Pensamento e disciplina

O conselho de Emmanuel para Chico Xavier: disciplina, disciplina e disciplina

pedra sobre pedra

Morel Felipe Wilkon

Ouça este artigo na voz do autor

Emmanuel propôs a Chico três pontos cruciais para o bom desempenho da tarefa. Seu primeiro conselho, disciplina; o segundo, disciplina; e o terceiro, disciplina.

No início da atividade mediúnica de Chico Xavier, Emmanuel lhe perguntou se ele estava realmente disposto a dedicar-se à tarefa que lhe era atribuída. Emmanuel falava em trinta livros, só pra começar – no total, foram mais de quatrocentos…

Emmanuel e Chico Xavier
Chico Xavier e Emmanuel

Chico temia não estar à altura do compromisso. Também receava ser abandonado pelos bons espíritos. Emmanuel lhe garantiu que isso não aconteceria, desde que ele se dedicasse ao trabalho, ao estudo e ao esforço no Bem. Emmanuel propôs a Chico três pontos cruciais para o bom desempenho da tarefa. O primeiro, disciplina; o segundo, disciplina; e o terceiro, disciplina.

Acredito que o principal motivo de reencarnarmos, em nosso estágio evolutivo, é para adquirir disciplina. Poderíamos dizer, como muitos gostam, que estamos aqui para aprender a amar, e é verdade. Mas o amor que normalmente dizemos sentir está ainda muito longe do amor verdadeiro, incondicional. E para que saibamos, um dia, como é esse amor, precisamos disciplinar os nossos sentimentos, até isso a que hoje chamamos de amor, e que é, realmente, um esboço do amor verdadeiro.

Antes que alguém pense em citar o amor de mãe como exemplo de amor incondicional, é bom lembrar que fazer vontades, atender a todos os caprichos e passar a mão na cabeça dos erros dos filhos não tem nada a ver com amor incondicional. Amor requer disciplina de sentimentos, e para isso é preciso dizer não muitas vezes.

Aprenda a dizer não

Algumas pessoas conseguem se sobressair mesmo sem disciplina. São exceções, que chamam a atenção por algum talento extraordinário, quase sempre com prazo de validade. Vencer sem disciplina é antinatural, é contra as regras do jogo da Vida. No Universo tudo é disciplina, na Natureza tudo é disciplina. Como seres dotados de livre-arbítrio, podemos viver muito tempo driblando as regras. Se a estrada da disciplina é uma reta, podemos fazer curvas e desvios, podemos inventar atalhos e estacionar indefinidamente. Mas andar fora da estrada reta tem um preço. Esse preço é a dor. Sempre que desviamos do caminho reto das Leis de Deus, que disciplinam a nossa vida, somos surpreendidos pela dor.

Espiritismo e a dor

A única alternativa viável é o caminho reto, que é a disciplina.

Recebo queixas de todos os tipos. Desde coisas banais até os casos mais complexos. De todos os que se queixam e pedem orientação percebo como característica básica a falta de disciplina. A começar pelo pensamento.

Espiritismo e a importância do pensamento

O começo de tudo é o pensamento. O que determina o modo como vivemos é o nosso padrão de pensamentos. Há pessoas que vivem com medo de tudo, mas não deixam de assistir  aos noticiários sangrentos da televisão e de procurar tragédias e notícias macabras na internet. Alimentam a sua mente com banhos de sangue, estupros, assassinatos, desgraças de todo tipo, e não entendem por que têm pesadelos e vivem amedrontadas. Ou, então, consomem quilos de pornografia na internet e não entendem por que são infelizes no casamento ou porque os seus relacionamentos não dão certo, ou porque sua vida sexual não é satisfatória.

Espiritismo e os relacionamentos amorosos

Há os que percebem que precisam mudar, notam que alguma coisa está errada, mas não se dão conta de que a única maneira de abandonar os maus hábitos é adquirindo bons hábitos. O velhos hábitos devem ser substituídos! E para isso é preciso disciplina. É preciso agir!

