto tão realista! Faço isso o tempo inteiro, mesmo que inconscientemente, são meros detalhes às vezes, mas realmente sempre espero algo de alguém. Aos poucos venho tentando corrigir esse meu defeito, e esse texto certamente me ajudou muito. Adoro seus textos Morel! (E não se sinta na obrigação de responder meu comentário a fim de suprir minha expectativa de que tu respondas) haha. Brincadeira à parte, um grande abraço e que Deus te abençoe!

  4. Obrigada Morel por nos presentear todos os dias com seus lindos e sábios textos, tão esclarecedores e sempre voltados para a reflexão. Paz e Luz na sua vida sempre.

  5. Renata, nem sempre encontro uma imagem que passe a ideia que tenho no momento. Mas com essa imagem eu quis representar o “príncipe encantado, valente guerreiro que resolve todos os problemas”. Como meu público leitor é composto por mais mulheres do que homens, achei que essa imagem representaria o homem ideal, que é apenas uma das muitas figuras emblemáticas em que as pessoas depositam suas esperanças e expectativas. Mas a sua ideia ficou melhor que a minha…

  6. Olá a todos!
    Muito bom o texto, Morel. Sabe aquele texto que parece que foi feito exatamente pra você? Pois é… foi o meu sentimento, após lê-lo.
    Li em algum local do site que seus textos baseiam-se em inspirações, esforço e dedicação. Daí te pergunto, as imagens que utilizam também? Esse em específico me chamou a atenção. Guerreiro, espada, cavalo, fogo. Talvez represente nossas lutas diárias, a dificuldade em aceitar as pessoas como elas são e as escolhas que fazem. Pode representar mais alguma coisa?

  7. Boa Tarde estimado Felipe,
    Sou espírita há alguns anos e confesso que nunca tinha parado para pensar desse jeito!
    Fez eu repensar inclusive nas expectativas que geramos sobre a conduta de nossos filhos (tenho 2 pequenos!)!
    Mas refletindo ainda me dou conta que quando parei de gerar expectativas sobre os outros, me senti mais leve, mais feliz. Porque esperamos um comportamento do outro, que muitas vezes o “outro” nem sequer sabe disso. Daí ele näo age como esperávamos e vêm as frustaçöes. Quando paramos de agir assim e fazemos a nossa parte, sem esperar pelos demais, tudo fica mais fácil.
    Tem uma frase que gosto muito, mas näo lembro a autoria: “Devemos amar as pessoas pelo que elas säo, näo pelo que esperamos que elas venham a se tornar!”
    Obrigada por nos fazer “pensar”!!!
    Um abraço fraterno e que a espiritualidade maior continue a te iluminar e inspirar!!!

  8. Acho que todos passam por isso em algum momento de suas vidas, Letícia. Eu que agradeço pela sua participação.

  9. Olá, confesso que durante muito tempo esperei muito mais das pessoas do que de mim mesma. É muito fácil julgar e condenar os outros. Conforme foi passando o tempo eu aprendi a respeitar e me colocar no lugar dos mesmos. Hoje penso que posso ser um ser humano melhor. Obrigada pela oportunidade.

  10. Confesso que não conhecia, Guilherme. Mas é interessante, se enquadra perfeitamente no contexto. Obrigado!

  11. Olá, meu caro! Esse texto me lembrou muito de uma fase de ansiedade e um pouco de depressão que passei na vida. Ainda não tinha conhecimento do espiritismo, mas foi nela que passei a estudá-lo um pouco. Mas antes disso fiz um tratamento psiquiátrico onde usava-se uma linha chamada Gestalt Terapia, onde havia um dizer que eu acho que tem a ver com esse texto sobre expectativas. Aí vai:
    “Eu sou eu, você é você.
    Eu faço as minhas coisas e você faz as suas coisas.
    Não estou neste mundo para viver de acordo com as suas expectativas.
    E nem você o está para viver de acordo com as minhas.
    Se por acaso nos encontrarmos, é lindo. Se não, não há o que fazer.”
    Espero que tenha contribuído.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.