Somos escravos dos nossos hábitos

Não sou médico, e sempre que escrevo sobre algo que requereria algum conhecimento específico, cinco ou seis criticozinhos me atacam. Mas não precisa ser médico pra saber que grande parte, ou a quase totalidade dos casos de depressão derivam da falta de ação. E muitos deles seriam facilmente superados com ação. Ação, atividade, produtividade, utilidade, vida!

É impressionante o número de pessoas querendo esclarecimento acerca de determinados assuntos que, no entanto, não se animam a ler, a estudar. Inúmeras pessoas sentem os reflexos da mediunidade que não foi estudada e desenvolvida, sabem disso, sofrem com isso, mas não de dão ao trabalho de ler meia dúzia de livros, de participar de um grupo de estudos no centro espírita, de adquirir novos costumes. Tem gente que tem preguiça até de orar!

Reforma íntima e a preguiça

É preciso ação, e ação disciplinada. É só uma questão de hábito. É só acreditar que depois de algum esforço inicial, mesmo que sem muita vontade, tudo começa a fluir naturalmente, tudo começa a ficar mais fácil, e os novos hábitos vão se tornando prazerosos. Os que se decidem a seguir a disciplina não se arrependem. De vez em quando algum deles me comunica os seus sucessos, os seus progressos, e é muito reconfortante ver que nem tudo está perdido…

Conheça meu canal no Youtube!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

21 Comentários

  1. Olá, boa noite!

    Sr, Morel F. Wilkon acabei de ler sua reflexão sobre “Aprenda a dizer não” e fiquei pasmo com tuas palavras, adorei e concordo com o que distes. Ainda não tinha visto ou lido nada igual ao que li.

    Parabéns!

  2. Realmente… as pessoas querem mudar, mas não agem para que essa mudança aconteça. É como se diz: “querem mudança sem empregar nenhum esforço”, e dessa forma não tem como ser. “Ajuda-te, que o céu te ajudará.” (não lembro o autor! =])

  3. Ola, Morel!
    Excelentes textos para reflexão e exercício do livre-arbítrio!
    Alem dos textos, extremamente úteis juntamente com os estudos e a disciplina de cada um, o que mais gostei no site foi a tua auto-colocação como veículo da informação a ser estudada, pesquisada, depurada (“Não aceite minha opinião sem se questionar”). Parabéns pela consciência. Tenha sempre bons dias!

  4. Gosto de seus artigos, e concordo contigo em quase tudo, mas você é muito “duro”, não que esteja errado, mas todos eles vêm com uma bronca no contexto. Talvez um pouquinho mais de amor nas palavras toquem mais os corações, veja as palavras de Divaldo e Chico, quanto amor vem no contexto das broncas. Parabéns pelo site, pelos artigos e muita paz. Mônica

  5. Há vários meses vinha me questionando sobre diversos pesadelos que eu tinha, não entendia o motivo de todas as noites não dormir direito e ser atormentada por sonhos ruins. Encontrei seu site por acaso e lendo esse texto me reconheci na parte que fala em ler e se interessar por notícias ruins. Acho que encontrei a resposta para todo esse medo e sonhos que tenho. Obrigada pelo texto.

  6. Saudações Morel!
    Ainda a semana passada, pude assistir pela tv globo internacional, uma série baseada na vida de Chico Xavier, um retrato das atribulações de sua existência, e confesso que fiquei impressionada com a humildade e disciplina que esse foi tendo ao longo das suas provações e de sua missão. Perguntava me como um homem conseguiu se conter perante provocações, principalmente vindas da igreja católica. Ele, porém nunca desistiu de suas convicções e até mesmo nos momentos em que ele reclamava do seu direito ao livre arbítrio, de ter de psicografar várias obras, e Emmanuel sempre lhe lembrava que foi para isso que ele havia reencarnado e foi a isso que ele se comprometeu. Meu marido que é evangélico (por família) ainda assistiu comigo e ia me fazendo perguntas sobre espiritismo e o tema de reencarnação e isso foi bom, pois estou a descobrir nele uma abertura de espirito muito grande. E pensava ” meu Deus, como ainda tenho tanto para aprender, tanto para ler, tanta disciplina ainda a ser apreendida.” Será que vou conseguir? Enfrentar a família do meu marido, quando começar a dar estudo da doutrina espírita aos meus filhos? Como conciliar a tarefa de cuidar deles com o desejo de frequentar um centro espírita? Não sei exatamente como começar. Eu vou lendo diariamente várias obras, e até já contatei um centro espírita e estou aguardando a resposta para uma primeira entrevista com um dos dirigentes, pois tenho entusiasmo de ir a um centro, falar com alguém com conhecimentos que me possa elucidar minhas dúvidas. Mas sei que começando o estudo seriamente, vou ter de arranjar um jeito de me disciplinar para isso, para aprender a lidar com a minha mediunidade.
    Obrigada pelos seus textos, eles me ajudam muito!

  7. Parabéns Felipe, consegui perceber todos os degraus que nos levam à disciplina, muito bem esclarecido seu texto. Agora só me resta tentar subir, espero ter forças, e não parar e nem desanimar, pois devemos conquistá-la para nosso próprio bem. Aliás este seu site é um empurrãozinho diário, obrigada.

  8. Eu tenho problema com a disciplina, ambos não nos gostamos muito rss, estou lutando para por ordem à minha bagunça. Espero que eu consiga, abraços.

  9. Adoro os seus textos também, fazem nós refletirmos sobre realmente se nós queremos ou não sair desse marasmo, dessas reclamações, que no fim de tudo não levam a nada. Eu gosto da disciplina, mas eu estava tão limitada ao meu trabalho que eu esqueci um pouco a disciplina. Fico cansada, estressada, a sua mente se fecha para outros canais, outras linhas de pensamentos; estou começando a pensar de uma outra forma, ideias estão surgindo em minha mente, sabe que estou até gostando! Mas como você falou, a disciplina é muito importante para a nossa vida, Deus queira que essa nova percepção das coisas não desapareça, pois preciso muito. Esse final de semana perguntava aos nossos irmãos espirituais o que eles querem me mostrar a respeito do que estava acontecendo comigo, para mim eu estava fazendo certo, certas coisas aconteceram e que eu vi que não era esse caminho. Que Deus me dê força, coragem, clareza de percepções. Obrigada!

  10. Olá Morel, o caminho para a reforma íntima requer muita disciplina e muita força de vontade mesmo. Você tem que se policiar o tempo todo, como você bem falou, é uma questão de hábito. Não é fácil pensar sempre de uma forma positiva, mas não é algo impossível, basta querer de coração. Adorei a reflexão! Muita disciplina para nós! Abraços.

  11. Cidinha, o estudo do Espiritismo deve começar sempre pelo Livro dos Espíritos. O ideal é que se leia primeiro os livros de Allan Kardec e depois os de André Luiz. É um estudo longo, mas vale a pena.
    Não sei quais são as suas condições, mas é preciso dizer que o estudo em grupo, no centro espírita, é o mais adequado. A orientação de quem sabe mais e a troca de conhecimentos e experiências com os colegas de aprendizado nos oferece novas opiniões e outras maneiras de ver as coisas. Você pode estudar sozinha, antes. Mas procure participar de algum grupo de estudos. Se não houver outro centro espírita na sua cidade, talvez haja nas proximidades…
    Os livros indicados você encontra aqui: http://www.espiritoimortal.com.br/livros/
    Fique com Deus.

  12. Olá!!! Parabéns pelo site, eu começo o meu dia lendo, é de grande valia para mim que tenho uma dificuldade enorme de disciplina e sofro há 23 anos de crises depressivas e crise de pânico. Eu sei que podé ate ser mediunidade, mas não sei por onde começar a desenvolvê-la. Frequento de vez em quando o centro espírita aqui da minha cidade, mas tenho uma inquietação muito grande de ficar lá e me sinto melhor na igreja, só que o espiritismo é mais coerente com os meus pensamentos, me dá mais lógica para as coisas que já aconteceram comigo. Você poderia me indicar algum livro que possa me ajudar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.